Fígado gorduroso não-alcóolico
ESTEATOSES. Esteatose hepática não-alcóolico; Fígado graxo não-alcóolico; Esteato-hepatite não-alcoólica; Esteato-hepatite não alcoólica.
Sexo: Não informado. Idade: Não informada. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia:
Clínica:
Laboratório: ENZIMAS E PIGMENTOS SÉRICOS:. Aminotransferases aumentada, levemente. Fosfatase alcalina aumentada, levemente. MORFO do fígado:. Esteatose macrovesicular. Infiltração por leucócitos polimorfonucleares. Corpúsculos de Mallory. Corpos de Mallory. Ferro hepático aumentado. Fibrose hepática. RNM:. Esteatose macrovesicular. MORFO do fígado:. Macroscopia do fígado com esteatose, cor fortemente amarelada do fígado, esteatose se deve a desnutrição (=carência alimentar), o caráter focal deve-se à distribuição dos hepatócitos com esteatose em relação ao lóbulo hepático:. em certos casos os hepatócitos centrolobulares têm mais esteatose que os da periferia do lóbulo mas também o inverso pode acontecer e somente por exame histológico é possível diferenciar, independente da localização da esteatose focal, o fenômeno permite uma visualização macroscópica da arquitetura lobular do fígado, quando a esteatose é difusa, todas as regiões do lóbulo estão igualmente acometidas. Microscopia do fígado com esteatose, esteatose hepática macro- e microgoticular, observa-se distribuição difusa dos vacúolos lipídicos nos hepatócitos, os vacúolos são redondos; de limites nítidos e tamanho variável, Os vacúolos maiores se formam por confluência dos menores, quando volumosos, deslocam o núcleo e citoplasma do hepatócito para a periferia porque, sendo os lípides (no caso, triglicérides) insolúveis em água, não se misturam com o citoplasma, não há corpúsculos hialinos de Mallory nem cirrose.
Nenhum conjunto compatível de até 5 elementos foi encontrado!