Comunicação interventricular grande
CIRCULATÓRIO: CARDIOPATIA CONGÊNITA ACIANÓTICA. Cardiopatia congênita acianótica com hiperfluxo pulmonar. Comunicação interventricular; (CIV) grande.
Sexo: Não informado. Idade: Neonato. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: PROGNÓSTICO: CIA grande com Síndrome de Eisenmenger por reversão do desvio. Infecção pulmonar. Insuficiência cardíaca. Estenose pulmonar infundibular adquirida limita o desvio. Óbito aos 40A.
Clínica:. Dispneia, em repouso. Dificuldade de se alimentar. Estatura baixa. Sudorese aumentada, profusa. Infecção respiratória, recorrente. Pele escura, quando chora, durante infecções. Insuficiência cardíaca, na lactência. Proeminência do esterno. Precórdio abaulado. Impulso torácico, com choque apical. Frêmito sistólico. B2P hiperfonética. B2P com sopro, holossistólico. B1M com sopro, ruflar mesodiastólico, grave.
Laboratório: RX de tórax:. Cardiomegalia biventricular, AE, AP. Vascular pulmonar aumentada. Edema pulmonar franco. Derrame pleural. ECG:. Onda P entalhada. Onda P pontiaguda. Hipertrofia biventricular. DOP:. Magnitude do desvio. Pressão na AP. RNM:. Positiva. Técnica de radioisótopos:. Positiva. CAT:. Pressão sitólica AP = Aorta. Fluxo sanguíneo pumonar 2-4 vezes o sistêmico. Medida da resistência pulmonar.
Lista de 45 síndromes minimais compatíveis de até 5 elementos...
. Pele escura.
. Proeminência do esterno.
. B1M com sopro. B2P com sopro.
. B1M com sopro. Dificuldade de se alimentar.
. B1M com sopro. Frêmito sistólico.
. B1M com sopro. Precórdio abaulado.
. B1M com sopro. Sudorese aumentada.
. B2P com sopro. Dificuldade de se alimentar.
. B2P com sopro. Frêmito sistólico.
. B2P com sopro. Infecção respiratória.
. B2P com sopro. Precórdio abaulado.
. B2P com sopro. Sudorese aumentada.
. B2P hiperfonética. Dificuldade de se alimentar.
. B2P hiperfonética. Frêmito sistólico.
. B2P hiperfonética. Precórdio abaulado.
. Dificuldade de se alimentar. Dispneia.
. Dificuldade de se alimentar. Estatura baixa.
. Dificuldade de se alimentar. Frêmito sistólico.
. Dificuldade de se alimentar. Impulso torácico.
. Dificuldade de se alimentar. Infecção respiratória.
. Dificuldade de se alimentar. Insuficiência cardíaca.
. Dificuldade de se alimentar. Precórdio abaulado.
. Dificuldade de se alimentar. Sudorese aumentada.
. Dispneia. Infecção respiratória.
. Frêmito sistólico. Infecção respiratória.
. Frêmito sistólico. Precórdio abaulado.
. Frêmito sistólico. Sudorese aumentada.
. Impulso torácico. Infecção respiratória.
. Impulso torácico. Sudorese aumentada.
. Infecção respiratória. Insuficiência cardíaca.
. Infecção respiratória. Precórdio abaulado.
. Infecção respiratória. Sudorese aumentada.
. Insuficiência cardíaca. Precórdio abaulado.
. Precórdio abaulado. Sudorese aumentada.
. B1M com sopro. B2P hiperfonética. Dispneia.
. B1M com sopro. B2P hiperfonética. Impulso torácico.
. B1M com sopro. B2P hiperfonética. Insuficiência cardíaca.
. B1M com sopro. Dispneia. Estatura baixa.
. B1M com sopro. Estatura baixa. Impulso torácico.
. B1M com sopro. Estatura baixa. Insuficiência cardíaca.
. B2P hiperfonética. Estatura baixa. Sudorese aumentada.
. B2P hiperfonética. Insuficiência cardíaca. Sudorese aumentada.
. Dispneia. Frêmito sistólico. Insuficiência cardíaca.
. Estatura baixa. Frêmito sistólico. Insuficiência cardíaca.
. Frêmito sistólico. Impulso torácico. Insuficiência cardíaca.