Acroceratoelastoidose de Costa
CERATOSES PALMOPLANTAR. Acroceratoelastoidose liquenoide; Acroceratoelastoidose de Osvaldo Costa; Acroqueratoelastoidose de Costa; Acroceratoelastoidose de ocorrência familial. Descrita em 1953 por Oswaldo Gonçalves Costa (-), dermatologista brasileiro.
Sexo: Não informado. Idade: Criança. Adolescente. Distribuição. Diagnóstico diferencial.
Epidemiologia: . TRANSMISSÃO: Autossômica dominante. Esporádica.
Clínica:. Lesão cutânea ceratótica, múltiplas pápulas amareladas, translúcidas, medindo aproximadamente 2-4 mm de diâmetro, ocasionalmente umbilicadas, localizadas na margem lateral das mãos e pés, simetricas.
Laboratório: MORFO da pele:. Hiperceratose, acantose discreta e elastorrexe, que é observada pela coloração com orceína.
Nenhum conjunto compatível de até 5 elementos foi encontrado!