Síndrome meningocócica das supra-renais
HORMÔNIOS CORTICÓIDES. Insuficiência adrenal aguda; Síndrome meningocócica supra-renal; Síndrome meningocócica das supra-renais; Síndrome de Waterhouse-Friderichsen; Síndrome Waterhouse-Friederiché; Supra-renalite hemorrágica por meningococos; Waterhouse-Friderichsen syndrome. Descrita em 1895 por Arthur Voelcker (1861-1926) em 1911 por Rupert Waterhouse (1873-1958), médicoa ingleses, e em 1918 por Carl Friderichsen (1886-1979), pediatra dinamarquês.
Sexo: Não informado. Idade: Não informada. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: . Neisseria meningitidis, mais comum. Estreptococo. 60% de meningite. Na Espanha tem uma mortalidade de 5% e seu sucesso depende de um tratamento rápido com base no diagnóstico, com base na clínica, CSF, de crescimento rápido e manchas líquido e petéquias.(Meningococcus, Pneumococo, H.influenzae, Staphylococcus aureus e Echo vírus tipo 9). HISTÓRIA PESSOAL:. Esplenectomia. Septicemia meningocócica.
Clínica:. Início súbito. Febre, alta. Vômitos. Dor nas articulações. Fraqueza. Mialgia. Exantema, generalizado, maculopapular, púrpura, petéquias. Púrpura. Equimose, generalizada. Taquicardia. Hipotensão arterial. Disfunção cardiovascular severa.
Laboratório: MORFO da supra-renal:. Necrose hemorrágica aguda das glândulas adrenais, glândulas supra-renais estão aumentadas (2 a 3 vezes o normal) e com extensa hemorragia cortical bilateral. Microscopia da adrenal, necrose e hemorragia na supra-renal na síndrome de Waterhouse-Friderichsen, lesão generalizada do endotélio e coagulação intravascular disseminada. Nesta lâmina observamos hematoma na camada medular na supra-renal e necrose multifocal da camada cortical, as lesões são interpretadas como secundárias à formação de trombos hialinos na microcirculação na vigência de CIVD, o consumo dos fatores de coagulação (síndrome de desfibrinogenação) e a alta densidade capilar na camada medular colaboram para a ocorrência de hemorragia.
Lista de 41 síndromes minimais compatíveis de até 5 elementos...
. Disfunção cardiovascular severa.
. Equimose. Mialgia.
. Dor nas articulações. Equimose. Fraqueza.
. Dor nas articulações. Equimose. Hipotensão arterial.
. Dor nas articulações. Equimose. Taquicardia.
. Dor nas articulações. Púrpura. Taquicardia.
. Equimose. Febre. Hipotensão arterial.
. Equimose. Fraqueza. Hipotensão arterial.
. Equimose. Fraqueza. Início súbito.
. Equimose. Fraqueza. Púrpura.
. Equimose. Fraqueza. Taquicardia.
. Equimose. Hipotensão arterial. Início súbito.
. Equimose. Hipotensão arterial. Púrpura.
. Equimose. Hipotensão arterial. Taquicardia.
. Equimose. Início súbito. Taquicardia.
. Exantema. Mialgia. Púrpura.
. Fraqueza. Púrpura. Taquicardia.
. Hipotensão arterial. Início súbito. Púrpura.
. Hipotensão arterial. Mialgia. Púrpura.
. Hipotensão arterial. Púrpura. Taquicardia.
. Início súbito. Mialgia. Púrpura.
. Início súbito. Púrpura. Taquicardia.
. Mialgia. Púrpura. Taquicardia.
. Dor nas articulações. Fraqueza. Hipotensão arterial. Taquicardia.
. Dor nas articulações. Fraqueza. Início súbito. Púrpura.
. Dor nas articulações. Fraqueza. Início súbito. Taquicardia.
. Dor nas articulações. Fraqueza. Mialgia. Taquicardia.
. Equimose. Exantema. Febre. Fraqueza.
. Equimose. Exantema. Fraqueza. Vômitos.
. Exantema. Fraqueza. Início súbito. Taquicardia.
. Exantema. Fraqueza. Mialgia. Taquicardia.
. Dor nas articulações. Exantema. Fraqueza. Hipotensão arterial. Mialgia.
. Dor nas articulações. Fraqueza. Hipotensão arterial. Início súbito. Vômitos.
. Dor nas articulações. Fraqueza. Hipotensão arterial. Mialgia. Vômitos.
. Exantema. Febre. Fraqueza. Hipotensão arterial. Mialgia.
. Exantema. Febre. Fraqueza. Hipotensão arterial. Taquicardia.
. Exantema. Fraqueza. Hipotensão arterial. Taquicardia. Vômitos.
. Febre. Fraqueza. Hipotensão arterial. Mialgia. Taquicardia.
. Febre. Fraqueza. Hipotensão arterial. Mialgia. Vômitos.
. Febre. Fraqueza. Mialgia. Taquicardia. Vômitos.
. Fraqueza. Hipotensão arterial. Início súbito. Mialgia. Taquicardia.