Infecção por vírus do herpes simples com encefalite
INFECÇÃO POR VÍRUS. Infecção por vírus do herpes simples complicado com ceratite; Encefalite do herpes simples; Encefalite herpética necrotizante aguda; Encefalite herpética necrotizante agudal; Encefalite por herpes simples; Doença Simian B; Herpes simplex encephalitis.
Sexo: Não informado. Idade: Não informada. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: TRANSMISSÃO: DST. Contato sexual. Recidiva. PROGNÓSTICO:. A encefalite herpética é das mais agressivas, causando efetivamente necrose do encéfalo, por vezes extensa e fatal. Agudo. Raramente crônica. Coma. Mortalidade alta. Sequelas neurológicas. Demência. Delirium.
Clínica:. Cefaleia. Febre. Mudança no comportamento. Anormalia da fala. Afasia. Convulsões, focais ou generalizadas. Alucinações inespecíficas. Hemiparesia.
Laboratório: EEG:. Focos no lobo temporal. Mapeamento cerabral:. Massa símile temporal. LCR:. PCR do DNA do HSV:. Positivo. LCR:. Lactato aumentado. MORFO do cérebro:. Macroscopia do encéfalo com encefalite herpética, localização preferencial é no lobo temporal, uni ou bilateral, o lobo afetado torna-se edemaciado e hiperemiado, podendo a lesão simular um infarto ou abscesso, se o paciente sobrevive à fase aguda podem restar sequelas graves, a necrose é reabsorvida, resultando cavidades císticas e gliose. Microscopia do neurônio com encefalite herpética, corpúsculos eosinófilos intranucleares compostos por colônias de partículas virais. Microscopia do neurônio com necrose inicial, fase inicial (picnose nuclear; eosinofilia do citoplasma), neurônios não afetados próximos. Microscopia do neurônio com necrose avançada, fase avançada (cariolise ou desaparecimento do núcleo). Microscopia do neurônio com degeneração, neurônio em degeneração circundado por células inflamatórias mononucleares que promovem sua fagocitose. Microscopia do vaso com vasculite necrosante, pequenos vasos estão infiltrados por células inflamatórias e perderam sua estrutura. Inclusões virais são colônias de virus ou coleções de proteínas virais situadas geralmente no núcleo de células infectadas. Sua ausência não afasta encefalite viral. Essas inclusões intranucleares fortemente eosinófilas com um halo claro em torno que desloca a cromatina para a periferia são conhecidas como inclusões de Cowdry tipo A. Diversas neuroviroses podem dar inclusões semelhantes. Só a raiva dá inclusões virais exclusivamente citoplasmáticas (corpúsculos de Negri, embaixo e à direita, em uma célula de Purkinje do cerebelo).
Lista de 14 síndromes minimais compatíveis de até 5 elementos...
. Afasia. Alucinações inespecíficas.
. Afasia. Anormalia da fala.
. Afasia. Mudança no comportamento.
. Alucinações inespecíficas. Anormalia da fala.
. Alucinações inespecíficas. Hemiparesia.
. Anormalia da fala. Hemiparesia.
. Anormalia da fala. Mudança no comportamento.
. Hemiparesia. Mudança no comportamento.
. Alucinações inespecíficas. Cefaleia. Mudança no comportamento.
. Alucinações inespecíficas. Convulsões. Mudança no comportamento.
. Alucinações inespecíficas. Febre. Mudança no comportamento.
. Anormalia da fala. Cefaleia. Convulsões.
. Anormalia da fala. Cefaleia. Febre.
. Convulsões. Febre. Mudança no comportamento.