Intoxicação por n-butilescopolamina CNP dipirona
INTOXICAÇÃO. Uso de n-butilescopolamina; (brometo) CNP dipirona sódica -(buscopan composto)
Sexo: Não informado. Idade: Não informada. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: FÓRMULA: Solução injetável - 4mg/ml 500mg/ml Solução oral - 6,67mg/ml 333,4mg/ml. INDICAÇÕES: Analgésico e antiespasmódico (gastrointestinal, biliar, trato gênito-urinário). POSOLOGIA: Solução injetável: Adulto e criança acima de 6 anos: 10mg a 20mg IV ou IM, 3 a 5 vezes ao dia. Solução oral: Adulto e criança acima de 6 anos: 10mg a 20mg VO, 3 a 5 vezes ao dia. Crianças de 1 a 7 anos: 5mg a 10mg VO, 3 vezes ao dia. Lactentes: 5mg VO, 3 vezes ao dia. CONTRA INDICAÇÃO: Miastenia gravis. Megacólon. Glaucoma descompensado. Hipertrofia prostática com retenção urinária. Estenoses mecânicas do trato gastrointestinal. Hipersensibilidade ao brometo de N-butilescopolamina. Não deve ser administrada em pacientes com intolerância conhecida aos derivados pirazolônicos, com porfiria hepática e deficiência congênita de glicose-6-fosfato desidrogenase. INTERAÇÕES: Ação diminuída por antiácidos e antidiarréicos. Pode aumentar ação de anticolinérgicos e arritmias cardíacas com o ciclopropano. Pode diminuir a ação do cetoconazol e da ciclosporina. Pode aumentar os riscos de lesões gastrointestinais de cloreto de potássio, depressão do SNC com álcool e outros. Hipotermia grave pode ocorrer em associação com clorpromazina. PRECAUÇÕES: Usar com cautela na atonia intestinal, em idosos, colite ulcerativa, esofagite de refluxo, glaucoma, retenção urinária e arritmias cardíacas. Crianças com menos de 3 meses ou com menos de 5kg: uso deve ser evitado pela possibilidade de alteração na função renal. Evitar uso na gravidez. Lactação deve ser suspensa até 48h após o uso da dipirona. Monitorar comprometimento da medula óssea. TIPO: Antiespasmódicos.
Clínica:. Boca seca. Constipação. Confusão mental. Desconforto abdominal. Cefaleia. Agitação. Palpitações. Hipotensão arterial, postural. Sonolência. Tontura. Reações de hipersensibilidade. Lesão cutânea eritematosa, localizado. Angioedema. Asma. Vertigem, em dose alta. Hiperventilação, em dose alta. Rubor cutâneo, em dose alta. Hemorragia digestiva, em dose alta.
Laboratório: SANGUE:. Discrasias sanguíneas. Agranulocitose. Leucopenia e aplasia medular.
Nenhum conjunto compatível de até 5 elementos foi encontrado!