Transposição das grandes artérias com estenose pulmonar
CIRCULATÓRIO: CARDIOPATIA CONGÊNITA CIANÓTICA. Transposição das grandes artérias complicado com estenose pulmonar; (D-TGA) complicado com (CIV) ; Cardiopatia congênita cianótica. Comunicação ventrículo-atrial concordante.
Sexo: Não informado. Idade: Neonato. Lactente. De 04M-05M. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: PROGNÓSTICO: Fibrilação ventricular.
Clínica:. Dispneia, de esforço. Estatura baixa. Puberdade retardada. Precórdio abaulado. Cianose, nos lábios, mãos e pés. Pele azul-escura. Escleróticas cinzas. Escleróticas congestionadas. Baqueteamento dos dedos. Impulso torácico, retroesternal com frêmito. B2 única. B2P suave. Estalido de ejeção. &. Sopro sistólico, paraesternal esquerdo, alto, rude, irradiante, holossistólico, paraesternal esquerdo, alto, rude, irradiante.
Laboratório: RX de tórax:. Silhueta semelhante ao tamanco holandês (cueur em sabot. Base estreita. Concavidade da borda ocupada pela AP. Sombra apical arredondada alta. Aorta grande e curvada para D. ECG:. Onda P alta, apiculada. Eixo elétrico desviado para a direita. ECO:. Obstrução do VE. CAT:. Hipotensão pulmonar. Saturação da AP maior que da Aorta. Origem da aorta no VD. Origem da AP no VE. CIV. Obstrução de saída do VE.
Nenhum conjunto compatível de até 5 elementos foi encontrado!