Angioceratoma pseudolinfomatoso acral
DERMATOSES ANGIOCERATOMATOSAS. APACHE syndrome; Angioqueratoma pseudolinfomatoso acral; Acral pseudolymphomatous; Angiokeratoma of children. Descrita em 1983 por Bart Ramsay (-), dermatologista irlandês.
Sexo: Não informado. Idade: Criança. Adolescente. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia:
Clínica:. Angioqueratoma. Pápulas eritêmato-violáceas, numero 10-40, diâmetro de 1 a 4mm, assintomáticas, de localização unilateral, geralmente com distribuição acral.
Laboratório: MORFO do tumor: Microscopia com epiderme de aspecto normal e um denso infiltrado linfocitário na derme, bem diferenciado, permeando estruturas do tecido conjuntivo, sem comprometer os anexos cutâneos. Esse aspecto histopatológico configura proliferação linfocitária, porém sem atipias nucleares, requerendo estudo imuno-histoquímico para diferenciação com os linfomas.
Nenhum conjunto compatível de até 5 elementos foi encontrado!