Ana Cléia, Ana Marcielle, Danilo, Edinaldo, Érica, Francisco Lucas, Gerciane, Giselle, Heobeline, Isabel, Izaura, João Paulo, José Aurélio, Kaliana, Maurício, Nayana, Patrícia, Raimunda, Jamille, Thayane.
www.bioinfo.ufc.br       cronograma           login
Ementa do módulo de Fisiologia
        1- O Princípio da Homeostase... Teoria celular, Meio interno. Sinais vitais. Insuficiência. Adrenalina. Morte encefálica.
 ...do misticismo à Teoria Celular 
Nung,
Shen Nung (~3000 aC), sábio imperador chinês, sob inspiração do poderoso deus Pan Ku, ensinava que todo organismo apresenta 2 princípios polares: Yin e Yang.
Hipócrates,
Hipócrates (460-370), filósofo grego, pai da Medicina Clínica, ensinava que a saúde era o equilíbrio da combinação (eucrasia) de 4 tipos de humores.
Darwin,
Charles Darwin (1809-1882), naturalista britânico, autor de On the Origin of Species by Means of Natural Selection publicado em 1859.
Expectativa de vida,
A Expectativa de Vida é um indicador de Saúde: Estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade (OMS).
Hooke,
Robert Hooke (1635-1703), cientista inglês, criou o conceito de Célula posteriormente generalizada para Teoria Celular por Virchow, Schleiden, Schwann...
*Kossel,
Albrecht Kossel (1853-1927), médico alemão, ganhou um *Nobel por descobrir que a estrutura química do DNA contém as bases Adenina e Timina.
*Morgan,
Thomas Morgan (1866-1945), zoólogo e geneticista americano, ganhou um *Nobel por provar que os cromossomas são portadores de genes.
*Watson, *Crick e *Wilkins,
James Watson (1928-?), biólogo americano e Francis Crick (1916-2004), biólogo briânico, e Maurice Wilkins (1916-2004), fisiologista neozelandês, descobriram a estrutura do DNA em 1953.
Singer e Nicolson.
Seymour Singer (1924-?), biólogo e Garth Nicolson (1943-?), químico, americanos, criaram o modelo do mosaico fluido da membrana em 1972.
01- Discutir os diferentes modelos de Saúde.
02- Discutir o conceito de célula e Teoria Celular.

 Meio Interno e o Princípio da Homeostase 
Bernard
Claude Bernard (1813-1878), médico francês, pai da Fisiologia, criou o conceito de Meio Interno, atualmente chamado de Líquido Intersticial.
, Cannon
Walter Cannon (1871-1945), fisiologista americano, criou o Princípio da Homeostase (estabilidade do Meio Interno) cujo operadores são os Reflexos e resolveu um antigo problema: Heráclito dizia "Tudo flui" e Parmênides dizia "Nada muda". Estabilidade = Equilíbrio dinâmico.
, Flourens.
Pierre Flourens (flúran) (1794-1867), médico francês, demonstrou que a remoção do Tronco Encefálico causa morte por Insuficiência Respiratória, já que os centros respiratórios se localizam no Tronco Encefálico.
03- Discutir os conceitos de Meio Interno e o Princípio da Homeostase.
Herófilo,
Herófilo da Calcedônia (335-280aC), médico grego, pai da Anatomia, mediu a frequência do Pulso Arterial usando uma Clepsidra (relógio d'água).
Santorius,
Santorius Santorius (1561-1636), médico italiano, pai do Metabolismo, inventou uma cadeira-balança onde se pesava incluindo a ingestão/excreção (que nunca "fechava"). Erasístrato já tinha feito um experimento semelhante com uma ave engaiolada, e, atualmente pelo divertido escritor americano A.J. Jacobs.
Semmelweis,
Ignaz Semmelweis (1818-1865), médico húngaro, quase acabou com a Febre puerperal determinando o uso de CaCl2 (desinfetante) nas mãos. Oliver Wendell Holmes (1809-1898), 4 anos antes dizia que a Febre puerperal era falta de higiene.
Nightingale,
Florence Nightingale (1820-1910), enfermeira britânica, defensora do uso de Estatística como instrumento de avaliação dos tratamentos.
*Warburg,
Otto Warburg (1883-1970), fisiologista e bioquímico alemão, descobriu a riboflavina (actoflavina ou vitamina B2), o FAD necessária no processo de oxidação/redução na cadeia respiratória.
*Lipmann,
Fritz Lipmann (1899-1986), bioquímico americano, descobriu a coenzima A, necessária no processo de oxidação/redução na cadeia respiratória.
*Theorell.
Axel Theorell (1903-1982), médico sueco, estudou os processos de respiração celular.
05- Compreender a importância da PA, glicemia e O2 plasmático (PREGO) no funcionamento do Tronco Encefálico.
06- Listar as funções do hormônio Adrenalina na proteção do Sistema Nervoso.
 Homeostase x Insuficiência e a Morte Encefálica 
Schiavo
Terri Schiavo (1963-2005), paciente americana, primeira paciente a sofrer eutanásia com reflexos do tronco encefálico presentes.
, Virgínia.
Virgínia de Sousa, médica brasileira, acusada de homicídio doloso por "abreviar" a vida de pacientes internados na UTI no Hospital Evangélico de Curitiba.
07- Interpretar os Sinais Vitais em uma Insuficiência.
08- Descrever sucintamente a Escala de coma de Glasgow e os testes para diagnóstico de Morte Encefálica.

        2- Fisiologia da Unidade Motora Esquelética... Potenciais de membrana. Sinápse. Contração muscular.

 Unidade Motora Esquelética 
Galvani,
Luigi Galvani (1737-1798), médico italiano, descobriu o estimulador elétrico e a bioeletricidade e a preparação neuro-muscular esquelética.
Southwick,
Alfred Southwick (1826-1898), dentista americano, inventor da cadeira elétrica e inaugurada em William "Fusível" Kemmler (1890) e, segundo o inventor, uma "evolução histórica na arte da execução" (antes era o enforcamento!).
*Sherrington & *Adrian,
Charles Sherrington (1857-1952), *1932, fisiologista britânico, pai da Fisiologia e Edgar Adrian (1889-1977), *1932, médico britânico, criaram o conceito de Via Motora Final Comum.
Fick,
Adolf Fick (1829-1901), médico alemão, inventou o tonômetro e estabeleceu a Lei da difusão.
Lohmann,
Karl Lohmann (1898-1978), bioquímico alemão, descobriu a moeda energética biológica: o ATP.
*Skou,
Jens Skou (1918-?), químico dinamarquês, *1997, descobriu a famosa enzima: A bomba de Na+/K+ ATP dependente.
Yoshida & Muneyuki & Hisabori,
Masasuke Yoshida, Muneyuki e Hisabori, químicos japoneses, descobriram o funcionamento da ATPase mitocondrial.
Davy.
Humphry Davy (1778-1829), químico inglês, usou a pilha elétrica de Volta para separar sais por eletrólise e estudou a ação do óxido nitroso.
01- Definir e classificar os tipos de Unidade Motora Esquelética.
02- Descrever os mecanismos de transporte através da membrana, com base na fonte de energia e nos processos moleculares para: difusão e transporte ativo e exemplificar cada um.
03- Discutir a função da Bomba de Na+/K+ ATP dependente e compreender a Equação de Nernst.
 
 Potenciais eletro-químico de membrana 
*Eccles,
John Eccles (1903-1997), neurofisiologista australiano, descobriu as diferenças entre os potenciais pós-sinápticos excitatórios e inibitórios.
Helmholtz,
Hermann von Helmholtz (1821-1894), médico e físico alemão, mediu a velocidade de condução nervosa.
*Erlanger e *Gasser,
Joseph Erlanger (1874-1965) e Herbert Gasser (1888-1963), fisiologistas americanos, autores de "A study of the action currents of nerve with a cathode ray oscillograph".
Koller,
Karl Koller (1857-1944), médico austríaco, introduziu a cocaína como anestésico local em cirurgias oculares.
*Neher & *Sakmann.
Erwin Neher (1944-), biofísico alemão e Bert Sakmann (1942-?), fisiologista alemão inventaram a técnica do patch clamp e estudaram a função de canais iônicos individuais.
05- Descrever o mecanismo iônico do Potencial de repouso da membrana, hiperpolarização, potencial limiar, despolarização, repolariazação e do potencial de ação propagado.
06- Discutir a condutibilidade em fibras nervosas mielinizadas e não-mielinizadas.
 
 Transmissão sináptica neuro-muscular esquelética 
Bernard,
Claude Bernard (1813-1878), médico francês, provou que a transmissão neuro-muscular esquelética era química, não elétrica. Bernard queria ser escritor de comédias mas o crítico Saint-Marc Girardin o aconselhou a estudar Medicina!
*Ramon y Cajal,
Santiago Ramon y Cajal (1852-1934), *1906, histologista espanhol, ao contrário de Camillo Golgi, histologista italiano (1843-1926), *1906, propôs que os neurônios são individuais. Santiago usou o corante desenvolvido por Golgi.
*Dale,
Henry Dale (1865-1968), *1936, médico britânico, identificou a ACh e que esta é o neurotransmissor entre os neurônios pré-pósganglionares autonômicos.
d'Anghiera,
Pietro d'Anghiera (1457-1526), historiador espanhol, descreveu a paralisia causada por flechas envenenadas com curare. George Harley (1829–1896), descobriu que o curare cura espasmos musculares causados do tétano e estricnina.
*Sherrington,
Charles Sherrington (1857-1952), *1932, fisiologista britânico, deduziu a existência da sinápse química com base no retardo da transmissão.
*Blobel,
Günter Blobel (1936-?), biólogo alemão, descobriu que as proteínas têm sinais intrínsecos que direcionam seu transporte e sua localização nas células.
*Kandel & *Greengard & *Carlsson.
Pietro d'Anghiera (1457-1526), historiador espanhol, descreveu a paralisia causada por flechas envenenadas com curare. George Harley (1829–1896), descobriu que o curare cura espasmos musculares causados do tétano e estricnina.
07- Descrever a função da junção neuro-muscular, listando a sequência temporal dos eventos.
08- Listar os principais fatores que interferem na junção neuro-muscular e explicar seus mecanismos.
 
 Contração e relaxamento muscular esquelético 
van Leeuwenhoek,
Anton van Leeuwenhoek, [antôn vean líanvanhûf] (1632-1723), fabricante de lentes holandêz, descobriu das estrias musculares transversais.
Ciclo das pontes transversas,
Ciclo das pontes transversas.
*Meyerhof,
Otto Meyerhof (1884-1951), médico alemão, descobriu a relação fixa entre o consumo de O2 e a produção de ácido lático, e, juntamente com Gustav Embden e Jakub Parnas, elucidou a rota da glicólise anaeróbica.
*Hill,
Archibald Hill (1886-1977), fisiologista britânico, descobriu a relação entre a produção de calor na contração muscular, conhecido como modelo matemático da contração muscular ou modelo de Hill.
Frank & Starling.
Otto Frank (1865–1944), médico alemão e Ernest Starling (1866-1927), fisiologista britânico, descobriram a relação comprimento-tensão muscular.
09- Definir sarcômero e fazer um diagrama da estrutura dos miofilamentos grossos e finos e rotular as proteínas constituintes.
10- Interpretar a sequência das etapas responsáveis pelo acoplamento excitação-contração.
11- Diagramar as etapas químicas e mecânicas do Ciclo das pontes transversas e explicar sua relação com o encurtamento do músculo.
12- Enunciar e interpretar a Lei de Frank-Starling e a Lei de Nysten-Sommer.
Todos os objetivos...

        3- Fisiologia do Sistema Nervoso... Sensibilidade. Motricidade. Reflexos. S.Límbico e autonômico. Funções corticais.
 Fisiologia Geral do Sistema Nervoso 
Papiro de Edwin
Papiro de Edwin Smith (~1.700 aC). Caso #33: Paciente fala e respira mas não sente nem movimenta o corpo = Pescoço quebrado na 2ª vértebra cervical. Fisiopatologia: Transecção total da medula espinhal entre os metâmeros C4-C5 (Nervo frênico: C3-C4). Tratamento: Paliativo.
, Robespierre
Maximilien "O incorruptível" Robespierre (1758-1794), advogado e político francês, uma das mais importantes personalidades da Revolução Francesa, defensor do povo, da liberdade, da moral e da ética, foi guilhotinado em 1794, justamente no ano de sua morte.
, Flouren
Pierre Flourens (1794-1867), médico francês, provou que a ablação do Tronco Encefálico (não do Cerebelo) causa morte imediata, por isso, a forma mais eficiente de se suicidar é destruindo a Formação Reticulada Ativadora Ascendente do Tronco Encefálico.
, Galeno
Galeno de Pérgamo (129-199), médico greco-romano, descreveu 7 dos 12 pares de nervos cranianos. Não descreveu nem o I nem o VI, juntou o III com o VI, dividiu o V em 2, juntou o VII com o VIII e juntou o XI, X e IX.
, *Ramon y Cajal
Santiago Ramon y Cajal (1852-1934), *1906, histologista espanhol, ao contrário de *Camillo Golgi, histologista italiano (1843-1926), *1906, propôs que os neurônios são individuais. A prova que os neurônios não formam um sincício histológico pode ser feita furando um neurônio e demostrando que os outros não esvaziam o conteúdo citoplasmático.
, Gall
Franz Gall (1758-1828), anatomista e fisiologista alemão, Pai da Frenologia (Craniologia), postulou que o comportamento está relacionada com localização específica no córtex cerebral e pode ser previsto pelo formato do crânio.
, Cannon
Walter Cannon (1871-1945), fisiologista americano, criou o Princípio da Homeostase (estabilidade do Meio Interno) cujo operadores são os Reflexos e resolveu um antigo problema: Heráclito dizia "Tudo flui" e Parmênides dizia "Nada muda". Estabilidade = Equilíbrio dinâmico.
, Massa
Niccolò Massa (1485–1569), anatomista italiano, escreveu "Anatomiae Libri Introductorius" e descobrui o líquor ou Líquido céfalo-raquidiano (LCR) em 1536.
, Willis
Thomas Willis (1621-1675), médico inglês, pai da Neurologia, descobriu o Polígono de Willis, o XI PC e que o sangue era formado por água, terra, sal, enxofre e espírito, continuando a Escola de Hipócrates-Galeno estabelecida há mais de 1.500 anos.
, Sylvius
Franciscus Sylvius (1614-1672), médico e fisiologista alemão, descreveu a fissura de Silvius (sulco lateral) que separa o lobo frontal do temporal e comporta a artéria cerebral média, além do aqueduto cerebral ou aqueduto de Sylvius.
, Teasdale & Jennett.
Bryan Jennett (1926-2008) e Graham Teasdale (1940-?), médicos britânicos, desenvolveram a Escala de coma na Universidade de Glasgow que avalia o nível de consciência controlado pelo famoso Sistema Reticulado Ativador Ascendente (SARA) do Tronco Encefálico.
Descrever as funções do Sistema Nervoso na manutenção da Homeostase. Explicar como o Reflexo de Retirada contribui para a manutenção da Homeostase. ®
Descrever sucintamente a Escala de coma de Glasgow e os testes para diagnóstico de Morte Encefálica, destacando o mecanismo do Reflexo Pupilar. ®


 
 Sensibilidade geral somática: Protopática 
Dor, calor e frio, indentação da pele, tato e pressão grosseira.
Wells
Horace Wells (1815-1848), dentista americano, descobriu que o gás hilariante (óxido nitroso - N2O) eliminava a dor durante a extração dentária.
, Morton
William Morton (1819-1868), dentista americano, sócio de Wells (o do N2O), usou éter como anestésico para uma operação de tumor na mandíbula.
, Koller
Karl Koller (1857-1944), médico austríaco, introduziu a cocaína como anestésico local e curare para paralisia em cirurgias oculares. A cocaína bloqueia o impulso e o curare impede a transmissão.
, Simpson
James Simpson (1811-1870), médico escocês, pai da Anestesiologia, usou o clorofórmio (anestésico geral) para dores do parto e usado no trabalho de parto da Rainha Vitória.
, Brodmann
Korbinian Brodmann (1868-1918), histologista alemão, classificou o córtex cerebral em 52 áreas histológicas distintas. A área da Sensibilidade Protopática (giro pós-central) é a 3,1,2 de Brodmann.
, Penfield & Rasmussen.
Wilder Penfield (1891-1976) e Brown Rasmussen (1910-2002), neurocirurgiões canadenses, mapearam a área motora primária (giro pré-central) e sensitiva geral primária (giro pós-central).
Classificar a Sensibilidade quanto a natureza do estímulo, localização, tipo e adaptação do receptor e entender o conceito de campo receptivo.
Fazer um diagrama esquemático do Sistema Somático Sensitivo Geral Protopático desde o Estímulo até a Resposta no hemi-Homúnculo Sensitivo contralateral. ®

 Sensibilidade geral somática: Epicrítica e Propriocepção 
Tato epicrítico, sensibilidade vibratória, propriocepção consciente e inconsciente.
Braille,
Louis Braille (1809-1852), professor francês, criador do sistema de leitura para cegos detectado pelo Sistema Epicrítico através do receptor tônico chamado Disco de Merkel localizado na base da epiderme.
Brown-Séquard,
Charles Brown-Séquard (1817-1894), neurologista britânico, descreveu uma Síndrome motora-sensitiva dissociativa (protopática x epicrítica) causada por hemi-secção de medula, com hemiplegia e perda epicrítica ipsilateral e perda protopática contralateral
Gowers,
William Gowers (1845-1915), neurologista inglês, descobriu o trato espinocerebelar ventral (anterior ou cruzado) que, juntamente com o posterior é parte do Sistema da Propriocepção Inconsciente do Cerebelo.
Brodmann,
Korbinian Brodmann (1868-1918), histologista alemão, descobriu a estrutura histológica do giro pós-central (áreas 3,1,2) da Sensibilidade Epicrítica e da Sensibilidade Protopática.
Penfield & Rasmussen.
Wilder Penfield (1891-1976) e Brown Rasmussen (1910-2002), neurocirurgiões canadenses, mapearam a área motora primária (giro pré-central) e sensitiva geral primária (giro pós-central).
Fazer um diagrama esquemático do Sistema Somático Sensitivo Geral Epicrítico e da Propriocepção consciente desde o Estímulo até a Resposta na área de projeção cortical no giro pós-central contralateral. ®
Descrever o Homúnculo sensitivo e sua relação com os potenciais evocados primários.
 Sensibilidade especial: Visão 
Helmholtz,
Hermann von Helmholtz (1821-1894), médico e físico alemão, inventou o augenstegel (oftalmoscópio).
Michelson,
Albert Michelson (1852-1931), físico americano, desenvolveu a teoria do (inacreditável) Tomógrafo de convergência óptica.
Garrod,
Archibald Garrod (1857-1936), médico inglês, usou as Leis de Mendel e descobriu alguns defeitos hereditários enzimáticos como o albinismo.
*Wald,
George Wald (1906-1997), *1967, bioquímico americano, descobriu a função da vitamina A na síntese dos fotopigmentos da retina.
Edinger & Westphal,
Ludwig Edinger (1855-1918) e Otto Westphal (1833-1890), médicos alemães, descobriram o centro de integração do Reflexo pupilar mesencefálico já estudado na 1ª aula.
*Gullstrand,
Allvar Gullstrand (1862-1930), *1911, oftalmologista sueco, pai da biomicroscopia, inventou a lâmpada de fenda e descobriu os mecanismos da acomodação visual.
Caton,
Richard Caton (1842-1926), médico eletrofisiologista britânico, fez experimentos com animais para estudo de alterações no EEG e nos potenciais evocados primários (PEP).
Brodmann,
Korbinian Brodmann (1868-1918), nosso conhecido histologista alemão, classificou a área de projeção visual no lobo occiptal nas bordas do sulco calcarino de área 17 de Brodmann.
Alhazen,
Abu Ali Alhazen (965-1040), físico e matemático árabe, pai da Óptica, descobriu as leis da refração da luz mais de meio século antes de Halley enuciar a Equação dos fabricantes de lentes.
Snellen, Halley.
Edmond Halley (1656-1742), astrônomo britânico, criou a Equação dos fabricantes de lentes e descobriu o padrão periódico do cometa Halley e previu seu aparecimento em 1858.
Descrever a morfologia funcional do olho destacando as grandes estruturas e a inervação.
Descrever os eventos fisiológicos do estímulo luminoso até a resposta cortical visual. ®
 
 Sensibilidade especial: Audição 
Eustaquio,
Bartolomeo Eustacio (1510-1574), médico italiano, redescobriu a Trompa (já descoberta por Alcmaeon de Crotona), a valva cardíaca de Eustáquio (presente no feto) e a "origem" do nervo óptico.
Politzer,
Ádam Politzer (1835-1920), médico húngaro, inventou o Otoscópio, descobriu a inervação do tensor do tímpano (IX PC) e do estapédio (VII PC) que são os reguladores da sensibilidade auditiva (o 1º aumenta e o 2º diminui).
Corti,
Alfonso Corti (1822-1876), anatomista italiano, descobriu o órgão onde se localiza os receptores da Audição, o órgão de Corti, localizado na escala média da cóclea que faz parte do ouvido interno.
*Békésy,
Georg von Békésy /géori von bikísi/ (1899-1972), *1961, biofísico húngaro, descobriu o mecanismo da audição do ouvido interno, a onda viajante, que se propaga ao longo da cóclea.
Leon,
Pedro de Leon (1520-1584), monge beneditino espanhol, primeiro professor de surdos e provou que um surdo pode ser educado.
Chladni,
Ernst Chladni (1756–1827), físico e múscico alemão, pai da Acústica, pesquisou a vibração e calculou a velocidade do som nos gases que nas CNTP é de 1.224 km/h.
Beethoven ,
Ludwig van Beethoven (1770-1827), músico alemão, o surdo mais famoso da História e autor da 9ª Sinfonia. No filme "Minha Amada Imortal" o fato dele encostar o ouvido no piano indica surdez de condução, sonolência e/ou amor pelo instrumento.
*Bell, Dussik.
Karl Theodore Dussik (1908-1968), médico austríaco, desenvolveu a hiperfonografia (ultrassonografia ou ecografia) cujas frequências das ondas variam de 2 a 14 MHz.
Descrever a morfologia funcional do ouvido destacando as grandes estruturas e a inervação.
Descrever a estrutura das escalas, do órgão de Corti, e das células ciliadas do ouvido interno.
Descrever os eventos fisiológicos desde o estímulo sonoro até a resposta cortical auditiva. ®
Fisiopatologia do Sistema sensitivo-motor da Audição.
 
 Sensibilidade especial: Equilíbrio 
Newton,
Isaac Newton (1643-1727), cientista inglês, pai da Mecânica Clássica, estabeleceu a Lei da gravitação universal e as 3 Leis da Mecânica.
Ménière,
Prosper Ménière (1799-1862), médico francês, identificou a Síndrome de Ménière (Hidropsia endolinfática) geralmente unilateral causada por hipertensão no ouvido interno.
Ewald & Flourens.
Richard Ewald (1855-1921), fisiologista alemão e Pierre Flourens, médico francês (1794-1867), estabeleceram as Leis do Equilíbrio dinâmico, em épocas diferentes.
Descrever os eventos desde a ação de uma força centrípeta ao equilíbrio estático. ®
Descrever os eventos desde a ação de uma força de aceleração angular ao equilíbrio dinâmico. ®
 
 Motricidade somática - controle da força muscular 
*Sherrington,
Charles Sherrington (1857-1952), *1932, fisiologista britânico, criou o conceito de Via Motora Final Comum (o motoneurônio α), a "ponte" que liga a Sistema Nervoso Central à ao Músculo.
*Eijkman & *Hopkins,
Christiaan Eijkman (1858-1930), *1929, médico holandês e Frederick Hopkins (1861-1947), *1929, bioquímico britânico, descobriram que o Beribéri é causado por deficiência de Tiamina (a vitamina B1 ou vitamina F), importantíssima na descarboxilação oxidativa.
Bell & Magendie,
Charles Bell (1774-1842), escocês e François Magendie (1783-1855), francês, fisiologistas, descobriram a Lei do unidirecionamento sináptico (a raiz posterior é sensitiva e a raiz anterior é motora).
Erb,
Wilhelm Erb (1840-1921), neurologista alemão, percebeu a importância dos reflexos tendinosos (profundos) e entendeu a "inteligência" da medula espinhal.
Renshaw,
Birdsey Renshaw (1911–1948), neurologista americano, descobriu a famosa Célula de Renshaw que inibe (hiperpolariza) o motoneurônio α através do neurotransmissor Glicina.
Southwick,
Alfred Southwick (1826-1898), dentista americano, inventor da cadeira elétrica e inaugurada em William "Fusível" Kemmler (1890) e, segundo o inventor, uma "evolução na arte da execução" (antes era o enforcamento e depois foi a guilhotina!).
Harley,
George Harley (1829–1896), médico britânico, estendeu o uso do Curare para a Eletroconvulsoterapia ainda usada em episódios de mania, depressão grave e tentativa de suicídio.
Betz.
Vladimir Betz (1834-1894), histologista russo, descobriu os neurônios gigantes piramidais do córtex motor primário (Homúnculo motor) que dão origem aos feixes córtico-nuclear e córtico-espinhal (Sistema Piramidal).
Penfield & Rasmussen.
Wilder Penfield (1891-1976) e Brown Rasmussen (1910-2002), neurocirurgiões canadenses, mapearam a área motora primária (giro pré-central) e sensitiva geral primária (giro pós-central).
Definir e discutir resumidamente a função de cada elemento da Unidade Motora Esquelética alfa. ®
Fazer um diagrama esquemático do Sistema Motor Somático Piramidal desde o estímulo no Homúnculo motor até a contração muscular esquelética. ®
 
 Motricidade somática - regulação do tônus muscular 
Wilson,
Samuel Wilson (1878-1937), neurologista americano, diferenciou as funções do Sistema Piramidal do Sistema Extrapiramidal e descobriu a degeneração hepatolenticular (por depósito de Cu+2 no fígado e no núcleo lenticular que é formado pelos núcleos putâmen e globos pálidus).
Monakow.
Constantin von Monakow (1853-1930), neuropatologista russo, descobriu o núcleo cuneiforme (ou cuneatus da propriocepção consciente, já estudada!) o feixe arqueado (da repetição das palavras) e o feixe rubro-espinhal (uma espécie de "assistente " do Sistema Piramidal).

 
 Motricidade somática - coordenação e regulação dos movimentos 
Akhenaton
Akhenaton (1364-1347), faraó egipcio, sofria do "Mal Sagrado" quando teve a visão do deus Aton, o deus Sol e substituto de Amon, causando com isto, a maior e mais violenta reforma religiosa do Egito Antigo.
, Flourens
Pierre Flourens (1794-1867), médico francês, provou que a ablação do Cerebelo (arbor vitae) não causa morte, mas a lesão do Tronco Encefálico é morte imediata.
, Varolius
Constantius Varolius (1543–1575), médico e anatomista italiano, nomeou a Ponte do Tronco Encefálico (entre o Bulbo e o Mesencéfalo) cuja função é interligar os hemisférios cerebelares (assim como o corpo caloso integra os hemisférios cerebrais).
, Parkinson
James Parkinson (1755-1824), cirurgião inglês, descreveu a Paralisia agitans, renomeada para Síndrome de Parkinson (papa João Paulo II) por Jean-Martin Charcot causada pela degeneração da Subtância Negra mesencefálica.
, Huntington
George Huntington (1850-1916), médico americano, descreveu a Coréia de Huntington, uma "coreografia" transmitida geneticamente. Thomas Sydenham (1624-1689), já havia descrito a mesma sintomatologia na doença Dança de São Vito (Coréia de Sydenham), uma das complicações da Febre reumática.
, Broca
Paul Broca [pôul brucá] (1824-1880), médico francês, encontrou uma lesão cortical comum no giro frontal inferior entre pacientes com afasia motora, onde a pessoa não consegue "secretar" palavras.
, Wernickie
Carl Wernicke (1848-1905), médico alemão, encontrou uma lesão cortical comum entre pacientes no giro temporal superior posterior com afasia sensorial, onde a pessoa não consegue entender as palavras dra pripmopa LíngU2raei.
, Monakow
Constantin von Monakow (1853-1930), neuropatologista russo, descobriu o núcleo cuneiforme, o feixe rubro-espinhal e o feixe arqueado que, lesado, impede a repetição das palavras, impede a repetição das palavras, impede a...
, Berger
Hans Berger (1873-1941), neurologista e psiquiatra alemão, pai da Eletroencefalografia, usando um galvanômetro detectou e registrou a eletricidade no couro cabeludo.
, ECT.
A relação inversa entre Epilepsia e Esquizofrenia foi explorada por Manfred Sakel (1900-1957), psiquiatra austríaco, com choque insulínico, por Ladislas von Meduna (1896–1964), neuropatologista húngaro, com metrazol e por Ugo Cerletti (1877-1963) e Lucio Bini (1908–1964) neurologista e psiquiatra italiano, com a Eletroconvulsoterapia para tratamento da Esquizofrenia.
Descrever a função do cerebelo no equilíbrio postural e na coordenação dos movimentos.
Descrever a função do gânglios da base na regulação da aplitude dos movimentos.
Descrever a função da córtex motora cerebral no controle dos movimentos e da linguagem.
 
 Fisiologia das Emoções, Sistema Límbico e Hipotálamo 
Cannon,
Walter Cannon (1871-1945), fisiologista americano, descreveu as alterações fisiológicas no estado emocional de fuga-luta.
Vicq d’Azyr,
Felix Vicq d’Azyr [feliks vik dazir] (1748-1794), anatomista francês, autor de "Atlas de Neuroanatomia" descobriu o feixe mamilo-talâmico que faz parte do Circuito (Límbico) de Papez, a Substância Negra (locus niger) e o locus coeruleos (estresse e pânico).
Papez,
James Papez (1883–1958), anatomista americano, descobriu o Circuito neuronal de Papez, que aparentemente já havia sido descrito por Christofredo Jakob (1866-1956), psiquiatra argentino, é parte do "Cérebro visceral".
MacLean,
Paul MacLean (1913-2007), médico americano, criou o conceito de Sistema Límbico e a Teoria do cérebro trino. O Cérebro Reptiliano, o Cérebro dos Mamíferos Inferiores (Cérebro visceral?) e o Cérebro Racional.
Lindsley.
Ogden Lindsley (1922-2004), psicólogo americano, percebeu na importância do Sistema Reticulado Ativador Ascendente (SARA) do Tronco Encefálico na fisiologia das Emoções.
*Pavlov,
Ivan Petrovich Pavlov (1849-1936), *1904, fisiologista russo, descobriu os reflexos condicionados (condicionamento do comportamento) e, portanto, as bases da memória não-genética.
Freud,
Sigmund Freud (1856-1939), médico austríaco, pai da Psicanálise, achava que os sonhos eram manifestações do inconsciente e que pela análise deles se chegaria a fonte da ansiedade.
*Hess & *Moniz
Walter Hess (1881-1973), *1949, fisiologista suíço e António Moniz (1874-1955), *1949, médico português, desenvolveram a técnica da lobotomia pré-frontal transorbital.
Identificar as principais estruturas do Sistema Límbico e citar suas repectivas funções. ®
Identificar os principais núcleos hipotalâmicos e citar suas repectivas funções. ®
 
 Sistema Nervoso Autônomo (Parassimpático e Simpático) 
Schutz,
Hugo Schutz (1859-1923), médico alemão, descobriu o Feixe se origina no Hipotálamo e controla os motoneurônios pré-ganglionares autonômicos.
Langley,
John Langley (1852-1925), fisiologista britânico, propôs o termo Sistema Nervoso Autônomo, identificou os neurônios pré e pós-ganglionares e criou o conceito de Substâncias receptivas (Receptores químicos).
Weber & Weber,
Ernst Weber (1795-1878) e Eduard Weber (1806-1871), irmãos e médicos alemães, demonstraram a ação inibitória do nervo vago (X PC) no coração.
*Loewi,
Otto Loewi (1873-1961), *1936, farmacêutico alemão, pai da Neurociência, descobriu o neurotransmissor Vagusstoffe = material do vago (Acetilcolina).
Oliver & Schafer,
George Oliver (1841-1915) e Edward Schafer (1850-1935), médicos ingleses, descobriram os efeitos hipertensores da medula das adrenais.
von Bezold, Cannon.
Walter Cannon (1871-1945), fisiologista americano, descobriu o neurotransmissor Simpatina (Noradrenalina ou Norepinefrina).
Fisiologia geral do Sistema Nervoso Autônomo.
Discutir os efeitos da ativação Parassimpática. ®
Discutir os efeitos da ativação Simpática. ®
Discutir as funções do hormônio Adrenalina. ®
Todos os objetivos

        4- Fisiologia do Sistema Circulatório... Débito Cardíaco. Retorno Venoso. Volume. Pressão. Resistência. Fluxo.

Isabel, desenvolva o seguinte caso: 55 anos, masculino, leva a mão ao peito, oscila e cai... o pulso carotídeo...
Francisco Lucas, por que a parede do capilar não explode?
Giselle, qual o comprimento máximo do pescoço (long neck)?
João Paulo, por que o que é bom para a circulação sistêmica é ruim para o coração e vice-versa?
Harvey,
William Harvey (1578-1657), médico britânico, pai da Medicina Baseada em Evidências, encontrou evidências que o sangue circula entre o coração, artérias, 'poros invisíveis' e veias. Portanto, segundo Harvey, o Sistema Circulatório tem a função de circular o sangue.
Erasístrato,
Erasístrato de Chio (310-250aC), filósofo grego, pai da Fisiologia, ensinava que o ar inspirado chegava às artérias através de poros invisíveis do septo interventricular. Os borracheiros provaram que a hipótese do ar nas artérias era falsa seccionando-as dentro d'água e mostrando que não havia borbulhamento.
Herófilo,
Herófilo da Calcedônia (335-280aC), médico grego, pai da Anatomia, mediu a frequência de Pulso arterial usando uma Clepsidra (relógio d'água) e morreu sem entender porque uma massagem no seio carotídeo podia causar um desmaio... explicado por Heinrich Hering 2.000 anos depois!
Ibn al-Nafis,
Ibn al-Nafis (1213-1288), médico árabe, descobriu a circulação pulmonar publicado no Ocidente 300 anos depois por Michael Servetus. A prova é injetar corante na artéria pulmonar e demostrar a presença deste nas veias pulmonares!
Hales,
Stephen Hales (1677-1761), fisiologista britânico, mediu diretamente a Pressão Arterial Sistêmica numa égua deitada cuja coluna de sangue atingiu (inacreditáveis) 2,9 metros de altura (1 mmHg = 1,36 cmH2O).
Barnard,
Christiaan Barnard (1922-2001), cirurgião sul-africano, realizou o primeiro transplante de coração em humanos em 1967. Desconsiderando a ação da Adrenalina, um coração desnervado só consegue bombear no máximo 3 vezes o normal de 5,6 L/min (com inervação simpática ele chega a 5 vezes o normal).
*Forssmann & *Richards Jr & *Cournand,
Werner Forssmann (1904-1979), médico alemão, Dickinson Richards Jr. (1895-1973), médico e fisiologista americano e André Cournand (1895-1988), fisiologista americano, desenvolveram o método do cateterismo cardíaco e da coronariografia e por isso, ganharam o Prêmio *Nobel em 1956.
Fallot.
Arthur Fallot (1850-1911), médico francês, professor de Mediciana Legal, descreveu as características de uma das dezenas de cardiopatias congênitas cianóticas, a famosa Tetralogia de Fallot.
Descrever a organização anátomo-funcional do Sistema Circulatório e explicar como ele contribui para a manutenção da Homeostase. ®
A chave para entender o Sistema Circulatório é a Capacitância Venosa que se aplica aos vivos
Michelangelo Buonarotti (1475-1564), pintor e escultor italiano, esculpiu as estátuas de David e Moisés a partir de blocos de mármore, quando terminou Moisés disse: Perché non parli?
João Paulo, vc pode explicar a Michelangelo a importância dos Sinais Vitais (TPR-PA).
, aos mortos
Pierre Flourens [flúran] (1794-1867), médico francês, patrono espiritual dos Suicidas, demonstrou que a destruição do Tronco Encefálico causa morte imediata. Uma explicação seria a Insuficiência Respiratória por causa da localização dos centros Respiratórios. Giselle, explique como se pode viver sem respirar (TPR-PA)...
e aos zumbis
José Aurélio, interprete os Sinais Vitais (TPR-PA) de um Zumbi.

        5- Fisiologia do Sistema Respiratório... Hematose. Transporte de gases respiratórios no sangue. Equilíbrio ácido-básico.
 Fisiologia Geral do Sistema Respiratório 
Gibbon,
John Heysham Gibbon (1903-1973), cirurgião americano, em 1953 inventou a máquina Coração-Pulmão capaz de manter um fluxo de sangue com concentrações de gases respiratórios (CO2 e O2) adequado na microcirculação.
Hipócrates,
Na Teoria Hipócrates-Galeno parte do Ar inspirado atravessa poros invisíveis do septo interventricular cardíaco e se distribui por todo o corpo através das Artérias.
Hooke,
Robert Hooke (1635-1703), cientista inglês, mostrou que numa esternotomia a parede torácica se expande e os pulmões colabam, mas, ainda assim é possível manter a Respiração (com um fole conectado à traquéia) mesmo SEM os movimentos torácicos respiratórios (TPR-PA).
Drinker,
Philip Drinker (1894-1972), médico americano, desenvolveu a aplicação da pressão negativa extratorácica (patenteada por Alfred F. Jones em 1864) e criou o "Pulmão de aço" usado largamente na epidemia de polio bulbar em 1952.
Hardy.
James Hardy (1918-2003), cirurgião americano, realizou o primeiro transplante de pulmão em seres humanos (1967).