Gamopatia monoclonal
IMUNOGLOBULINAS. (GMSI). Monoclonal gammopathy. Proliferação monoclonal de plasmócitos, que produzem e secretam imunoglobulina ou fragmento de imunoglobulina monoclonal (proteína M). Descrita em 1960 por Jan Waldenstrom (1906-1996), oncologista sueco, com o nome de hipergamaglobulinemia essencial.
Sexo: Não informado. Idade: Adulto. Meia-idade. Idoso. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: . Adulto, 1%. Idoso, 3% acima de 70A. PROGNÓSTICO: Pode evoluir para doença maligna em anos-décadas. Mieloma múltiplo em 20%dos casos em 10 a 20A. Leucemia. Linfoma. Amiloidose. 33% benigna, Concentração de imunoglobulina homogênea menor que 2 g/dL, aumento não significativo na concentração de imunoglobulina homogênea desde a época do diagnóstico, ausência de diminuição na concentração das imunoglobulinas normais, ausência de cadeia leve homogênea na urina, hematócrito normal, Concentração de albumina sérica normal.
Clínica:. Evolução crônica, para malignidade, em 02A-20A.
Laboratório: IMUNO:. Pico monoclonal, normal de 2,5 g/dL. HEMOSTASIA:. Função plaquetária diminuída.
Nenhum conjunto compatível de até 5 elementos foi encontrado!