Intoxicação por benzilpenicilina potássica
INTOXICAÇÃO. Penicilina G potássica.
Sexo: Não informado. Idade: Não informada. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: FÓRMULA: Pó para solução injetável - 5.000.000UI. INDICAÇÕES: Infecções estreptocócicas (grupo A, C, H, G, L e M). Infecções da orofaringe, otitte média e do trato respiratório inferior. Endocardite estreptocócica. Meningite meningocócica. Antraz. Actinomicose. POSOLOGIA: Adultos: 400.000UI a 5.000.000UI/dia, via IM profunda, de 12/12h ou 24/24h. Crianças: administrar 25.000 a 90.000UI/kg/dia, via IM profunda, divididos em 3 a 6 doses. A dose e a duração da terapia dependerão da idade, sensibilidade do microorganismo e gravidade da infecção, e deverão ser ajustadas à resposta clínica do paciente. CONTRA INDICAÇÃO: Reação de hipersensibilidade às penicilinas. INTERAÇÕES: Sinergia com aminoglicosídeos. Tetraciclinas diminuem seu efeito. A probenecida diminui a taxa de excreção das penicilinas, assim como aumenta os seus níveis séricos. PRECAUÇÕES: Usar cautelosamente em indivíduos com história de alergia intensa e/ou asma. Nos tratamentos prolongados, particularmente quando são utilizados regimes de altas doses, recomendam-se avaliações periódicas das funções renal e hematopoiética. Deve-se evitar a injeção intra-arterial ou intravenosa, ou junto a grandes troncos nervosos (podem produzir lesões neurovasculares sérias, incluindo mielite transversa com paralisia permanente, gangrena, requerendo amputação de dígitos e porções mais proximais das extremidades, necrose ao redor do local da injeção). TIPO: Antibióticos. . Neuropatia e nefropatia são infrequentes e estão associadas com altas doses de penicilina.
Clínica:. Reações de hipersensibilidade. Exantema, local, nas extremidades distal e proximal do local da injeção, &, vesículas cutâneas. Exantema maculopapular. Dermatite, esfoliativa. Edema localizado, de laringe. Reações semelhantes à doença do soro. Febre. Calafrios. Dor nas articulações. Prostração. Neuropatia. Nefropatia. Palidez cutâneo-mucosa, por reações decorrentes da administração intravascular. Cianose, local, nas extremidades distal e proximal do local da injeção. Fibrose do quadríceps femural. Atrofia do quadríceps femural.
Laboratório: SANGUE:. Reações como anemia hemolítica. Leucopenia. Eosinofilia. Trombocitopenia. HEMOGRAMA:. Hematócrito diminuído.
Nenhum conjunto compatível de até 5 elementos foi encontrado!