Intoxicação por Nistatina
INTOXICAÇÃO. Uso de Nistatina - (micostatin)
Sexo: Não informado. Idade: Não informada. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: . FÓRMULA: Suspensão oral - 100.000UI/ml Creme vaginal - 25.000UI/g. INDICAÇÕES: Candidíase oral e vulvovaginal. POSOLOGIA: Candidíase oral: Recém-nascidos prematuros ou de baixo peso: 1 ml VO, 4 vezes ao dia, colocando a metade da dose utilizada em cada lado da boca. Lactentes: 1ml a 2ml (100.000UI a 200.000UI) VO, 4 vezes ao dia, colocando a metade da dose utilizada em cada lado da boca. Crianças maiores e adultos: 1ml a 6ml (100.000 a 600.000UI) VO, 4 vezes ao dia, bochechando a solução e mantendo-a por algum tempo na cavidade oral antes de ser deglutida. candidíase vulvovaginal (creme). O conteúdo do aplicador, 1 vez ao dia, por via vaginal, durante 7 dias. CONTRA INDICAÇÃO: Hipersensibilidade à nistatina. Micoses sistêmicas, infecções ungüeais e lesões cutâneas hiperceratinizadas ou crostosas. INTERAÇÕES: Nenhuma interação tem sido descrita. PRECAUÇÕES: Orientar sobre a utilização correta do aplicador vaginal. TIPO: Antifúndicos e Antimicóticos.
Clínica:. Diarreia. Náuseas. Vômitos. Sensibilidade gustativa amarga. Dor abdominal, epigástrica. Reações alérgicas, eventual. Irritação local, na aplicação vaginal.
Laboratório:
Lista de 3 síndromes minimais compatíveis de até 5 elementos...
. Sensibilidade gustativa amarga.
. Irritação local. Náuseas.
. Irritação local. Reações alérgicas.