Varicela
DERMATOSES POR ANORMALIA LÍQUIDA (vesículas, bolhas, abscessos, hematomas, secura, etc). Infecção por vírus da varicela-zóster; Catapora; Chickenpox, Varicella. Tata-pora (tupi) = fogo que salta. iApós a infecção primária pelo vírus varicela-zoster (VZV) o vírus estabelece a latência nos gânglios da raiz dorsal e do nervo craniano. Termo introduzido em 1694 por Richard Morton (1637-1698), médico inglês, como uma varíola "pequena".
Sexo: Não informado. Idade: Criança. De 01A-08A. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: . Incidência aumenta na primavera e inverno. Altamente contagiosa. Rara em <3 meses - proteção materna? e durante a gravidez. Pródromos de 0-1 dia. Data from passive and active surveillance have indicated a decline in varicella cases of 70%-84% between 1995 and 2001, in areas with vaccine coverage of 73%-84% among children aged 19-35 months. Varicella and herpes zoster occur worldwide, but varicella vaccine is routinely used for vaccination of children in only few countries such as the United States, Uruguay, and Quatar. The risk of varicella infection for travelers coming to the. United States is lower than for travel anywhere else in the world. However, VZV is still widely circulating in the. United States. Additionally, exposure to herpes zoster, while less common than varicella, poses a risk for varicella infection. In temperate. climates, in the absence of vaccination, most of varicella cases are reported among preschool and school-aged children during winter and spring. Data suggest that in tropical areas VZV infection occurs more commonly among adults than among children. Reasons for this difference in disease epidemiology are. unclear. They may relate to the agents heat lability and/or to factors such as the. tendency for less indoor crowding in tropical regions. PROGNÓSTICO: Cicatrizes encavadas. Adultos, Pneumonia interticial & Síndrome Respiratória Aguda. AVC. Celulite. CIVD. Encefalite. (1:1000). Erisipela. Epiglotite. Escarlatina. Hepatite. Infecção bacteriana secundária. Meningite. Osteomielite. Trombocitopenia (1-2 semanas após início do exantema). Síndrome de Reye. Contaminação por Estafilococos ou Estreptococos, Impetigo, erisipela, celulite, septicemia. Crianças que tiveram varicela com menos de 01 ano de idade podem desenvolver herpes zoster, pois não houve memória. IMUNIDADE: Geralmente permanente. HISTÓRIA PESSOAL:. Imunodeprimidos. INCUBAÇÃO: 10D-21D. TRANSMISSÃO: 1-2 dias antes do exantema até última crosta. Inalação de perdigoto. Contato ditreto (gotículas). Vias indiretas (mãos e roupas).
Clínica:. Início súbito, 14D, 10D-20D, após contato ou inalação de perdigoto com pessoa infectada. Febre. Mal-estar. Anorexia. Cefaleia. Mialgia. &01D-02D. Adenomegalia, generalizada. Exantema, local, couro cabeludo, orofaringe, generalizada, centrípeta, tronco, &, extremidades, face, mácula, &, pápula, &01H-10H, vesícula, umbilicada, 03-04mmD, elíptica, borda serreada, anel eritematoso, conteúdo límpido, &, truvo, crosta. Exantema papulovesicular, generalizado. Prurido generalizado. Evolução aguda, 07D-14D. Evolução recorrente.
Laboratório: HEMOGRAMA:. Leucócitos diminuídos. Esfregaço:. de Tzanck da base das vesículas. Células gigantes multinucleadas. IMUNO:. Fixação do complemento. Neutralização do vírus em cultura de células. Teste de Anticorpo fluorescente de esfregaços de lesão.
Lista de 46 síndromes minimais compatíveis de até 5 elementos...
. Exantema papulovesicular. Prurido generalizado.
. Adenomegalia. Evolução aguda. Evolução recorrente.
. Adenomegalia. Evolução aguda. Exantema papulovesicular.
. Adenomegalia. Evolução aguda. Prurido generalizado.
. Adenomegalia. Evolução recorrente. Prurido generalizado.
. Adenomegalia. Exantema. Exantema papulovesicular.
. Adenomegalia. Início súbito. Prurido generalizado.
. Anorexia. Evolução aguda. Exantema papulovesicular.
. Anorexia. Evolução aguda. Prurido generalizado.
. Anorexia. Evolução recorrente. Prurido generalizado.
. Anorexia. Exantema. Exantema papulovesicular.
. Anorexia. Início súbito. Prurido generalizado.
. Cefaleia. Evolução aguda. Exantema papulovesicular.
. Cefaleia. Evolução aguda. Prurido generalizado.
. Cefaleia. Evolução recorrente. Prurido generalizado.
. Cefaleia. Início súbito. Prurido generalizado.
. Evolução aguda. Evolução recorrente. Mal-estar.
. Evolução aguda. Evolução recorrente. Prurido generalizado.
. Evolução aguda. Exantema papulovesicular. Mialgia.
. Evolução aguda. Mal-estar. Prurido generalizado.
. Evolução recorrente. Exantema. Prurido generalizado.
. Evolução recorrente. Início súbito. Prurido generalizado.
. Evolução recorrente. Mal-estar. Prurido generalizado.
. Evolução recorrente. Mialgia. Prurido generalizado.
. Exantema. Exantema papulovesicular. Mialgia.
. Exantema. Mal-estar. Prurido generalizado.
. Início súbito. Mal-estar. Prurido generalizado.
. Adenomegalia. Anorexia. Mal-estar. Prurido generalizado.
. Adenomegalia. Anorexia. Mialgia. Prurido generalizado.
. Adenomegalia. Cefaleia. Evolução recorrente. Exantema.
. Adenomegalia. Evolução recorrente. Exantema. Início súbito.
. Adenomegalia. Evolução recorrente. Exantema. Mialgia.
. Adenomegalia. Exantema. Febre. Prurido generalizado.
. Anorexia. Cefaleia. Mal-estar. Prurido generalizado.
. Anorexia. Cefaleia. Mialgia. Prurido generalizado.
. Anorexia. Mal-estar. Mialgia. Prurido generalizado.
. Cefaleia. Evolução recorrente. Exantema. Exantema papulovesicular.
. Cefaleia. Evolução recorrente. Exantema. Mal-estar.
. Cefaleia. Exantema. Exantema papulovesicular. Início súbito.
. Cefaleia. Exantema. Exantema papulovesicular. Mal-estar.
. Evolução recorrente. Exantema. Exantema papulovesicular. Mal-estar.
. Evolução recorrente. Exantema. Início súbito. Mal-estar.
. Evolução recorrente. Exantema. Mal-estar. Mialgia.
. Adenomegalia. Anorexia. Cefaleia. Febre. Prurido generalizado.
. Anorexia. Exantema. Febre. Mialgia. Prurido generalizado.
. Cefaleia. Exantema. Febre. Mialgia. Prurido generalizado.