Distrofia endotelial da córnea de Fuchs
DISTROFIAS CORNEANA. (FECD); (FED); Distrofia endotelial de Fuchs; Distrofia corneana endotelial de Fuchs; Fuchs endothelial dystrophy; Fuchs dystrophy; Fuchs endothelial corneal dystrophyand. Descrita em 1910 por Ernst Fuchs (1851-1930), oftalmologista austríaco.
Sexo: Não informado. Idade: Não informada. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: . TRANSMISSÃO: Autossômica dominante.
Clínica:. Crescimento externo de hialina endotelial, na membrana de Descemet. Lesão cutânea bolhosa, múltiplas. Visão embaçada. Dor no olho. Opacificação da córnea, localizadas no estroma posterior.
Laboratório:
Lista de 3 síndromes minimais compatíveis de até 5 elementos...
. Crescimento externo de hialina endotelial.
. Dor no olho. Opacificação da córnea.
. Lesão cutânea bolhosa. Opacificação da córnea.