Aspergilose disseminada
INFECÇÃO POR FUNGOS. Aspergilose generalizada.
Sexo: Não informado. Idade: Não informada. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia:
Clínica:
Laboratório: MORFO do agente:. Identificação do agente etiológico em secreções pulmonares na hemocultura ou tecidos extrapulmonares. MORFO do coração:. Macroscopia do coração com aspergilose, com áreas de infarto, anêmico, hemorrágico, alternância de áreas pálidas e vermelhas, vasculite, exuberantes vegetações compostas por hifas; fibrina e células sanguíneas aprisionadas, septações e ramificações em ângulo agudo. Microscopia do coração com aspergilose, fungo entre as fibras miocárdicas, os fungos cresciam livremente entre as fibras miocárdicas, praticamente sem reação inflamatória. MORFO dos vasos:. Microscopia dos vasos com aspergilose coloração HE, pequena artéria virtualmente irreconhecível, tendo sido difusamente permeada por fungos, que também ocluíram a luz, infartos anêmicos, com necrose coagulativa das fibras miocárdicas, causados por invasão dos vasos pelos fungos e trombose secundária. Microscopia dos vasos com aspergilose com Grocott, aqui sem contracoloração, chama a atenção a localização preferencial dos fungos no interior de vasos, denotando a chegada dos parasitas por via hematogênica, os fungos crescem exuberantemente no espaço intravascular e atravessam as paredes para invadir secundariamente o tecido miocárdico, notar que o Grocott impregna pela prata a parede externa do fungo, portanto em corte transversal, a célula fúngica parece vazia. MORFO do cerebelo:. Microscopia dos cerebelo com aspergilose com Grocott, com contracoloração por HE normal, vantagem de localizar os fungos no tecido demonstrando as estruturas onde se encontram, os fungos chegam por via vascular, crescem no interior dos vasos e a partir destes invadem o parênquima, fungos invadem o córtex cerebelar a partir de capilares, demonstrando a fungemia e disseminação hematogênica dos parasitas.
Nenhum conjunto compatível de até 5 elementos foi encontrado!