Ceratose seborréica
CERATOSES. Queratose seborréica; Dermatose papulosa negra; Doença de Leser-Trélat; Keratosis, seborrheic. Associado a neoplasias malignas. Descrita em 1869 por Ulysse Trélat (1828-1890), cirurgião francês, e em 1891 por Karl Basch (1859-1913). O sinal de Leser-Trélat é o aparecimento abrupto, com rápido aumento em número e tamanho, de múltiplas ceratoses seborréicas associado à uma neoplasia. #Ulysse Trélat (1795-1879), psiquiatra francês.
Sexo: Não informado. Idade: Idoso. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: HISTÓRIA PESSOAL:. Parkinson. Doença pelo HIV. PROGNÓSTICO: Bom. Fissuras. Infecções secundárias.
Clínica:. Lesão cutânea, mácula, marrom, bege, negra, 03-20mm, aveludada, verrucosa, encravadas, grudadas, pigmentada, superfície rugosa, pouco elevada, aumenta lentamente. Placas amarelada, geral, peito, costas, múltiplas, ovais, marrom, preta. Prurido localizado, eventual.
Laboratório:
Lista de 2 síndromes minimais compatíveis de até 5 elementos...
. Placas amarelada.
. Lesão cutânea. Prurido localizado.