Poliarterite nodosa cutânea
COLAGENOSES. Poliarterite nodosa forma cutânea; Cutaneous polyarteritis nodosa. Descrita em 1931 por K Lindberg (-).
Sexo: Não informado. Idade: Não informada. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia:
Clínica:. Início gradual. Audição diminuída. Surdez, eventual. Febre. Fraqueza. Fadiga muscular. Mal-estar. Dor abdominal, difusa, após 30 min das refeições. Náuseas. Vômitos. Perda de peso. Dor nas articulações. Mialgia, na panturrilha, mais intensa. Conjuntivite, vasculite da coróide. Lesão cutânea eritematosa-ulcerada. Livedo reticularis, eg nos membros inferiores. Nódulo subcutâneo, múltiplos.
Laboratório:
Nenhum conjunto compatível de até 5 elementos foi encontrado!