Hipertensão arterial sistêmica secundária
CIRCULATÓRIO: REGULAÇÃO (Pressão arterial). Hipertensão secundária.
Sexo: Não informado. Idade: Não informada. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: HISTÓRIA PESSOAL:. Hiperaldosteronismo primário, em 0,7%. Hipertensão arterial renovascular. Síndrome de Cushing. Feocromocitoma, em 0,1%. Coartação da aorta. Gravidez. Hipercalcemia. Acromegalia. Doenças da tireóide. Hipertensão intracraniana. TERAPÊUTICA: Estrógeno. Contraceptivos orais, contra-indicação relativa. PROGNÓSTICO: Aterosclerose. . 5% dos casos.
Clínica:. Impotência. Hipertensão arterial. Morte súbita, eventual.
Laboratório: MORFO do coração:. Macrosopia do rim e coração, rim está reduzido de volume e tem superfície granulosa, devido à hialinose arteriolar e à hialinização glomerular, ambos processos levam a atrofia de parte dos néfrons, os néfrons atróficos correspondem às pequenas depressões da superfície renal, e os funcionantes produzem as granulações, o ventrículo esquerdo está hipertrófico devido à hipertensão arterial de longa duração.
Nenhum conjunto compatível de até 5 elementos foi encontrado!