Granuloma eosinofílico crônico do osso
HISTIOCITOSES X | GRANULOMATOSES NÃO-INFECCIOSAS. Granuloma eosinofílo do osso; Granuloma eosinofílico do osso; Histiocitoses de células Langerhans focal crônico; Granuloma eosinófilo; Eosinophilic granuloma. Proliferação intensa de elementos retículo-histiocitários com quantidades variáveis de leucócitos eosinófilos, leucócitos neutrófilos, linfócitos, células plasmáticas e células gigantes multinucleadas. Descrita em 1940 por Henry Jaffe (1896-1979), e em 1938 por Louis Lichtenstein (1906-1977), patologistas americanos.
Sexo: Não informado. Idade: Criança. Adolescente. Jovem. Adulto. De 05A-40A. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: SEXO: >M. . PROGNÓSTICO: Recuperação expontânea, eventual.
Clínica:. Lesão na mucosa, local, estômago, intestino delgado, nodulares. Dor óssea, múltipla. Lesão do pulmão, múltipla. Lesão cutânea múltipla.
Laboratório: MORFO do pulmão:. BIO transbrônquica. Lavados broncopulmonares:. Infiltração por eosinófilos. A célula proliferativa que parece ser a responsável pelas manisfestações clínicas é a célula de Langerhans. 
Lista de 2 síndromes minimais compatíveis de até 5 elementos...
. Lesão cutânea múltipla.
. Lesão do pulmão.