Síndrome de Hughes-Stovin
CIRCULATÓRIO: VASCULITES DE ARTÉRIAS DE GRANDE CALIBRE. Forma incompleta de apresentação da doença de Behçet. Descrita em 1959 por John Patterson Hughes (-) e Peter George Ingle Stovin (-), médicos britânicos.
Sexo: >M. Idade: Jovem. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: EPIDEMILOGIA: Rara. PROGNÓSTICO: Mortalidade por ruptura de aneurisma no interior das vias aéreas. A causa mais frequente de mortalidade é a ruptura de um aneurisma no interior das vias respiratórias pulmonares. HISTÓRIA PESSOAL:. Cerca da metade está associada a defeitos cardiovasculares congênitos, especialmente anormalidades septais e do ducto arterioso.
Clínica:. Tosse. Dispneia. Hemoptise. Cefaleia. Febre, recorrente. Ponto cego aumentado. Tromboflebite, periférica. Trombose.
Laboratório: FUNDO de olho:. Papiledema. RN: Associação de múltiplos aneurismas de artéria pulmonar e trombose venosa profunda.
Lista de 11 síndromes minimais compatíveis de até 5 elementos...
. Trombose.
. Dispneia. Tromboflebite.
. Febre. Ponto cego aumentado.
. Hemoptise. Ponto cego aumentado.
. Hemoptise. Tromboflebite.
. Ponto cego aumentado. Tosse.
. Ponto cego aumentado. Tromboflebite.
. Cefaleia. Tosse. Tromboflebite.
. Febre. Tosse. Tromboflebite.
. Cefaleia. Dispneia. Febre. Hemoptise.
. Cefaleia. Febre. Hemoptise. Tosse.