CLASSIFICAÇÃO ANÁTOMO-PATOLÓGICA OU FISIO-PATOLÓGICA 14/10/2019

.01- HOMEOSTASE (Medicina Intensiva): O Princípio da Homeostase (Manutenção da estabilidade do Meio Interno) foi criado por Walter Cannon (1871-1945), fisiologista americano e Meio Interno (Líquido intersticial) por Claude Bernard (1813-1878), médico francês. Pierre Flourens (1794-1867), médico francês, demonstrou que a lesão difusa no Tronco Encefálico causa morte imediata.
     1- ELEMENTOS DE ANÁTOMO-PATOLOGIA
     2- ELEMENTOS DE FISIO-PATOLOGIA
     3- ELEMENTOS DE IMUNO-PATOLOGIA
     4- EMERGÊNCIAS E URGÊNCIAS
     5- METABOLISMO DAS PROTEÍNAS
     6- METABOLISMO DOS ÁCIDOS NUCLÉICOS
     7- METABOLISMO DOS CARBOIDRATOS
     8- METABOLISMO DOS LIPÍDEOS
     9- METABOLISMO DOS MINERAIS
.02- EMBRIOGÊNESE (Pediatria): EMBRIÃO: 00-08ª semana: Zigoto, Segmentação, Mórula (32 a 64 células), Blástula (mais 64 células, estágio da nidação) Gástrula (3 discos embrionários). FETO: 09-12ª - cabeça, 13-16ª - genitália, 17-20ª - pentapés, 21-25ª - surfactante, 26-29ª - eritropoiese no baço, 30-37ª - SN maduro. 38ª em diante - tamanho do pé ~ femur. NEONATO: Nascimento até 28 dias.
     1- DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTOPIAS E DISTROFIAS EMBRIONÁRIAS
     2- INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMORES CONGÊNITA
.03- UNIDADE MOTORA ESQUELÉTICA (Neurologia): Contração e relaxamento da musculatura esquelética. O conceito de Via Motora Final Comum (UME) foi criado por Charles Sherington (1857-1952), fisiologista e Edgar Adrian (1889-1977), médico, britânicos, agraciados em 1932 com o Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina.
     1- DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO
     2- DISTÚRBIOS DA JUNÇÃO NEUROMUSCULAR ESQUELÉTICA
     3- DISTÚRBIOS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO
     4- DISTÚRBIOS DO NEURÔNIO MOTOR INFERIOR
.04- SISTEMA NERVOSO (Neurologia, Oftalmologia, Psiquiatria): Manutenção de uma relação adequada entre o Organismo e o Meio Ambiente. Os elementos da Sensibilidade são: 1- Estímulo, 2- Órgão, 3- Receptor, 4- Via aferente, 5- Área de projeção aferente, 6- Resposta sensitiva, e da Motricidade são: 1- Estímulo, 2- Área de projeção eferente, 3- Via eferente, 4- Efetor, 5- Resposta motora.
     1- NERVOSO: CICLO SONO-VIGÍLIA
     2- NERVOSO: MOTRICIDADE SOMÁTICA (ATAXIAS, PLEGIAS E DISTONIAS)
     3- NERVOSO: MOTRICIDADE VISCERAL
     4- Nervoso_01: Disgenesias (Agenesias e Malformações e Neoplasias)
     5- Nervoso_02: Displasias, Distrofias, Distopias e Degenerações
     6- Nervoso_03: Hemodinâmica e Microcirculação
     7- Nervoso_04: Inflamação, Infecção e Infestação
     8- Nervoso_05: Tumor não neoplásico (Hérnia, Cisto, Abscesso, Granuloma e Hamartoma)
     9- Nervoso_06: Trumatismo, Ruptura, Queimadura, Geladura e Radiação
     10- PSIQUIATRIA: FUNÇÕES MENTAIS
     11- Sensibilidade especial
     12- Sensibilidade geral
.05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia): Manutenção de um fluxo adequado de sangue na microcirculação... do Tronco Encefálico. #Angeologia = estudo dos anjos.
     1- CIRCULATÓRIO: ATRESIAS, ESTENOSES, ESCLEROSES E OBSTRUÇÕES
     2- CIRCULATÓRIO: DISGENESIAS (AGENESIAS, HAMARTOMAS E NEOPLASIAS)
     3- CIRCULATÓRIO: DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES
     4- CIRCULATÓRIO: FARMACOLOGIA
     5- CIRCULATÓRIO: FÍSTULA, FISSURA, DILATAÇÃO E COMUNICAÇÃO
     6- CIRCULATÓRIO: FLUXO SANGUÍNEO, PRESSÃO SANGUÍNEA E RESISTÊNCIA VASCULAR
     7- CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (coração)
     8- CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (sistêmica)
     9- CIRCULATÓRIO: INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO E INFESTAÇÃO
     10- CIRCULATÓRIO: INSUFICIÊNCIAS
     11- CIRCULATÓRIO: PROP ELÉTRICAS (CRONOTROPISMO, BATMOTROPISMO E DROMOTROPISMO)
     12- CIRCULATÓRIO: PROP MECÂNICAS (INOTROPISMO)
     13- CIRCULATÓRIO: REGULAÇÃO (Pressão arterial)
     14- CIRCULATÓRIO: TUMOR NÃO NEOPLÁSICO (HÉRNIA, CISTO, ABSCESSO E GRANULOMA)
.06- SANGUE E LINFA (Hematologia e Imunologia): O Tecido conjuntivo sanguíneo é formado por Células (hemácias, leucócitos e plaquetas), sem Matriz extracelular (fundamental e fibrilar) e muito Líquido Intersticial ou Plasma cujo Volume é mantido pelo Equilíbrio de Starling.
     1- IMUNIDADE CELULAR
     2- IMUNIDADE HUMORAL
     3- SANGUE E LINFA: DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES
     4- SANGUE E LINFA: HEMÁCIAS
     5- SANGUE E LINFA: HEMATOPOIESE, HEMATÓCRITO E HEMÓLISE
     6- SANGUE E LINFA: HEMOSTASE E FIBRINÓLISE
     7- SANGUE E LINFA: INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO E INFESTAÇÃO
.06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia): Manutenção de um fluxo adequado de gases respiratórios na microcirculação pulmonar. Otorrinolaringologia: Ouvido, nariz e faringe e laringe. Pneumologia: Traqueia à microcirculação pulmonar.
     1- Respiratório_00: Inflamação (ite), Infecção e Infestação
     2- Respiratório_00: Intoxicação, Iatrogenia e Irradiação
     3- Respiratório_01: Derrame, Empiema e Infiltração
     4- Respiratório_01: Disgenesia; Agenesia, Malformação e Neoplasia (oma)
     5- Respiratório_02: Displasia, Distrofia, Distopia e Degeneração (ose)
     6- Respiratório_04: Atresia, Estenose, Esclerose, Obstrução e Aderência
     7- Respiratório_05: Fístula, Fissura, Dilatação (ectasia)
     8- Respiratório_06: Tumor não neoplásico; Hérnia, Cisto, Abscesso, Granuloma e Hamartoma (oma)
     9- Respiratório_08: Traumatismo, Fratura, Ruptura, Queimadura, Geladura e Ulceração
     10- Respiratório_10: Hemodinâmica, Microcirculação e Hemorragia
     11- Respiratório_11: Hematose (Ventilação, Difusão e Perfusão)
     12- Respiratório_12: Dismotilidade e Secreção
     13- Respiratório_13: Transporte de gases e Equilíbrio ácido-básico
     14- Respiratório_15: Insuficiência e Asfixia
.07- SISTEMA URINÁRIO (Nefrologia e Urologia): Manutenção de um fluxo adequado de água e eletrólitos na microcirculação renal. Carga filtrada (mg/min) = concentração no Filtrado (mg/mL) x Ritmo de Filtração Glomerular (mL/min). O Clearance ou depuração plasmático renal (mL/min) é uma variação Fluxo e calculado por Ritmo de eliminação (mg/min) / Concentração plasmática (mg/mL)
     1- ACIDIFICAÇÃO URINÁRIA
     2- CONCENTRAÇÃO URINÁRIA
     3- DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES NO SISTEMA URINÁRIO
     4- EQUILÍBRIO ÁCIDO-BÁSICO (Metabólica)
     5- EQUILÍBRIO HIDRO-ELETROLÍTICO
     6- EXCREÇÃO URINÁRIA
     7- HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (rins)
     8- INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMOR NÃO NEOPLÁSICO NO SISTEMA URINÁRIO
     9- Insuficiência renal
     10- Insuficiência renal aguda
     11- NEOFORMAÇÕES NO SISTEMA URINÁRIO
     12- SECREÇÃO TUBULAR
.08- SISTEMA DIGESTIVO (Gastroenterologia e Proctologia): Manutenção de um fluxo adequado de água e nutrientes na microcirculação intestinal.
     1- ABSORÇÃO
     2- DIGESTÃO
     3- DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES NO SISTEMA DIGESTIVO
     4- MOTILIDADE
     5- SECREÇÃO GASTROINTESTINAL
     6- VITAMINAS
.09- SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR (Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Urologia): Manutenção adequado do metabolismo e da espécie.
     1- ADRENAIS
     2- DISMORFISMOS NO SISTEMA ENDÓCRINO
     3- DISPLASIAS NO SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR
     4- DISTÚRBIOS DO EIXO HIPOTÁLAMO-HIPOFISÁRIO
     5- Hipotálamo
     6- INSUFICIÊNCIA POLIGLANDULAR AUTO-IMUNE
     7- MORFOLOGIA NO SISTEMA ENDÓCRINO REPRODUTOR
     8- Pâncreas endócrino
     9- Paratireoides
     10- RESISTÊNCIA HORMONAL
     11- SISTEMA REPRODUTOR FEMININO
     12- SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO
     13- Tireoide
     14- TIREÓIDE
.10- PELE E ANEXOS (Dermatologia): Cútis; Tez. Manutenção da temperatura corporal adequada e da imunidade inata ou natural., 16% do peso total e 1,2 a 2,3 m2 de superfície) é composta por 2 camadas: epiderme e derme. Os anexos são: unhas, glândulas sudoríparas e sebáceas, folículo piloso. É sobreposta à hipoderme (tecido subcutâneo).
     1- DERMATOMIOSITES
     2- DERMATOPATIAS COM PREDOMINÂNCIA DE COR
     3- DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS DA PELE E ANEXOS
     4- EPIDERME
     5- FURÚNCULOS E ABSCESSOS
     6- HIPODERME
     7- Infecções cutâneas por HIV
     8- INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMORES DA PELE
     9- LESÕES CUTÂNEAS
     10- LESÕES CUTÂNEAS POR FOTOSSENSIBILIDADE
     11- LESÕES CUTÂNEAS PREDOMINANTEMENTE LÍQUIDAS
     12- LESÕES CUTÂNEAS PREDOMINANTEMENTE SÓLIDAS
     13- LESÕES PREDOMINANTEMENTE EDEMATOSAS
.11- SISTEMA ESQUELÉTICO (Traumatologia e Ortopedia): Manutenção de uma adequada estrutura de suporte e mobilidade do organismo. Formado por óssos e articulações.
     1- BURSITES
     2- DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO
     3- ENTESOPATIAS
     4- INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMORES ÓSSEA
     5- INTOXICAÇÃO, IATROGENIA E IDIOPÁTICA ÓSSEA
     6- NEOPLASIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO
     7- TRAUMATISMOS NO SISTEMA ESQUELÉTICO
.13- NEOPLASIAS (Oncologia):
     1- NEOPLASIAS BENIGNAS
     2- NEOPLASIAS MALIGNAS
.14- SISTEMA CONJUNTIVO (Reumatologia): O tecido conectivo é formado por Células (residentes e transitórias), Matriz extracelular (fundamental e fibrilar) e Líquido intersticial ou Meio interno (água, eletrólitos, proteínas, gases, vitaminas, hormônios, etc). O Líquido intersticial, assim como o Plasma, é parte do Líquido extracelular.
     1- CÉLULAS RESIDENTES DO TECIDO CONJUNTIVO
     2- CÉLULAS TRANSITÓRIAS DO TECIDO CONJUNTIVO
     3- INFLAMAÇÃO AUTOIMUNE DO TECIDO CONJUNTIVO
     4- MATRIZ EXTRACELULAR FIBRILAR
     5- MATRIZ EXTRACELULAR FUNDAMENTAL
.15- INFECÇÃO, INFESTAÇÃO:
     1- ACIDENTES POR ANIMAIS PEÇONHENTOS
     2- BACTÉRIAS
     3- FUNGOS
     4- Helmintos
     5- PRÍON
     6- PROTOZOÁRIOS
     7- RIQUETTSIAS
     8- VÍRUS
16- ABORTAMENTO ./OBSTERÍCIA. Concepto (Aborto) pesando menos que 500g E menos de 20 (OMS) ou 22 (Ministério da Saúde) semanas de gestação. Feto = a partir da 09S; prematuro = de 20S a 36S; à termo = 37S a 42S. Abortamento (processo de abortar ~ parto). Condição prévia: gravidez.
     1- Aborto completo
     2- Aborto espontâneo
     3- Aborto espontâneo completo
     4- Aborto espontâneo incompleto
     5- Aborto habitual
     6- Aborto iminente
     7- Aborto incompleto
     8- Aborto retido
     9- Aborto séptico
     10- Ameaça de aborto
     11- Embolia consequente a aborto e a gravidez ectópica e molar
     12- Hemorragia tardia ou excessiva consequente a aborto e a gravidez ectópica e molar
     13- Hemorragia vaginal excessiva
     14- Insuficiência renal por aborto e a gravidez ectópica e molar
17- ABSORÇÃO ./08- SISTEMA DIGESTIVO (Gastroenterologia e Proctologia).
     1- ABSORÇÃO DE MINERAIS
     2- ABSORÇÃO INTESTINAL DE AMINOÁCIDOS
     3- ABSORÇÃO INTESTINAL DE CARBOIDRATOS
     4- artropatia oligoarticular
     5- Diarreia e gastroenterite de origem infecciosa presumível
     6- Disenteria amebiana aguda
     7- Doença de Crohn
     8- Doença de Crohn com espondilite
     9- Doença de Crohn com fístula ou abscesso
     10- Doença de Crohn do intestino delgado
     11- Doença de Crohn do intestino grosso
     12- Doença intestinal
     13- Doença perianal
     14- Enterite bacteriana
     15- Enterite por salmonella
     16- Enteropatia perdedora de proteína
     17- Enteropatia perdedora de proteína por doença da mucosa com ulceração
     18- Enteropatia perdedora de proteína por obstrução linfática
     19- Enteropatia perdedora de proteína por transudação idiopática da mucosa
     20- Espru celíaco
     21- Espru tropical
     22- Esquistossomose por Schistosoma mansoni
     23- Fasciolopsíase
     24- Fístula intestinal
     25- Gastroenterite eosinofílica
     26- Giardíase
     27- Isosporíase
     28- Síndrome de malabsorção intestinal
     29- Síndrome de malabsorção intestinal de lipídeos
     30- Tuberculose gastrointestinal
18- ABSORÇÃO DE MINERAIS ./ABSORÇÃO.
19- ABSORÇÃO INTESTINAL DE AMINOÁCIDOS ./ABSORÇÃO.
     1- Doença de Hartnup
20- ABSORÇÃO INTESTINAL DE CARBOIDRATOS
Alterar
./ABSORÇÃO. Intolerância alimentar é causada ausência de enzima. #Alergia alimentar onde há participação do Sistema Imunológico. #Intoxiação alimentar.
     1- DISSACARÍDEOS
     2- MONOSSACARÍDEOS
     3- OXIDAÇÃO DO PIRUVATO
     4- POLISSACARÍDEOS
     5- Intolerância à lactose forma congênita
     6- Intolerância à lactose no adulto
     7- Intolerância à maltose
     8- Intolerância à sacarose
     9- Intolerância à trealose
     10- Intolerância ao amido
21- ABSORÇÃO, REABSORÇÃO, SECREÇÃO E EXCREÇÃO ./ELEMENTOS DE FISIO-PATOLOGIA.
22- ACIDENTES POR ANIMAIS PEÇONHENTOS ./15- INFECÇÃO, INFESTAÇÃO.
     1- Intoxicação por inoculação de veneno de cobra cascavel
     2- Intoxicação por inoculação de veneno de cobra coral
     3- Intoxicação por inoculação de veneno de cobra jararaca
     4- Intoxicação por inoculação de veneno de cobra surucucu
     5- Intoxicação por inoculação de veneno de lagarto
23- ACIDIFICAÇÃO URINÁRIA ./07- SISTEMA URINÁRIO (Nefrologia e Urologia).
24- ACIDOSE METABÓLICA ./EQUILÍBRIO ÁCIDO-BÁSICO (Metabólica).
     1- Acidose metabólica com hiato aniônico aumentado
     2- Acidose metabólica com hiato aniônico aumentado por ânion metabólico
     3- Acidose metabólica com hiato aniônico aumentado por ânion químico
     4- Acidose metabólica com hiato aniônico diminuído
     5- Acidose metabólica com recuperação de cetoacidose diabética
     6- Acidose metabólica hiperclorêmica com hiato aniônico normal
     7- Acidose metabólica hiperclorêmica com hiato aniônico normal por perda de bicarbonato
     8- Acidose metabólica lática com coma
     9- Acidose metabólica lática tipo A
     10- Acidose metabólica lática tipo B
     11- Acidose metabólica por cetoacidose alcoólica
     12- Acidose metabólica por diluição com salina isosmolar
     13- Acidose metabólica por hiperalimentação
     14- Acidose metabólica por tranfusão sanguínea maciça
     15- Acidose metabólica pós-hipocapnia
     16- Acidose metabólica tardia do recém-nascido
     17- Acidose tubular renal tipo I do túbulo distal
     18- Acidose tubular renal tipo II do túbulo proximal
     19- Acidose tubular renal tipo III da insuficiência glomerular
     20- Acidose tubular renal tipo IV por hipoaldosteronismo hiporreninêmico
     21- Cetoacidose
     22- Cetoacidose diabética com alcalose metabólica e hiato aniônico normal
     23- Coma hiperglicêmico e cetoacidose
     24- Insuficiência renal crônica com acidose metabólica
25- ACIDOSE RESPIRATÓRIA ./Respiratório_13: Transporte de gases e Equilíbrio ácido-básico. ACIDOSIS, RESPIRATORY.
     1- Acidose respiratória aguda
     2- Acidose respiratória crônica
26- ACONDROGÊNESES ./DISPLASIAS ESQUELÉTICAS. Ossificação encondral deficiente, anasarca, abdomen distendido e um crânio desproporcionalmente grande.
     1- Acondrogênese tipo I
     2- Acondrogênese tipo II
27- ACROCEFALOSSINDACTILIAS ./DISGENESIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO. Acrocefalossindactilia é a apresentação conjunta de craniossinostose e sindactilia. Craniossinostoses é a fusão precoce das suturas cranianas. Sindactilia é união entre dois ou mais dedos das mãos ou dos pés.
     1- Disostose craniofacial de Crouzon
     2- Síndrome de Apert
     3- Síndrome de cefalopolissindactilia de Greig
     4- Síndrome de Pfeiffer
     5- Síndrome de Saethre-Chotzen
28- ADRENAIS ./09- SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR (Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Urologia).
     1- HORMÔNIOS CORTICÓIDES
     2- MEDULA DAS ADRENAIS
     3- Neuroblastoma das adrenais
29- AFETIVIDADE ./PSIQUIATRIA: FUNÇÕES MENTAIS.
     1- Autismo atípico
     2- Depressão psicótica
     3- Distúrbio afetivo bipolar
     4- Distúrbio afetivo bipolar episódio atual hipomaníaco
     5- Distúrbio depressivo recorrente, episódio atual grave
     6- Distúrbio depressivo recorrente, episódio atual grave com sintomas psicóticos
     7- Distúrbio esquizoafetivo tipo depressivo
     8- Distúrbio psicótico agudo polimorfo
     9- Distúrbio psicótico agudo polimorfo com sintomas de esquizofrenia
     10- Distúrbios MC por uso de álcool - distúrbio psicótico
     11- Outro distúrbio desintegrativo da infância
     12- Paranóia
     13- Psicose
     14- Psicose afetiva
     15- Psicose alucinatória crônica
     16- Psicose carcerária
     17- Psicose epiléptica
     18- Psicose esquizoafetiva
     19- Psicose esquizoafetiva tipo maníaco
     20- Psicose histérica
     21- Psicose orgânica
     22- Psicose paranóica psicogênica
     23- Psicose puerperal
     24- Psicose reativa breve
     25- Psicose tipo esquizofrênico
     26- Síndrome amnésica de Korsakoff
     27- Síndrome de Ganser
30- ALCALOSE METABÓLICA ./EQUILÍBRIO ÁCIDO-BÁSICO (Metabólica).
     1- Alcalose metabólica que não responde à solução salina com alcalose renal hipertensa
     2- Alcalose metabólica que não responde à solução salina com alcalose renal normotensa
     3- Alcalose metabólica que responde à solução salina
31- ALCALOSE RESPIRATÓRIA ./Respiratório_13: Transporte de gases e Equilíbrio ácido-básico.
     1- Alcalose respiratória aguda
     2- Alcalose respiratória crônica
32- Amiloidoses
Alterar
./PROTEINOSES (INTERSTICIAL). Degeneração de Abercrombie. Amiloide (mais de 20 tipos) é uma proteína em lâmina beta-pregueada insolúvel e formadora de agregados (placas) é semelhante (oide) ao amilo (ou amido, um glicano = sacarídeo), ose = degeneração. Descrita em 1828 por John Abercrombie (1781-1844), fisiopatologista escocês, em 1854 por Rudolf Virchow (1821-1902), médico polonês, pai da Patologia e por Otto Lubarsch (1860-1933), patologista alemnão.
     1- Amiloidose associada à doença de Alzheimer
     2- Amiloidose associada ao mieloma múltiplo tipo AL
     3- Amiloidose com miocardiopatia
     4- Amiloidose com polineuropatia
     5- Amiloidose corneana
     6- Amiloidose derivada de hormônios polipeptídicos
     7- Amiloidose heredofamiliar
     8- Amiloidose heredofamiliar tipo 1
     9- Amiloidose heredofamiliar tipo II
     10- Amiloidose heredofamiliar tipo III
     11- Amiloidose heredofamiliar tipo IV
     12- Amiloidose intestinal
     13- Amiloidose muscular
     14- Amiloidose oculoleptomeningeal
     15- Amiloidose primária
     16- Amiloidose primária sistêmica tipo AL
     17- Amiloidose respiratória
     18- Amiloidose secundária
     19- Amiloidose secundária tipo AA
     20- Febre familiar do Mediterrâneo fenótipo II
     21- Neuropatia autonômica amiloide
     22- Paramiloidose
     23- Síndrome de Lubarsch-Pick
     24- Síndrome de Van Allen
33- AMINOÁCIDOS AROMÁTICOS
Alterar
./AMINOÁCIDOS E DERIVADOS. Fenilalanina, Tirosina e Triptófano. Principais fontes (dieta): carne, peixe, ovo, leite e derivados.
     1- Alcaptonúria
     2- Deficiência da enzima fenilalanina transaminase
     3- Fenilcetonúria tipo I
     4- Fenilcetonúria tipo II
     5- Hiperfenilalaninemia benigna
     6- Tirosinemia hereditária tipo I
     7- Tirosinemia hereditária tipo III
     8- Tirosinemia transitória do recém-nascido
     9- Uso de nitisinona
34- AMINOÁCIDOS E DERIVADOS ./METABOLISMO DAS PROTEÍNAS.
     1- AMINOÁCIDOS AROMÁTICOS
     2- AMINOÁCIDOS RAMIFICADOS
     3- Cistina
     4- Glicina
     5- Lisina
     6- MELANINA
     7- OXALOSE
35- AMINOÁCIDOS RAMIFICADOS
Alterar
./AMINOÁCIDOS E DERIVADOS. Valina, Leucina e Isoleucina, além de ramificados são aminoácidos essenciais. Fontes dietética: carne, ovo, leite e derivados.
     1- Acidemia glutárica
     2- Acidose isovalérica
     3- Acidúria 2-metil-butiril glicinúria
     4- Acidúria 3-metil-crotonilisínica
     5- Acidúria 3-metilglutacônica
     6- Acidúria alfa-metil acetoacética
     7- Acidúria metilmalônica
     8- Acidúria propiônica
     9- Deficiência da enzima 3-metilcrotonil-CoA carboxilase
     10- Doença da urina em xarope de bordo tipo intermediária e intermitente
     11- Doença do xarope de bordo tipo clássica
     12- Hipervalinemia
     13- Isoleucina-leucinemia
36- ANABOLISMO DO GRUPO HEME
Alterar
./SANGUE E LINFA: HEMÁCIAS. O grupo heme (proto-heme 9) é formado por um átomo de ferro ferroso (Fe+2) no centro da porfirina (protoporfirina 9) que é um anel heterocíclico tetrapirrólico (o pirrol é o núcleo de cada um dos 4 porfobilinogênios precursores). A hemoglobina possui 4 grupos heme (pode transportar 4 O2), a Mioglobina, um. Porfirina (grego) = pigmento roxo.
     1- ANEMIAS
     2- PROFIRIAS
     3- Saturnismo
37- ANEMIAS ./ANABOLISMO DO GRUPO HEME.
     1- ANEMIAS APLÁSTICA
     2- ANEMIAS FALCIFORME
     3- ANEMIAS FERROPRIVA
     4- ANEMIAS HEMOLÍTICA
     5- ANEMIAS SIDEROBLÁSTICA
     6- Anemia aguda pós-hemorrágica
     7- Anemia congênita
     8- Anemia congênita com corpúsculos de Heinz
     9- Anemia congênita por perda sanguínea fetal
     10- Anemia da prematuridade
     11- Anemia de Dresbach
     12- Anemia de Dyke-Young
     13- Anemia diseritropoética congênita
     14- Anemia esplênica não familiar
     15- Anemia macrocítica
     16- Anemia megaloblástica
     17- Anemia microcítica
     18- Anemia mielopática
     19- Anemia neonatal
     20- Anemia nutricional
     21- Anemia por deficiência de proteínas
     22- Anemia por outros distúrbios do metabolismo do glutation
     23- Anemia refratária
     24- Anemia refratária com excesso de blastos
     25- Anemia refratária com excesso de blastos com transformação
     26- Anemia refratária com sideroblastos
     27- Anemia refratária sem sideroblastos
     28- Hiperesplenismo
38- ANEMIAS APLÁSTICA ./ANEMIAS. Redução do número de células na medulas ósse com consequente diminuição das três linhagens heatopoiéticas.
     1- Anemia aplástica
     2- Anemia aplástica constitucional
     3- Anemia aplástica idiopática
     4- Anemia aplástica induzida por drogas
     5- Anemia aplástica por agente externo
39- ANEMIAS FALCIFORME ./ANEMIAS.
40- ANEMIAS FERROPRIVA ./ANEMIAS.
     1- Anemia ferropriva
     2- Anemia ferropriva com disfagia
     3- Anemia ferropriva por perda crônica de sangue
41- ANEMIAS HEMOLÍTICA ./ANEMIAS.
     1- Anemia de Jaksch
     2- Anemia de Lederer
     3- Anemia hemolítica
     4- Anemia hemolítica adquirida
     5- Anemia hemolítica auto-imune
     6- Anemia hemolítica auto-imune por drogas
     7- Anemia hemolítica eliptocítica congênita
     8- Anemia hemolítica hereditária
     9- Anemia hemolítica microangiopática
     10- Anemia hemolítica não-autoimune por drogas
     11- Anemia hemolítica por deficiência da enzima glicofosfato desidrogenase
     12- Anemia hemolítica por deficiência da enzima glicose-6-fosfato-desidrogenase
     13- Anemia hemolítica por drogas dose dependente
     14- Anemia hemolítica por hemoglobina instável
     15- Anemia por distúrbios enzimáticos
     16- Distúrbio falciforme
     17- Doença aguda por crio-hemaglutininas pós-infecciosa
     18- Doença por crio-hemaglutininas crônica
     19- Esferocitose hereditária
     20- Estomatocitose
     21- Púrpura trombocitopênica idiopática
     22- Síndrome de Zieve
     23- Síndrome hemolítica-urêmica
42- ANEMIAS SIDEROBLÁSTICA ./ANEMIAS. Grupo de anemias caracterizadas pela presença de sideroblastos em anel (ferro + célula precussora = eritroblastos atípicos e anormais com grânulos de ferro acumulados nas mitocôndrias ao redor do núcleo). Incapacidade de incorporar ferro à protoporfirina.
     1- Anemia sideroblástica autossômica recessiva
     2- Anemia sideroblástica hereditária mitocondrial
     3- Anemia sideroblástica ligada ao X
     4- Anemia sideroblástica por uso de drogas ou toxinas
     5- Anemia sideroblástica secundária
43- ANGIOQUERATOMAS ./CERATOSES. Angioceratoma. Angio+ceratose+oma. Tumores vasculares ectásicos pequenos (derme) recobertos por hiperqueratose (epiderme). Os 5 tipos são: 1- Angioqueratoma circunscrito, 2- Angioqueratoma de Mibelli; 3- Angioqueratoma papular solitário, 4- Angioqueratoma de Fordyce, 5- Angioceratoma difuso de Fabry.
     1- Angioqueratoma corporis circunscrito
     2- Angioqueratoma de Fordyce
     3- Angioqueratoma papular solitário
     4- Angioqueratoma pseudolinfomatoso acral
44- ARTÉRIAS CARÓTIDAS ./Nervoso_03: Hemodinâmica e Microcirculação.
     1- Aneurisma da artéria carótida
     2- Estenose da artéria cerebral anterior
     3- Estenose da artéria cerebral média
     4- Estenose das carótidas
     5- Fístula carotídeo-cavernosa
     6- Hemorragia subaracnoide proveniente da artéria cerebral média
     7- Infarto cerebral por lesão da artéria cerebral anterior
     8- Infarto cerebral por lesão da artéria cerebral média
     9- Infarto cerebral por lesão da cerebral média ramo anterior principal
     10- Infarto cerebral por lesão da cerebral média ramo posterior principal
     11- Infarto cerebral por oclusão ou estenose da artéria carótida interna
     12- Infarto cerebral por oclusão ou estenose da artéria oftálmica
     13- Infarto cerebral por oclusão ou estenose da cerebral anterior distal à comunicante anterior
     14- Infarto cerebral por oclusão ou estenose da cerebral anterior proximal à comunicante anterior
     15- Infarto cerebral por trombose de artérias carótidas
     16- Síndrome da artéria cerebral anterior
45- Artérias vertebrobasilares ./Nervoso_03: Hemodinâmica e Microcirculação.
     1- Enxaqueca da artéria basilar
     2- Estenose da artéria cerebral posterior
     3- Hemorragia cerebelar
     4- Hemorragia cerebelar não-traumática e da fossa posterior do feto ou recém-nascido
     5- Hemorragia subaracnoide proveniente da artéria basilar
     6- Infarto cerebelar por lesão artéria cerebelar superior
     7- Infarto cerebelar por lesão da artéria cerebelar inferior anterior
     8- Infarto cerebelar por lesão da artéria cerebelar posterior inferior
     9- Infarto cerebral por lesão da artéria cerebral posterior
     10- Infarto cerebral por oclusão ou estenose da artéria vertebral distal
     11- Infarto cerebral por oclusão ou estenose da artéria vertebral ramos paramedianos
     12- Infarto cerebral por oclusão ou estenose das duas vertebrais ou da artéria basilar
     13- Oclusão e estenose da artéria basilar
     14- Oclusão e estenose da artéria carótida
     15- Oclusão e estenose da artéria vertebral
     16- Oclusão e estenose de artérias cerebelares
     17- Síndrome da artéria cerebral posterior
     18- Síndrome de Wallenberg
46- ATAXIA MOTORA ./NERVOSO: MOTRICIDADE SOMÁTICA (ATAXIAS, PLEGIAS E DISTONIAS).
     1- ATAXIAS CEREBELARES HEREDITÁRIAS
     2- ATAXIAS ESPINOCEREBELARES
     3- Coreia
     4- Ataxia congênita não-progressiva
     5- Ataxia hereditária tipo V com neuropatia
     6- Ataxia hereditária tipo VI com neuropatia
     7- Ataxia hereditária tipo VII com neuropatia
     8- Ataxia ipsilateral
     9- Atetose
     10- Degeneração cerebelar paraneoplásica
     11- Distúrbio das habilidades motoras
     12- Distúrbio específico do desenvolvimento motor
     13- Distúrbios dissociativos do movimento
     14- Distúrbios MC por uso de álcool - Intoxicação aguda
     15- Doenças talâmicas
     16- Encefalopatia necrotizante subaguda
     17- Hemorragia intracraniana não-traumática
     18- Hidrocefalia
     19- Hidrocefalia de pressão normal
     20- Insônia familiar fatal
     21- Insuficiência renal crônica com polineuropatia
     22- Intoxicação aguda por ingestão de cloreto de mercúrio
     23- Intoxicação aguda por ingestão ou aspiração de homólogos do benzeno por ingestão aguda
     24- Intoxicação aguda por ingestão por Enxofre e seus compostos por ingestão aguda
     25- Intoxicação aguda por mercúrio
     26- Intoxicação aguda por vapores de derivados halogênicos - Tricloroetano
     27- Intoxicação crônica com Manganês e seus compostos
     28- Intoxicação crônica neurológica em crianças por ingestão de chumbo e seus compostos
     29- Intoxicação crônica por ingestão de Cádmio e seus compostos
     30- Intoxicação de álcool isopropílico por ingestão aguda por ingestão aguda
     31- Intoxicação pelo peixe baiacu do pacífico tipo grave
     32- Intoxicação pelo peixe baiacu do pacífico tipo leve
     33- Intoxicação por Amiodarona
     34- Intoxicação por Anticonvulsivante - Hidantoína e seus derivados
     35- Intoxicação por Antimônio e seus compostos aguda
     36- Intoxicação por Baclofeno
     37- Intoxicação por Carbamazepina
     38- Intoxicação por Dexclorfeniramina
     39- Intoxicação por Dexclorfeniramina (maleato) CNP betametasona
     40- Intoxicação por ingestão de Benzodiazepinas - Diazepam
     41- Intoxicação por Lorazepam
     42- Intoxicação por partes de plantas - Espirradeira - por ingestão aguda
     43- Intoxicação por partes de plantas - Funcho-selvagem - por ingestão aguda
     44- Intoxicação por partes de plantas - Juá - por ingestão aguda
     45- Meduloblastoma
     46- Papiloma do plexo coroide
     47- Paralisia cerebral infantil
     48- Retardo mental grave
     49- Síndrome da serotonina
     50- Síndrome de Benedikt
     51- Síndrome de Joubert
     52- Síndrome de Lesch-Nyhan
     53- Síndrome de Luciani
     54- Síndrome de Mann
     55- Síndrome de Mount-Reback
     56- Síndrome de Pancoast
     57- Síndrome de Rett
     58- Síndrome do boxeador
     59- Síndrome do fantoche feliz
     60- Síndrome do treme-treme
     61- Síndrome dos hemisférios cerebelares
     62- Síndrome paraneoplásica
     63- Traumatismo intracraniano
     64- Uso de carbidopa - levodopa
47- ATAXIAS CEREBELARES DE INÍCIO PRECOCE ./ATAXIAS CEREBELARES HEREDITÁRIAS.
     1- Ataxia cerebelar de início precoce com reflexos tendinosos preservados
     2- Ataxia cerebelar de início precoce com tremor essencial
     3- Ataxia de Friedreich
     4- Ataxia espinocerebelar ligada ao X recessiva
     5- Dissinergia cerebelar mioclônica de Ramsay Hunt
48- ATAXIAS CEREBELARES DE INÍCIO TARDIO ./ATAXIAS CEREBELARES HEREDITÁRIAS. Late cerebellar atrophy of the Marie-Foix-Alajouanine syndrome. Descrita em 1922 por Pierre Marie (1853-1940), Théophile Alajouanine (1890-1980) e Charles Foix (1882-1927), neurologistas franceses.
49- ATAXIAS CEREBELARES HEREDITÁRIAS ./ATAXIA MOTORA. Heredo-ataxia cerebelar; Hérédo-ataxie cérébelleuse.
     1- ATAXIAS CEREBELARES DE INÍCIO PRECOCE
     2- ATAXIAS CEREBELARES DE INÍCIO TARDIO
     3- Ataxia cerebelar
     4- Ataxia cerebelar de Pierre Marie
     5- Ataxia cerebelar de Sanger Brown
     6- Atrofia olivopontocerebelar
     7- Degeneração hipertrófica do núcleo olivar
     8- Síndrome de Nothnagel tipo II
     9- Síndrome de Saldino-Mainzer
50- ATAXIAS ESPINOCEREBELARES ./ATAXIA MOTORA. Atrofia espinocerebelar; Spinocerebellar ataxias.
     1- Ataxia espinocerebelar tipo I
     2- Ataxia espinocerebelar tipo II
     3- Ataxia espinocerebelar tipo III
     4- Ataxia espinocerebelar tipo IV
     5- Síndrome de Schut-Haymaker
51- ATROFIAS MUSCULAR ESPINHAL ./DISTÚRBIOS DO NEURÔNIO MOTOR INFERIOR.
     1- Amiotrofia monomélica
     2- Atrofia muscular de Eichhorst
     3- Atrofia muscular de Haenel
     4- Atrofia muscular distal bilateral dos membros superiores
     5- Atrofia muscular espinal hereditária ligada ao X
     6- Atrofia muscular espinhal
     7- Atrofia muscular espinhal de Vulpian-Bernhardt
     8- Atrofia muscular espinhal do adulto
     9- Atrofia muscular espinhal e bulbar
     10- Atrofia muscular espinhal infantil com insuficiência respiratória
     11- Atrofia muscular espinhal infantil tipo I
     12- Atrofia muscular espinhal infantil tipo II intermediária
     13- Atrofia muscular espinhal juvenil tipo III progressiva
     14- Atrofia muscular espinhal progressiva distal
     15- Atrofia muscular espinhal tipo escápulo peronial - eliminar
     16- Atrofia muscular espinhal tipo IV
     17- Atrofia muscular peronial axonal hipertrófica
     18- Doença de Charcot-Marie-Tooth tipo I
     19- Doença de Charcot-Marie-Tooth tipo I com Síndrome de Davidenkow
     20- Doença de Charcot-Marie-Tooth tipo I ligada ao X
     21- Doença de Charcot-Marie-Tooth tipo II
     22- Doença de Charcot-Marie-Tooth tipo III
     23- Doença de Charcot-Marie-Tooth tipo IV
     24- Síndrome de Davidenkow
     25- Síndrome de Landouzy
     26- Síndrome pós-poliomielite
52- Audição ./SENSIBILIDADE ESPECIAL.
     1- AUDIÇÃO 2- ESTRUTURA DE SUPORTE
     2- AUDIÇÃO 2- ÓRGÃO
     3- AUDIÇÃO 3- RECEPTOR
     4- AUDIÇÃO 4- VIA AFERENTE
     5- AUDIÇÃO 5- ÁREA DE PROJEÇÃO CORTICAL
     6- AUDIÇÃO 6- RESPOSTA
     7- AUDIÇÃO 6- RESPOSTA-PERCEPÇÃO
53- AUDIÇÃO 2- ESTRUTURA DE SUPORTE ./AUDIÇÃO.
     1- Ausência da trompa de Eustáquio
     2- Colesteatoma recorrente da cavidade pós-mastoidectomia
     3- Distúrbios degenerativos e vasculares do ouvido
     4- Distúrbios do ouvido e da apófise mastoide pós-procedimentos
     5- Efeitos da pressão atmosférica e da pressão da água
     6- Mastoidite aguda
     7- Mastoidite bacteriana
     8- Mastoidite crônica
     9- Mastoidite e afecções correlatas
     10- Obstrução da trompa de Eustáquio
     11- Otalgia
     12- Otalgia e secreção auditiva
     13- Otorragia
     14- Otorreia
     15- Outros distúrbios consequentes à mastoidectomia
     16- Outros distúrbios do ouvido e da apófise mastoide pós-procedimento
     17- Salpingite da trompa de Eustáquio
     18- Síndrome da articulação temporo-mandibular
     19- Síndrome de Costen
     20- Trompa de Eustáquio aberta
54- AUDIÇÃO 2- ÓRGÃO ./AUDIÇÃO.
     1- Abscesso no ouvido externo
     2- Ausência, atresia e estenose congênita do conduto auditivo externo
     3- Celulite do ouvido externo
     4- Colesteatoma do ouvido externo
     5- Colesteatoma do ouvido médio
     6- Comprometimento da audição
     7- Corpo estranho no ouvido
     8- Efeitos do ruído sobre o ouvido interno
     9- Estenose adquirida do conduto auditivo externo
     10- Exostose do conduto auditivo externo
     11- Malformação congênita do órgão de Corti
     12- Melanoma maligno da orelha e do conduto auditivo externo
     13- Neoplasia benigna da pele da orelha e do conduto auditivo externo
     14- Neoplasia in situ da pele da orelha e do conduto auditivo externo
     15- Neoplasia maligna da pele da orelha e do conduto auditivo externo
     16- Nevo melanocítico da orelha e do conduto auditivo externo
     17- Otite externa
     18- Otite média
     19- Otosclerose
     20- Otosclerose da cóclea
     21- Otosclerose que compromete a janela oval não-obliterante
     22- Otosclerose que compromete a janela oval obliterante
     23- Perda de audição bilateral por distúrbio de condução
     24- Perfuração da membrana do tímpano
55- AUDIÇÃO 3- RECEPTOR ./AUDIÇÃO.
     1- Perda de audição ototóxica
56- AUDIÇÃO 4- VIA AFERENTE ./AUDIÇÃO.
     1- Ganglionite geniculada pós-herpética de Ramsay Hunt
     2- Lesão do nervo vestíbulococlear parte acústica
     3- Perda de audição bilateral mista, de condução e neuro-sensorial
     4- Perda de audição bilateral neuro-sensorial
     5- Perda de audição mista, de condução e neuro-sensorial
     6- Perda de audição neuro-sensorial
     7- Perda de audição por distúrbio de condução
     8- Perda de audição por distúrbio de condução e/ou neuro-sensorial
     9- Perda de audição unilateral mista, de condução e neuro-sensorial, sem restrição de audição contralateral
     10- Perda de audição unilateral neuro-sensorial, sem restrição de audição contralateral
     11- Síndrome de surdez neurossensorial, anormalias oculares e habitus marfanoide
57- AUDIÇÃO 5- ÁREA DE PROJEÇÃO CORTICAL ./AUDIÇÃO.
     1- Doenças auditivas centrais
58- AUDIÇÃO 6- RESPOSTA ./AUDIÇÃO.
     1- Deficiência auditiva
     2- Insuficiência auditiva
     3- Perda auditiva parcial
     4- Perda de audição
     5- Perda de audição súbita idiopática
     6- Presbiacusia
     7- Surdez herediária
     8- Surdez súbita
     9- Surdo-mudez
59- AUDIÇÃO 6- RESPOSTA-PERCEPÇÃO ./AUDIÇÃO.
     1- Distúrbios da audição
     2- Outras percepções auditivas anormais
     3- Perda auditiva funcional
     4- Surdez psicogênica
     5- Tinnitus
60- BACTÉRIAS ./15- INFECÇÃO, INFESTAÇÃO.
     1- Abscesso intracraniano
     2- Abscesso intracraniano, osteomielite ou artrite
     3- Abscesso no intestino
     4- Abscesso periamigdaliano
     5- Actinomicose
     6- Anexite
     7- Angiomatose bacilar
     8- Artrite bacteriana não-gonocócica aguda
     9- Artrite e pioliartrite estafilocócicas
     10- Artrite reativa
     11- Artrite reumática tipo migratória aguda e sem comprometimento cardíaco
     12- Artrite séptica
     13- Bartonelose
     14- Brucelose
     15- Carbúnculo
     16- Cardite por meningococos
     17- Cárie dentária
     18- Celulite de dedos das mãos e dos pés
     19- Complexo cutâneo primário
     20- Coqueluche por Bordetella parapertussis
     21- Coqueluche por Bordetella pertussis
     22- Coqueluche soe
     23- Coqueluche tipo grave
     24- Corioamnionite com membranas integras
     25- Diarreia dos viajantes
     26- Difteria
     27- Difteria com neuropatia
     28- Difteria com polineuropatia
     29- Difteria cutânea
     30- Difteria faríngea
     31- Difteria laríngea
     32- Difteria nasofaríngea
     33- Disfunção de fagócito bactericida
     34- Doença de Lyme símile
     35- Endometrite puerperal
     36- Enterite necrotizante por Clostridium perfringens ou C_welchii
     37- Enterocolite pseudomembranosa por Clostridium difficile
     38- Epiglotite aguda
     39- Erisipela
     40- Escherichia coli como cdcoc
     41- Espirilose
     42- Febre paratifoide A
     43- Febre paratifoide B
     44- Febre paratifoide C
     45- Febre pré-tibial
     46- Febre reumática aguda critérios menores
     47- Furunculose
     48- Gangrena e necrose do pulmão
     49- Gangrena gasosa
     50- Gastrite auto-imune
     51- Gastrite crônica por Helicobacter pylori
     52- Gastrite flegnonosa
     53- Haemophilus influenzae, como cdcoc
     54- Impetigo bolhoso
     55- Infecção bacteriana
     56- Infecção da faringe por clamídias
     57- Infecção do SNC por anaeróbios
     58- Infecção estafilocócica
     59- Infecção estreptocócica
     60- Infecção gonocócica
     61- Infecção intestinal por Escherichia coli enterohemorrágica
     62- Infecção intestinal por Escherichia coli enteroinvasiva
     63- Infecção intestinal por Escherichia coli enteropatogênica
     64- Infecção intestinal por Escherichia coli enterotoxigênica
     65- Infecção meningogócica
     66- Infecção micobacteriana disseminada
     67- Infecção por bactérias Yersinia enterocolítica
     68- Infecção por clamídias do trato geniturinário inferior
     69- Infecção por clamídias do trato geniturinário, localização não especificada
     70- Infecção por clamídias transmitida por via sexual, de outras localizações
     71- Infecção por clamídias, pelviperitonial e de outros órgãos geniturinários
     72- Infecção por espiroqueta
     73- Infecção puerperal
     74- Infecções localizadas por sallmonela
     75- Infecções periodônticas por anaeróbios
     76- Intoxicação alimentar estafilocócica
     77- Intoxicação alimentar por bacillus cereus tipo diarréica
     78- Intoxicação por Rifamicinas
     79- Lepra
     80- Lepra lepromatosa
     81- Leptospirose
     82- Maduromicose
     83- Melioidose aguda e fulminante
     84- Meningite por bactérias Estafilococo
     85- Meningite por bactérias Estreptococo
     86- Meningococcemia aguda
     87- Mormo
     88- Neoplasia linfoproliferativa
     89- Nocardiose
     90- Outras doenças bacterianas especificadas
     91- Outras infecções causadas por clamídias transmitidas por via sexual
     92- Outras infecções especificadas por espiroquetas
     93- Outras infecções especificadas por salmonela
     94- Outras infecções intestinais bacterianas
     95- Outras infecções por meningococos
     96- Outras intoxicações alimentares bacterianas
     97- Outras intoxicações alimentares bacterianas especificadas
     98- Outras manifestações da bouba
     99- Outros agentes bacterianos especificados, como cdcoc
     100- Outros agentes bacterianos, como cdcoc
     101- Peliose hepática
     102- Pelviperitonite aguda feminina
     103- Peritonite aguda bacteriana expontânea
     104- Peste celulocutânea
     105- Peste meníngea
     106- Peste pneumônica
     107- Peste septicêmica
     108- Pinta não especificada
     109- Prostatite aguda
     110- Prostatite crônica
     111- Pseudomonas mallei ou Pseudomonas pseudomallei como cdcoc
     112- Psitacose
     113- Salpingite e ooforite agudas
     114- Sepse por clostridium
     115- Sífilis
     116- Sífilis anal secundária
     117- Sífilis cardiovascular
     118- Sífilis latente
     119- Sífilis primária
     120- Sífilis secundária
     121- Sífilis sintomática no estômago
     122- Sífilis tardia
     123- Síndrome do choque tóxico
     124- Tuberculose da pálpebra
     125- Tuberculose do colo do útero
     126- Tuberculose do epidídimo
     127- Tuberculose hepática
     128- Tuberculose miliar aguda
     129- Tuberculose pulmonar sem realização de exame bacteriológico ou histológico
     130- Tuberculose verrucosa
     131- Tularemia
     132- Tularemia ulceroglandular
61- BRAQUIDACTILIAS ./DISGENESIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO. Classificação de Bell. encurtamento dos dedos devido a hipoplasia, aplasia ou outras anormalidades das falanges, metacarpo ou metatarso.
     1- Braquidactilia tipo A
     2- Braquidactilia tipo A-1
     3- Braquidactilia tipo A-2
     4- Braquidactilia tipo A-3
     5- Braquidactilia tipo B
     6- Braquidactilia tipo C
     7- Braquidactilia tipo D
     8- Braquidactilia tipo E
     9- Síndrome de braquidactilia preaxial de Temtamy
     10- Síndrome de braquidactilia-retardo mental
62- BURSITES ./11- SISTEMA ESQUELÉTICO (Traumatologia e Ortopedia). Bursopatia; Capsulite adesiva; Bursitis.
     1- Bursite anserina
     2- Bursite aquileana
     3- Bursite calcaneal inferior
     4- Bursite da mão
     5- Bursite do olécrano
     6- Bursite do ombro
     7- Bursite gonocócica
     8- Bursite isquiática
     9- Bursite pré-patelar
     10- Bursite reumatoide
     11- Bursite sifilítica
     12- Bursite tibial colateral
     13- Bursite trocantérica
     14- Doença de Tornwaldt
63- CÁLCIO ./Equilíbrio hidro-eletrolítico.
64- CATABOLISMO DO GRUPO HEME
Alterar
./SANGUE E LINFA: HEMATOPOIESE, HEMATÓCRITO E HEMÓLISE.
     1- Icterícia
     2- Adenocarcinoma de papila duodenal
     3- Colangite esclerosante secundária
     4- Colestase inflamatória
     5- Colestase intermitente benigna
     6- Colestase intrahepática familiar progressiva tipo 1
     7- Colestase intrahepática familiar progressiva tipo 2
     8- Fibrose cística hepática
     9- Insuficiência hepática crônica
     10- Intoxicação crônica de Bismuto e seus compostos
     11- Intoxicação crônica por Bifenis policlorados
     12- Intoxicação crônica por vapores de Tetracloroetano
     13- Intoxicação por ingestão de Acrilonitrila
     14- Intoxicação por ingestão de espécies crotalaria de alcaloides pirrolizídínicos
     15- Intoxicação por ingestão ou contato de nitrofenóis
     16- Intoxicação por Metildopa
     17- Isoimunização ABO do feto e do recém-nascido
     18- Leptospirose icterohemorrágica
     19- Neoplasia maligna das vias biliares extra-hepáticas
     20- Síndrome de Crigler-Najjar
     21- Síndrome de Crigler-Najjar tipo 1
     22- Síndrome de Crigler-Najjar tipo 2
     23- Síndrome de Dubin-Johnson
     24- Síndrome de Gilbert tipo I
     25- Síndrome de Lucey-Driscoll
     26- Síndrome de Mirizzi
     27- Síndrome de Rotor
     28- Tumor ulcerado da papila duodenal
65- CÉLULAS RESIDENTES DO TECIDO CONJUNTIVO ./14- SISTEMA CONJUNTIVO (Reumatologia). As células residentes são: Fibroblastos (originadas do mesênquima), Histiócitos (Macrófagos residentes originados dos monócitos), Mastócitos (do precussores do sangue), Adipócitos (dos fibroblastos ou das células mesangiais) e Células mesangiais indiferenciadas. O Mesênquima é o tecido conjuntivo embrionário do folheto mesoderma. O mesângio é o tecido de sustentação dos capilares.
     1- Lipoma
     2- Lipoma atípico
     3- Lipoma da mama
     4- Lipoma de células fusiformes
     5- Lipoma intramuscular
     6- Lipoma pleomórfico
     7- Lipomatose
     8- Lipomatose simétrica múltipla
     9- Mielolipoma
     10- Neoplasia benigna lipomatosa
     11- Neoplasia benigna lipomatosa de órgãos intra-abdominais
     12- Síndrome de Touraine-Renault
66- CÉLULAS TRANSITÓRIAS DO TECIDO CONJUNTIVO ./14- SISTEMA CONJUNTIVO (Reumatologia). As células temporárias são: Plasmócitos (derivados de linfócitos B e produtoras de anticorpos), Neutrófilos, Eosinófilos, Basófilos e Monócitos migram do sangue. Os Monócitos se diferenciam em Macrófagos, estes podem ser fixos (Histiócitos) ou temporários.
     1- Mieloma múltiplo
     2- Mieloma múltiplo e neoplasias malignas de plasmócitos
     3- Plasmocitoma extramedular
67- CERAMIDOSES ./ESFINGOLIPIDOSES. Acúmulo de Ceramida (acil-esfingosina). A ceramida é importante para formar os glicocerebrosídeos e os galactocerebrosídeos.
     1- Doença de Farber
68- CERATOSES ./DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS DA PELE E ANEXOS. Queratose; Ceratoma; Keratosis. Hiperplasia da camada mais superficial da pele (estrato ou camada córnea, constituída basicamente por queratina) com aspecto escamoso ou verrucoso, duro e áspero (como calo ou verruga). Uma lesão cutânea pré-cancerosa.
     1- ANGIOQUERATOMAS
     2- CERATOSES ADQUIRIDAS
     3- CERATOSES HEREDITÁRIAS
     4- Ceratose actínica
     5- Ceratose folicular e parafolicular penetrante na pele de Kyrle
     6- Ceratose seborréica
     7- Queilite actínica
     8- Síndrome de Chanarin-Dorfman
     9- Síndrome de Rud
69- CERATOSES ADQUIRIDAS ./CERATOSES.
     1- CERATOSES INFLAMATÓRIAS
     2- CERATOSES NÃO INFLAMATÓRIAS
70- CERATOSES HEREDITÁRIAS ./CERATOSES.
     1- CERATOSES PALMOPLANTAR
     2- ICTIOSES
     3- POROCERATOSES
     4- Ceratose folicular
     5- Eritroceratodermia variável
     6- Eritroqueratodermia simétrica progressiva
71- CERATOSES INFLAMATÓRIAS ./CERATOSES ADQUIRIDAS.
     1- PSORÍASES
     2- Artropatia psoriásica interfalangiana distal
     3- Ictiose adquirida
     4- Líquen estriado
     5- Líquen nítido
     6- Líquen plano
     7- Parapsoríase
     8- Parapsoríase de grandes placas
     9- Parapsoríase de pequenas placas
     10- Parapsoríase em placa de Brocq
     11- Parapsoríase retiforme
     12- Pitiríase liquenoide e varioliforme aguda
     13- Pitiríase rósea de Gilbert
     14- Pitiríase rubra pilar
72- CERATOSES NÃO INFLAMATÓRIAS ./CERATOSES ADQUIRIDAS.
     1- Acantose nigricans
     2- Acropigmentação reticulada de Kitamura
     3- Calos e calosidade
     4- Ceratose folicular adquirida
     5- Clavus
     6- Hiperqueratose lenticular persistente
     7- Líquen espinuloso
     8- Líquen planopilar
     9- Pitiríase rotunda
     10- Síndrome de Bazex-Dupré-Christol
73- CERATOSES PALMOPLANTAR ./CERATOSES HEREDITÁRIAS. Grupo heterogêneo de doenças com espessamento anormal das palmas das mãos e nas plantas dos pés. Divide-se em 3 formas clínicas: difusa, focal e punctata (ponteada).
     1- Acroceratoelastoidose de Costa
     2- Ceratodermia aquagênica
     3- Ceratodermia mutilante de Vohwinkel
     4- Ceratodermia palmarplantar difusa de Unna-Thost
     5- Ceratodermia palmarplantar punctata de Buschke-Fischer-Brauer
     6- Ceratodermia palmoplantar com escleroatrofia
     7- Ceratodermia palmoplantar com periodontite
     8- Ceratodermia palmoplantar de Gamborg Nielsen
     9- Ceratodermia palmoplantar de Sybert
     10- Ceratodermia palmoplantar difusa epidermolítica de Vorner
     11- Ceratodermia palmoplantar e paraplegia espástica
     12- Ceratodermia palmoplantar estriada de Brunauer-Fuhs-Siemens
     13- Ceratodermia palmoplantar focal
     14- Ceratose palmoplantar de Meleda
     15- Ceratose palmoplantar de Nagashima
     16- Ceratose palmoplantar linear
     17- Ceratose palmplantar punctata
     18- Doença de Cole
     19- Epidermodisplasia verruciforme de Lutz-Lewandowsky
     20- Eritrodermia ictiosiforme congênita bolhosa
     21- Hiperceratose focal acral
     22- Ictiose de Curth-Macklin
     23- Papulomatose palmoplantar de Jakac-Wolf
     24- Síndrome da hiperceratose-hiperpigmentação
     25- Síndrome de Carvajal
     26- Síndrome de ceratose palmoplantar e carcinoma de Howel-Evans
     27- Síndrome de Haim-Munk
     28- Síndrome de Naegeli-Franceschetti-Jadassohn
     29- Síndrome de Netherton
     30- Síndrome de Olmsted
     31- Síndrome de Refsum
     32- Síndrome de Schopf–Schulz–Passarge
     33- Síndrome de Schwann
     34- Síndrome de Sjogren-Larsson
     35- Síndrome de Spanlang-Tappeiner
     36- Síndrome do nevo basocelular nevoide
     37- Tirosinemia hereditária tipo II
74- CEREBROSIDOSES ./ESFINGOLIPIDOSES. São esfingolipídeos complexos, formados a partir da união da Ceramida (esfingosina + ácido graxo), uma molécula hidrofóbica assim como os fosfolipideos, com Ceramida + glicose (glicocerebrosídeos, Doença de Gaucher) ou Ceramida + galactose (galactocerebrosídeos, Doença de Krabble).
     1- Doença de Gaucher
     2- Doença de Gaucher tipo 1 não-neuropática
     3- Doença de Gaucher tipo 2 neuropática infantil
     4- Doença de Gaucher tipo 3 neuropática juvenil
     5- Doença de Krabbe tipo infantil
     6- Doença de Krabbe tipo tardia
     7- Doença de Schindler
75- CICLO DA URÉIA
Alterar
./METABOLISMO DAS PROTEÍNAS.
     1- Acidúria argininosuccínica
     2- Argininemia
     3- Citrulinemia
     4- Citrulinemia tipo infantil e adulta
     5- Citrulinemia tipo neonatal
     6- Deficiência da enzima N-acetil glutamato sintetase
     7- Hiperamonemia transitória do recém-nascido
     8- Hiperamoniemia tipo I
     9- Hiperamoniemia tipo II
     10- Síndrome de hiperornitinemia, hiperamoniemia e homocitrulinemia
76- CICLO MENSTRUAL (Ovulação)
Alterar
./GINECOLOGIA.
     1- Amenorreia
     2- Amenorreia primária
     3- Amenorreia secundária
     4- Dismenorreia
     5- Dismenorreia primária
     6- Dismenorreia secundária
     7- Dispareunia
     8- Hiperestimulação dos ovários
     9- Hipermenorreia
     10- Hipermenorreia puberal
     11- Infertilidade feminina
     12- Infertilidade feminina associada à anovulação
     13- Infertilidade feminina associada à fatores do parceiro
     14- Infertilidade feminina de outra origem
     15- Menstruação ausente, escassa e pouco frequente
     16- Menstruação irregular
     17- Metrorragia
     18- Oligomenorreia primária
     19- Oligomenorreia secundária
     20- Ovulação dolorosa
     21- Sangramento abundante na pré-menopausa
     22- Sangramento da ovulação
     23- Síndrome de Turner
     24- Síndrome dos ovários policísticos
77- CICLO MENSTRUAL (Útero)
Alterar
./GINECOLOGIA.
     1- Adenomiose
     2- Endometriose
     3- Infertilidade feminina de origem cervical
     4- Infertilidade feminina de origem tubária
     5- Infertilidade feminina de origem uterina
     6- Uso de anticoncepcionais orais
78- CIRCULATÓRIO: ANEURISMAS DAS ARTÉRIAS SISTÊMICAS ./CIRCULATÓRIO: VASOS SANGUÍNEOS ARTERIAIS SISTÊMICOS. Aneurisma de localização não especificada; Aneurysm, ruptured.
     1- Aneurisma cerebral
     2- Aneurisma cerebral arteriovenoso congênito não-roto
     3- Aneurisma congênito da artéria cerebral média
     4- Aneurisma da artéria aorta
     5- Aneurisma da artéria aorta abdominal
     6- Aneurisma da artéria aorta abdominal com inflamação
     7- Aneurisma da artéria aorta dissecante
     8- Aneurisma da artéria aorta torácica
     9- Aneurisma da artéria aorta torácica com ruptura
     10- Aneurisma da artéria aorta toráco-abdominal
     11- Aneurisma da artéria aorta tóraco-abdominal com ruptura
     12- Aneurisma da artéria basilar
     13- Aneurisma da artéria coronária
     14- Aneurisma da artéria dos membros inferiores
     15- Aneurisma da artéria ilíaca
     16- Aneurisma da artéria inominada
     17- Aneurisma da artéria renal
     18- Aneurisma da artéria vertebral dissecante
     19- Aneurisma vascular congênito
     20- Malformação arteriovenosa de vasos pré-cerebrais
79- CIRCULATÓRIO: ANTIARRÍTMICOS CLASSE I ./CIRCULATÓRIO: FARMACOLOGIA. Bloqueadores dos canais de Sódio.
     1- Bloqueadores de canais de sódio - Quinidina
     2- Bloqueadores de canais de sódio 1A
     3- Bloqueadores de canais de sódio 1B
     4- Bloqueadores de canais de sódio 1C
     5- Intoxicação por bloqueadores de canais de sódio
80- CIRCULATÓRIO: ANTIARRÍTMICOS CLASSE II ./CIRCULATÓRIO: FARMACOLOGIA. Bloqueadores dos receptores adrenérgicos beta.
     1- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos beta nãoseletivos
     2- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos beta não-seletivos - Propranolol
     3- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos beta1 seletivos
     4- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos beta1 seletivos - Esmolol
     5- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos beta2 seletivos
     6- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos beta2 seletivos - Butoxamina
81- CIRCULATÓRIO: ANTIARRÍTMICOS CLASSE III ./CIRCULATÓRIO: FARMACOLOGIA. Bloqueadores dos canais de potássio.
     1- Bloqueadores de canais de potássio
     2- Bloqueadores de canais de potássio - Amiodarona
82- CIRCULATÓRIO: ANTIARRÍTMICOS CLASSE IV ./CIRCULATÓRIO: FARMACOLOGIA. Bloqueadores dos canais de cálcio.
     1- Bloqueadores de canais de cálcio
83- CIRCULATÓRIO: ATRESIAS, ESTENOSES, ESCLEROSES E OBSTRUÇÕES ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia).
     1- Angina abdominal
     2- Aterosclerose
     3- Aterosclerose da aorta
     4- Aterosclerose da aorta e artérias ilíacas
     5- Aterosclerose das artérias coronarianas
     6- Aterosclerose das artérias das extremidades
     7- Aterosclerose das artérias femoral e poplítea
     8- Aterosclerose das artérias tibial, peroneira e pediosas
     9- Atresia congênita da valva pulmonar
     10- Atresia congênita da valva pulmonar com comunicação interventricular
     11- Atresia congênita da valva tricúspide
     12- Atresia congênita da valva tricúspide com comunicação interventricular
     13- Atresia da valva pulmonar
     14- Atresia da valva tricúspide
     15- Coartação da aorta
     16- Complicação cirúrgica com atresia adquirida total do trato de saída do ventrículo direito
     17- Estenose da valva aórtica congênita
     18- Estenose da valva mitral congênita
84- CIRCULATÓRIO: Automatismo ./CIRCULATÓRIO: PROP ELÉTRICAS (CRONOTROPISMO, BATMOTROPISMO E DROMOTROPISMO).
     1- Arritmia cardíaca
     2- Arritmia sinusal
     3- Batimentos ventriculares prematuros
     4- Bradicardia sinusal
     5- Displasia arritmogênica ventricular direita
     6- Hipercalcemia
     7- Hiperpotassemia
     8- Hipopotassemia
     9- Insuficiência circulatória cerebral por bradicardia sinusal
     10- Neurose cardíaca
     11- Parada sinusal
     12- Ritmo do seio coronário
     13- Ritmo idioventricular acelerado
     14- Ritmo idioventricular bigeminado
     15- Ritmo juncional atrioventricular
     16- Ritmo nodal
     17- Síndrome de poliesplenia
     18- Síndrome de Wolff-Parkinson-White
     19- Síndrome do nodo sinusal
     20- Taquicardia atrial ectópica
     21- Taquicardia atrial ectópica multifocal
     22- Taquicardia atrial paroxística com bloqueio de condução
     23- Taquicardia atrioventricular nodal de reentrada
     24- Taquicardia juncional ectópica
     25- Taquicardia juncional não-paroxística
     26- Taquicardia nodal
     27- Taquicardia paroxística
     28- Taquicardia sinoatrial nodal de reentrada
     29- Taquicardia sinusal
     30- Taquicardia sinusal extrema
     31- Taquicardia supraventricular
     32- Taquicardia ventricular
85- CIRCULATÓRIO: CAMADAS DO CORAÇÃO ./CIRCULATÓRIO: PROP MECÂNICAS (INOTROPISMO).
     1- CIRCULATÓRIO: PERICARDITE
     2- Cardiopatia reumática aguda
     3- Cardiopatia reumática crônica
     4- Endocardite
     5- Endocardite de valva
     6- Miocardite
     7- Traumatismo do coração com hemopericárdio e tamponamento
86- CIRCULATÓRIO: CÂMARAS CARDÍACAS ./CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (coração).
     1- Aneurisma cardíaco
     2- Cardiomegalia dilatada
     3- Comunicação atrioventricular
     4- Comunicação interventricular
     5- Comunicação interventricular com hipertensão arterial pulmonar
     6- Comunicação interventricular com regurgitação da valva aórtica
     7- Comunicação interventricular pequena
87- CIRCULATÓRIO: CARDIOPATIA CONGÊNITA ACIANÓTICA ./CIRCULATÓRIO: VASOS DA BASE DO CORAÇÃO.
     1- Canal atrioventricular comum
     2- Coartação da aorta com comunicação interventricular
     3- Complexo de Eisenmenger
     4- Comunicação interatrial
     5- Comunicação interventricular grande
     6- Persistência do canal arterial
     7- Regurgitação da valva mitral congênita
88- CIRCULATÓRIO: CARDIOPATIA CONGÊNITA CIANÓTICA ./CIRCULATÓRIO: VASOS DA BASE DO CORAÇÃO.
     1- Tetralogia de Fallot em crianças
     2- Transposição das grandes artérias com comunicação interventricular grande
     3- Transposição das grandes artérias com estenose pulmonar
     4- Tronco arterial comum
     5- Ventrículo com dupla via de entrada
     6- Ventrículo direito com dupla via de saída com estenose pulmonar
89- CIRCULATÓRIO: CARDIOTÔNICOS ./CIRCULATÓRIO: FARMACOLOGIA.
     1- Intoxicação por glicosídeos cardioativos e semelhantes
90- CIRCULATÓRIO: CONDUTIBILIDADE
Alterar
./CIRCULATÓRIO: PROP ELÉTRICAS (CRONOTROPISMO, BATMOTROPISMO E DROMOTROPISMO).
     1- Bloqueio atrioventricular do primeiro grau
     2- Bloqueio atrioventricular do segundo grau
     3- Bloqueio atrioventricular do segundo grau de Mobitz I
     4- Bloqueio atrioventricular do segundo grau de Mobitz II
     5- Bloqueio atrioventricular do terceiro grau
     6- Bloqueio atrioventricular e do ramo esquerdo
     7- Bloqueio cardíaco
     8- Bloqueio congênito do coração
     9- Bloqueio de ramo
     10- Bloqueio de ramo bifascicular
     11- Bloqueio de ramo direito
     12- Bloqueio de ramo direito completo
     13- Bloqueio de ramo direito incompleto
     14- Bloqueio de ramo esquerdo completo
     15- Bloqueio de ramo esquerdo incompleto
     16- Bloqueio de ramo intraventricular
     17- Bloqueio de ramo no fascículo direito
     18- Bloqueio de ramo no fascículo esquerdo anterior
     19- Bloqueio de ramo no fascículo esquerdo posterior
     20- Bloqueio de ramo trifascicular
     21- Bloqueio do ramo esquerdo
     22- Bloqueio sinoatrial de saída
     23- Síndrome de Lown-Ganong-Levine
     24- Síndrome do QT longo com surdez
     25- Síndrome do QT longo sem surdez
91- CIRCULATÓRIO: DISGENESIAS ./CIRCULATÓRIO: DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES. Disgensias ou Malformações vasculares são: capilar, venosa, linfática, arterial e combinada.
     1- CIRCULATÓRIO: NEOVASCULARIZAÇÃO
92- CIRCULATÓRIO: DISGENESIAS (AGENESIAS, HAMARTOMAS E NEOPLASIAS) ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia).
     1- Malformação congênita dos vasos cerebrais com lesões infratentoriais
     2- Malformação congênita dos vasos cerebrais com lesões supratentoriais
     3- Malformação vascular da medula espinhal
     4- Malformações congênitas das valvas aórtica e mitral
     5- Malformações congênitas das valvas pulmonar e tricúspide
93- CIRCULATÓRIO: DISPLASIAS ./DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES.
     1- CIRCULATÓRIO: TUMORES
     2- Angiodisplasia do cólon
     3- Angiodisplasias
94- CIRCULATÓRIO: DISPLASIAS ARTERIAS SISTÊMICAS
Alterar
./CIRCULATÓRIO: VASOS SANGUÍNEOS ARTERIAIS SISTÊMICOS.
     1- Displasia arterial fibromuscular
     2- Displasia artério-hepática
     3- Hiperplasia angiolinfoide com eosinofilia
95- CIRCULATÓRIO: DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia).
     1- CIRCULATÓRIO: DISGENESIAS
96- CIRCULATÓRIO: DIURÉTICOS ./CIRCULATÓRIO: FARMACOLOGIA.
97- CIRCULATÓRIO: Doença isquêmica aguda do coração
Alterar
./CIRCULATÓRIO: Vasos do coração. Degeneração celular hidrópica: Lesão reversível. Necrose isquêmica (morte celular em organismo vivo por isquemia): Lesão celular irreversível.
     1- Angina pectoris
     2- Angina pectoris com coronariografia normal
     3- Angina pectoris instável
     4- Anormalidades do batimento cardíaco
     5- Choque cardiogênico
     6- Defeito de condução intraventricular
     7- Disfunção miocárdica
     8- Doença isquêmica crônica do coração
     9- Infarto agudo do miocárdio ântero-septal
     10- Infarto agudo do miocárdio com aneurisma cardíaco
     11- Infarto agudo do miocárdio com complicações atuais
     12- Infarto agudo do miocárdio com comunicação interatrial
     13- Infarto agudo do miocárdio com comunicação interventricular
     14- Infarto agudo do miocárdio com extra-sístole ventricular
     15- Infarto agudo do miocárdio com hemopericárdio
     16- Infarto agudo do miocárdio com hipotensão
     17- Infarto agudo do miocárdio com Insuficiência ventricular esquerda aguda
     18- Infarto agudo do miocárdio com outras complicações atuais
     19- Infarto agudo do miocárdio com pericardite
     20- Infarto agudo do miocárdio com ruptura da parede sem hemopericárdio
     21- Infarto agudo do miocárdio com ruptura das cordoalhas tendinosas
     22- Infarto agudo do miocárdio com ruptura dos músculos papilares
     23- Infarto agudo do miocárdio com taquicardia ventricular
     24- Infarto agudo do miocárdio com trombose cardíaca
     25- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede anterior - cicatrizado
     26- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede anterior - em cicatrização
     27- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede anterior - em evolução
     28- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede anterior - recente
     29- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede antero-lateral - cicatrizado
     30- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede antero-lateral alto - recente
     31- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede antero-septal - cicatrizado
     32- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede inferior - em evolução
     33- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede inferior - recente
     34- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede inferior envolvendo o VD
     35- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede posterior - recente
     36- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede posterior - em cicatrização
     37- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede posterior - em evolução
     38- Infarto agudo do miocárdio transmural da parede póstero-inferior
     39- Infarto agudo do miocárdio transmural de localização não especificada
     40- Infarto agudo do miocário não-transmural subendocárdico anterior
     41- Infarto antigo do miocárdio
     42- Infarto do miocárdio recorrente
     43- Sífilis terciária com Infarto agudo do miocárdio
98- CIRCULATÓRIO: Excitabilidade ./CIRCULATÓRIO: PROP ELÉTRICAS (CRONOTROPISMO, BATMOTROPISMO E DROMOTROPISMO).
     1- Arritmia atrial ectópica
     2- Arritmia ventricular por reentrada
     3- Batimentos atriais ectópicos multifocais
     4- Despolarização atrial prematura
     5- Despolarização juncional prematura
     6- Despolarização ventricular prematura multifocais
     7- Despolarização ventricular prematura unifocais
     8- Extrasístole nodal inferior
     9- Extrasístole nodal intermediária
     10- Extrasístole nodal superior
     11- Extrasístole supraventricular
     12- Fibrilação atrial
     13- Fibrilação atrial paroxística
     14- Fibrilação atrial permanente
     15- Flutter atrial
     16- Flutter e fibrilação atrial
99- CIRCULATÓRIO: FARMACOLOGIA ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia).
     1- CIRCULATÓRIO: ANTIARRÍTMICOS CLASSE I
     2- CIRCULATÓRIO: ANTIARRÍTMICOS CLASSE II
     3- CIRCULATÓRIO: ANTIARRÍTMICOS CLASSE III
     4- CIRCULATÓRIO: ANTIARRÍTMICOS CLASSE IV
     5- CIRCULATÓRIO: CARDIOTÔNICOS
     6- CIRCULATÓRIO: DIURÉTICOS
     7- CIRCULATÓRIO: VASODILATADORES
     8- Agonistas dos receptores adrenérgicos alfa1 seletivos - Fenilefrina
     9- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos alfa não seletivos - Fentolamina
     10- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos alfa nãoseletivos
     11- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos alfa nãoseletivos - Fenoxibenzamina
     12- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos alfa1 seletivos
     13- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos alfa1 seletivos - Prasozina
     14- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos alfa2 seletivos - Ioimbina
     15- Bloqueadores dos receptores adrenérgicos alfa2 seletivos - Talazolina
     16- Diuréticos de alça
     17- Diuréticos de alça - Ácido etacrínico
     18- Diuréticos de alça - Furosemida
     19- Diuréticos espoliadores de potássio - Tiazídicos e relacionados
     20- Diuréticos osmóticos
     21- Diuréticos poupadores de potássio
     22- Uso de Ipeca
100- CIRCULATÓRIO: FÍSTULA, FISSURA, DILATAÇÃO E COMUNICAÇÃO ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia).
101- CIRCULATÓRIO: FLUXO SANGUÍNEO, PRESSÃO SANGUÍNEA E RESISTÊNCIA VASCULAR ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia).
102- CIRCULATÓRIO: FUNÇÃO DIASTÓLICA ./CIRCULATÓRIO: PROP MECÂNICAS (INOTROPISMO).
     1- Derrame pericárdico não-inflamatório
103- CIRCULATÓRIO: FUNÇÃO SISTÓLICA ./CIRCULATÓRIO: PROP MECÂNICAS (INOTROPISMO).
     1- Abscesso no miocárdio
     2- Cardiomiopatia
     3- Cardiomiopatia restritiva
     4- Cardiomiopatia secundária dilatada no puerpério
     5- Degeneração miocárdica
     6- Difteria com cardiomiopatia
     7- Hemocromatose com cardiomiopatia
     8- Hipertrofia atrial direita
     9- Hipertrofia atrial esquerda
     10- Hipertrofia ventricular direita
     11- Hipertrofia ventricular esquerda
     12- Miocardiopatia dilatada
     13- Miocardiopatia dilatada alcoólica
     14- Miocardiopatia dilatada por agentes químicos
     15- Miocardiopatia hipertrófica obstrutiva
     16- Miocardiopatia hipertrófica primária
     17- Miocardiopatia por agentes químicos
     18- Miocardiopatia por agentes tóxicos
     19- Miocardiopatia por drogas
     20- Miocardiopatia por outros agentes externos
     21- Síndrome de takotsubo
     22- Síndrome do coração esquerdo hipoplásico
     23- Sobrecarga ventricular direita
     24- Sobrecarga ventricular esquerda
     25- Traumatismo do coração com hemopericárdio
     26- Traumatismo do coração não penetrante
104- CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (coração) ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia).
     1- CIRCULATÓRIO: CÂMARAS CARDÍACAS
     2- CIRCULATÓRIO: VALVAS CARDÍACAS
     3- CIRCULATÓRIO: VASOS DA BASE DO CORAÇÃO
     4- CIRCULATÓRIO: VASOS DO CORAÇÃO
105- CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (sistêmica) ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia).
     1- CIRCULATÓRIO: VASOS LINFÁTICOS SISTÊMICOS
     2- CIRCULATÓRIO: VASOS SANGUÍNEOS ARTERIAIS SISTÊMICOS
     3- CIRCULATÓRIO: VASOS SANGUÍNEOS DA MICROCIRCULAÇÃO SISTÊMICA
     4- CIRCULATÓRIO: VASOS SANGUÍNEOS VENOSOS SISTÊMICOS
     5- CIRCULATÓRIO: VISCOSIDADE SANGUÍNEA
106- CIRCULATÓRIO: INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO E INFESTAÇÃO ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia).
     1- CIRCULATÓRIO: VASCULITES SISTÊMICAS
107- CIRCULATÓRIO: INFLAMAÇÕES DAS VALVAS CARDÍACAS ./CIRCULATÓRIO: VALVAS CARDÍACAS.
     1- Distúrbios das valvas mitral, aórtica e tricúspide reumáticas crônica
     2- Distúrbios de ambas as valvas aórtica e tricúspide reumáticas crônica
     3- Distúrbios de ambas as valvas mitral e tricúspide reumáticas crônica
     4- Distúrbios de valvas mitral e aórtica reumáticas crônica
     5- Doença reumática crônica de múltiplas valvas
     6- Doença reumática da valva aórtica crônica
     7- Doença reumática da valva mitral crônica
     8- Doença reumática da valva tricúspide crônica
     9- Estenose com regurgitação da valva aórtica reumática crônica
     10- Estenose com regurgitação da valva tricúspide reumática crônica
     11- Estenose da valva aórtica reumática crônica
     12- Estenose da valva mitral com regurgitação mitral reumática crônica
     13- Estenose da valva mitral reumática crônica
     14- Estenose da valva tricúspide reumática crônica
     15- Regurgitação da valva aórtica reumática crônica
     16- Regurgitação da valva mitral reumática crônica
     17- Regurgitação da valva tricúspide reumática crônica
     18- Sífilis terciária com regurgitação da valva aórtica
108- CIRCULATÓRIO: INSUFICIÊNCIAS ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia).
     1- Insuficiência cardíaca congestiva
     2- Insuficiência cardíaca congestiva biventricular
     3- Insuficiência cardíaca congestiva direita
     4- Insuficiência cardíaca congestiva esquerda
     5- Insuficiência cardíaca congestiva esquerda com edema agudo de pulmão
     6- Insuficiência cardíaca crônica com recorrências agudas
     7- Insuficiência cardíaca de alto débito direita
     8- Insuficiência cardíaca de alto débito esquerda
     9- Insuficiência cardíaca hipertensiva
     10- Insuficiência cardíaca neonatal
     11- Insuficiência cardíaca por anestesia durante o puerpério
109- CIRCULATÓRIO: MALFORMAÇÕES CONGÊNITAS DAS VALVAS CARDÍACAS ./CIRCULATÓRIO: VALVAS CARDÍACAS.
     1- Ausência congênita da valva pulmonar
     2- Desvio intracardíaco
     3- Estenose congênita da valva pulmonar
     4- Estenose congênita da valva pulmonar leve com septo interventricular intacto
     5- Estenose congênita grave da valva pulmonar com septo interventricular intacto
     6- Estenose da valva pulmonar congênita moderado com septo interventricular intacto
     7- Estenose da valva tricúspide congênita
     8- Malformação congênita da valva tricúspide
     9- Prolapso da valva mitral congênito
     10- Regurgitação congênita da valva pulmonar (ICVP)
     11- Regurgitação da valva aórtica congênita
     12- Regurgitação da valva tricúspide congênita com comunicação interventricular
     13- Transposição das grandes artérias com atresia congênita da valva tricúspide
110- CIRCULATÓRIO: NEOVASCULARIZAÇÃO ./CIRCULATÓRIO: DISGENESIAS. É o aparecimento de novos vasos sanguíneos em uma estrutura já desenvolvida, cujo fator estimulante fisiológico e a hipóxia tecidual.
111- CIRCULATÓRIO: PERICARDITE ./CIRCULATÓRIO: CAMADAS DO CORAÇÃO.
     1- Infecção gonocócica com pericardite
     2- Pericardite adesiva crônica
     3- Pericardite aguda
     4- Pericardite aguda idiopática
     5- Pericardite bacteriana
     6- Pericardite constritiva crônica
     7- Pericardite crônica
     8- Pericardite fibrinosa
     9- Pericardite infecciosa
     10- Pericardite por irradiação
     11- Pericardite por neoplasia
     12- Pericardite reumática aguda
     13- Pericardite viral
     14- Tuberculose do pericárdio
112- CIRCULATÓRIO: PROP ELÉTRICAS (CRONOTROPISMO, BATMOTROPISMO E DROMOTROPISMO) ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia). Todo o Sistema elétrico do coração é formado por fibras musculares, não neurônios!. A Sístole é organizada pelo Sistema de condução, já a Diástole depende da repolarização de cada fibra.
     1- CIRCULATÓRIO: Automatismo
     2- CIRCULATÓRIO: CONDUTIBILIDADE
     3- CIRCULATÓRIO: Excitabilidade
113- CIRCULATÓRIO: PROP MECÂNICAS (INOTROPISMO) ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia). Contração e relaxamento do miocárdio. #Variações capacitância cardíaca, ex: derrame pericárdico, Hemocromatose com cardiomiopatia.
     1- CIRCULATÓRIO: CAMADAS DO CORAÇÃO
     2- CIRCULATÓRIO: FUNÇÃO DIASTÓLICA
     3- CIRCULATÓRIO: FUNÇÃO SISTÓLICA
     4- Miocardiopatia
114- CIRCULATÓRIO: REGULAÇÃO (Pressão arterial) ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia).
     1- Hipertensão arterial lábil hiperdinâmica
     2- Hipertensão arterial sistêmica
     3- Hipertensão arterial sistêmica com hemorragia
     4- Hipertensão arterial sistêmica primária
     5- Hipertensão arterial sistêmica renovascular
     6- Hipertensão arterial sistêmica secundária
     7- Hipertensão arterial sistêmica secundária a afecções endócrinas
     8- Hipertensão arterial sistêmica secundária a outras afecções renais
     9- Hipertensão arterial sistêmica secundária a pós-transplante renal
     10- Hipotensão arterial sistêmica
     11- Hipotensão arterial sistêmica crônica
     12- Hipotensão arterial sistêmica ortostática
     13- Hipotensão arterial sistêmica ortostática idiopática
     14- Hipotensão arterial sistêmica por drogas
     15- Síndrome de Bartter
115- CIRCULATÓRIO: TUMOR NÃO NEOPLÁSICO (HÉRNIA, CISTO, ABSCESSO E GRANULOMA) ./05- SISTEMA CIRCULATÓRIO (Cardiologia e Angiologia).
116- CIRCULATÓRIO: TUMORES ./CIRCULATÓRIO: DISPLASIAS. Hemangiomas e malformações vasculares. Essas manifestações são diferenciadas com base em suas características celulares, aparência clínica e história natural. (gr) haema = sangue, angeio = vaso, oma= tumor.
     1- Doença de Lhermitte-Duclos
     2- Hemangioma
     3- Hemangioma capilar
     4- Hemangioma cavernoso
     5- Hemangioma cavernoso do fígado
     6- Hemangioma epitelióde
     7- Hemangioma facial
     8- Hemangioma intramuscularretroesternal
     9- Hemangioma queratótico verrucoso
     10- Hemangioma racemoso
     11- Hemangioma venoso
     12- Neoplasia benigna do coração
     13- Síndrome de Hall-Pallister
     14- Síndrome de Perlman
117- CIRCULATÓRIO: VALVAS CARDÍACAS ./CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (coração).
     1- CIRCULATÓRIO: INFLAMAÇÕES DAS VALVAS CARDÍACAS
     2- CIRCULATÓRIO: MALFORMAÇÕES CONGÊNITAS DAS VALVAS CARDÍACAS
     3- Estenose da valva aórtica
     4- Estenose da valva aórtica com regurgitação
     5- Estenose da valva mitral
     6- Estenose da valva mitral com hipertensão arterial pulmonar
     7- Estenose da valva pulmonar
     8- Estenose da valva pulmonar com regurgitação
     9- Estenose da valva tricúspide
     10- Estenose da valva tricúspide com regurgitação
     11- Membrana mitral supravalvar
     12- Regurgitação da valva aórtica
     13- Regurgitação da valva aórtica aguda
     14- Regurgitação da valva aórtica crônica
     15- Regurgitação da valva mitral
     16- Regurgitação da valva pulmonar
     17- Regurgitação da valva tricúspide
     18- Regurgitação da valva tricúspide com hipertensão arterial pulmonar
     19- Síndrome LEOPARD
     20- Ventrículo com dupla via de entrada e estenose da valva pulmonar
118- CIRCULATÓRIO: VASCULITES ARTERIAIS PRIMÁRIAS ./CIRCULATÓRIO: VASCULITES ARTERIAIS SISTÊMICAS. São Vasculites sistêmicas primárias sem doença subjacente. #Vasculites arteriais secundárias (em geral por doenças autoimunes sistêmicas).
     1- CIRCULATÓRIO: VASCULITES DE ARTÉRIAS DE GRANDE CALIBRE
     2- CIRCULATÓRIO: VASCULITES DE ARTÉRIAS DE MÉDIO CALIBRE
     3- CIRCULATÓRIO: VASCULITES DE ARTÉRIAS DE PEQUENO CALIBRE (associada a ANCA)
     4- CIRCULATÓRIO: VASCULITES DE ARTÉRIAS DE PEQUENO CALIBRE (por imunocomplexos)
119- CIRCULATÓRIO: VASCULITES ARTERIAIS SECUNDÁRIAS ./CIRCULATÓRIO: VASCULITES ARTERIAIS SISTÊMICAS.
     1- Artrite reumatoide
     2- Artrite reumatoide aguda soro-positiva
     3- Artrite reumatoide com comprometimento de outros órgãos e sistemas
     4- Artrite reumatoide com esplenoadenomegalia e leucopenia
     5- Artrite reumatoide com neuropatia
     6- Artrite reumatoide crônica soro-positiva
     7- Artrite reumatoide juvenil
     8- Artrite reumatoide juvenil crônica
     9- Artrite reumatoide juvenil crônica com espondilite anquilosante
     10- Artrite reumatoide juvenil crônica soro-negativa
     11- Artrite reumatoide juvenil pauciarticular
     12- Artrite reumatoide juvenil poliarticular com início sistêmico
     13- Artrite reumatoide soro-negativa
     14- Artrite reumatoide soro-positiva
     15- Lúpus eritematoso sistêmico com arterite cerebral
     16- Lúpus eritematoso sistêmico com artropatia
     17- Lúpus eritematoso sistêmico com comprometimento de outros órgãos e sistemas
     18- Lúpus eritematoso sistêmico com endocardite
     19- Lúpus eritematoso sistêmico com gastroenteropatia
     20- Lúpus eritematoso sistêmico com oftalmopatia
     21- Lúpus eritematoso sistêmico com pericardite
     22- Lúpus eritematoso sistêmico com pneumopatia
     23- Lúpus eritematoso sistêmico com vasculite neural
     24- Lúpus eritematoso sistêmico da pele, mucosas e anexos
     25- Lúpus eritematoso sistêmico juvenil
     26- Lúpus eritematoso sistêmico por drogas
     27- Miopatias inflamatórias
     28- Sarcoidose
     29- Sarcoidose cicatricial
     30- Sarcoidose com artrite
     31- Sarcoidose com febre uveoparótidia
     32- Sarcoidose com granulomas hepáticos
     33- Sarcoidose com iridococlite
     34- Sarcoidose com miocardiopatia
     35- Sarcoidose com miosite
     36- Sarcoidose com neuropatia
     37- Sarcoidose com paralisias de múltiplos nervos cranianos
     38- Sarcoidose da pele
     39- Sarcoidose da pele tipo atrófica-ulcerante
     40- Sarcoidose da pele tipo ictiose
     41- Sarcoidose da pele tipo placa
     42- Sarcoidose dos gânglios linfáticos
     43- Sarcoidose dos pulmões e dos gânglios linfáticos
     44- Sarcoidose intestinal
     45- Sarcoidose pulmonar
     46- Sarcoidose tipo circinada
     47- Sarcoidose tipo nodular grande
     48- Sarcoidose tipo nodular pequeno
     49- Síndrome de Sjogren
     50- Síndrome de Sjogren com artrite reumatoide
     51- Síndrome de Sjogren com miopatia
     52- Síndrome de Sjogren com nefropatia
     53- Síndrome de Sjogren com pneumopatia
     54- Vasculite induzida por drogas
     55- Vasculite secundária a infecção
     56- Vasculite secundária a neoplasias
120- CIRCULATÓRIO: VASCULITES ARTERIAIS SISTÊMICAS ./CIRCULATÓRIO: VASCULITES SISTÊMICAS.
     1- CIRCULATÓRIO: VASCULITES ARTERIAIS PRIMÁRIAS
     2- CIRCULATÓRIO: VASCULITES ARTERIAIS SECUNDÁRIAS
     3- Arterite do sistema nervoso central
     4- Listeriose com arterite cerebral
121- CIRCULATÓRIO: VASCULITES DE ARTÉRIAS DE GRANDE CALIBRE ./CIRCULATÓRIO: VASCULITES ARTERIAIS PRIMÁRIAS.
     1- Arterite temporal
     2- Arterite temporal com polimialgia reumática
     3- Síndrome de Cogan I
     4- Síndrome de Hughes-Stovin
     5- Síndrome de Takayasu
122- CIRCULATÓRIO: VASCULITES DE ARTÉRIAS DE MÉDIO CALIBRE ./CIRCULATÓRIO: VASCULITES ARTERIAIS PRIMÁRIAS.
     1- Arterite cerebral
     2- Doença de Buerger
     3- Síndrome dos linfonodos mucocutâneos
     4- Vasculite crioglobulinêmica tipo II
123- CIRCULATÓRIO: VASCULITES DE ARTÉRIAS DE PEQUENO CALIBRE (associada a ANCA) ./CIRCULATÓRIO: VASCULITES ARTERIAIS PRIMÁRIAS. Vasculites associada aos anticorpos anticitoplasma de neutrófilos (ANCA).
     1- Granulomatose poliangeítica
     2- Vasculite limitada ao rim
124- CIRCULATÓRIO: VASCULITES DE ARTÉRIAS DE PEQUENO CALIBRE (por imunocomplexos) ./CIRCULATÓRIO: VASCULITES ARTERIAIS PRIMÁRIAS. Vasculites mediadas por depósitos de imunocomplexos.
     1- Eritema elevado diutino
     2- Hipocomplementemia
     3- Púrpura de Henoch-Schonlein
     4- Síndrome de Behçet
     5- Vasculite de hipersensibilidade cutânea
125- CIRCULATÓRIO: VASCULITES LINFÁTICAS ./CIRCULATÓRIO: VASOS LINFÁTICOS SISTÊMICOS.
     1- Carcinoma linfangítico
     2- Celulite
     3- Linfadenite aguda
     4- Linfadenite aguda de face, cabeça e pescoço
     5- Linfadenite aguda de membro inferior
     6- Linfadenite aguda de membro superior
     7- Linfadenite aguda de outras localizações
     8- Linfadenite aguda do tronco
     9- Linfadenite histiocítica necrosante
     10- Obstrução linfática com linfangite
126- CIRCULATÓRIO: VASCULITES SISTÊMICAS ./CIRCULATÓRIO: INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO E INFESTAÇÃO. Grupo de patologias com inflamação resultando em trombose, estenose ou oclusão (isquemia) e_ou necrose na parede dos vasos grandes (aneurismas), médios e pequenos (ruptura). SISTÊMICAS quando envolvem mais de um órgão, incluindo o pulmão. #Circulação sistêmica x pulmonar.
     1- CIRCULATÓRIO: VASCULITES ARTERIAIS SISTÊMICAS
     2- Púrpura infecciosa
     3- Vasculite livedoide
     4- Vasculite reumatoide
127- CIRCULATÓRIO: VASCULITES VENOSAS ./CIRCULATÓRIO: VASOS SANGUÍNEOS VENOSOS SISTÊMICOS.
     1- Flebite da veia porta
     2- Flebite e tromboflebite
     3- Flebite e tromboflebite de outros vasos profundos dos membros inferiores
     4- Flebite e tromboflebite de veia superficial
     5- Flebite e tromboflebite dos membros inferiores
     6- Flebite e tromboflebite intracranianas e intra-raquidianas
     7- Síndrome pós-flebite
     8- Tromboflebite
     9- Tromboflebite do seio cavernoso
     10- Tromboflebite migratória
     11- Tromboflebite profunda
     12- Tromboflebite profunda no puerpério
     13- Tromboflebite superficial
     14- Tromboflebite superficial no puerpério
     15- Tromboflebite supurativa por agulha ou cateter
     16- Trombose dos seios intracranianos
128- CIRCULATÓRIO: VASODILATADORES ./CIRCULATÓRIO: FARMACOLOGIA.
     1- Bloqueadores da enzima de conversão da angiotensina (ECA)
     2- Intoxicação por Captopril
     3- Intoxicação por Captopril CNP hidroclorotiazida
     4- Vasodilatadores coronarianos
     5- Vasodilatadores coronarianos - Nitroglicerina
129- CIRCULATÓRIO: VASOS DA BASE DO CORAÇÃO ./CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (coração).
     1- CIRCULATÓRIO: CARDIOPATIA CONGÊNITA ACIANÓTICA
     2- CIRCULATÓRIO: CARDIOPATIA CONGÊNITA CIANÓTICA
     3- Ausência congênita de um ramo da artéria pulmonar
     4- Comunicação aortopulmonar
     5- Dextrocardia com situs inversus e com relação normal das grandes artérias
     6- Dextroposição do coração
     7- Estenose congênita da veia cava
     8- Estenose congênita do infundíbulo pulmonar
     9- Estenose da artéria aorta
     10- Estenose da artéria aorta subvalvar
     11- Estenose da artéria aorta supravalvar
     12- Estenose da artéria pulmonar
     13- Estenose periférica da artéria pulmonar
     14- Estenose subaórtica congênita
     15- Estenose subaórtica discreta
     16- Estenose venosa pulmonar
     17- Malformação congênita das câmaras e das comunicações cardíacas
     18- Malformação congênita do aparelho circulatório
     19- Malformação congênita do coração
     20- Malformações congênita dos vasos coronarianos
     21- Malformações congênitas das grandes artérias (MCA)
     22- Malformações congênitas das grandes veias
     23- Malformações congênitas dos septos cardíacos
     24- Outras malformações congênitas das grandes artérias
     25- Persistência do ostium secundum tipo II
     26- Sarcoma intimal de artéria pulmonar
     27- Sífilis da artéria aorta
     28- Síndrome de Shone
     29- Síndrome do coração direito hipoplásico
     30- Tetralogia de Fallot
     31- Transposição das grandes artérias com comunicação interventricular
     32- Transposição das grandes artérias com comunicação interventricular e estenose pulmonar
     33- Transposição das grandes artérias com obstrução de saída da pulmonar
     34- Transposição das grandes artérias com ventrículo direito com dupla via de saída
     35- Transposição das grandes artérias concordante
     36- Transposição das grandes artérias discordante
     37- Transposição venosa pulmonar anormal
     38- Transposição venosa pulmonar anormal parcial
     39- Transposição venosa pulmonar anormal parcial com obstrução
     40- Transposição venosa pulmonar anormal total com obstrução grave
     41- Transposição venosa pulmonar anormal total com obstrução moderada
     42- Transposição venosa pulmonar anormal total com ou sem obstrução grave
     43- Transposição venosa pulmonar anormal total sem obstrução
     44- Trilogia de Fallot
     45- Trombose das artérias pulmonares
     46- Tronco arterial comum com insuficiência valvar troncular
     47- Ventrículo direito com dupla via de saída
130- CIRCULATÓRIO: VASOS DO CORAÇÃO ./CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (coração).
     1- CIRCULATÓRIO: Doença isquêmica aguda do coração
     2- Infarto do miocárdio recorrente da parede anterior
     3- Infarto do miocárdio recorrente da parede inferior
     4- Infarto do miocárdio recorrente de outras localizações
     5- Insuficiência vascular coronariana
     6- Malformação do seio venoso
     7- Origem anômala da artéria coronária direita a partir da artéria pulmonar
     8- Origem anômala da artéria coronária esquerda a partir da artéria pulmonar
     9- Origem ectópica das artérias coronárias a partir da aorta com trajeto proximal aberrante
     10- Ruptura do aneurisma do seio de Valsalva
     11- Ruptura parcial da parede do coração parcial com tamponamento pericárdico
     12- Síndrome pós-infarto do miocárdio
     13- Trombose coronária sem infarto do miocárdio
131- CIRCULATÓRIO: VASOS LINFÁTICOS SISTÊMICOS ./CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (sistêmica).
     1- CIRCULATÓRIO: VASCULITES LINFÁTICAS
     2- Adenite cervical
     3- Doença de Nonne-Milroy-Meige
     4- Filariose
     5- Filariose aguda
     6- Filariose crônica
     7- Filariose por Brugia malayi
     8- Filariose por Brugia timori
     9- Filariose por Wuchereria bancrofti
     10- Hemolinfangioma
     11- Hiperplasia do linfonodo gigante
     12- Linfadenite
     13- Linfadenite crônica, exceto a mesentérica
     14- Linfadenite mesentérica
     15- Linfadenite não_infecciosa
     16- Linfangioma
     17- Linfangioma capilar
     18- Linfangioma cavernoso
     19- Linfangioma cístico
     20- Linfangiomioma
     21- Linfangiomiomatose
     22- Linfangiossarcoma
     23- Linfangite não_infecciosa crônica
     24- Linfedema
     25- Neoplasia maligna de vasos linfáticos
     26- Peste
     27- Peste bubônica
     28- Reticulose lipomelanótica
     29- Tuberculose linfática periférica
132- CIRCULATÓRIO: VASOS SANGUÍNEOS ARTERIAIS SISTÊMICOS ./CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (sistêmica).
     1- CIRCULATÓRIO: ANEURISMAS DAS ARTÉRIAS SISTÊMICAS
     2- CIRCULATÓRIO: DISPLASIAS ARTERIAS SISTÊMICAS
     3- Displasia vascular
     4- Distúrbios vasculares agudos do intestino
     5- Isquemia mesentérica aguda
     6- Ruptura da artéria abdominal
     7- Síndrome da artéria mesentérica superior
     8- Síndrome de compressão da artéria celíaca
     9- Síndrome de Dieulafoy
     10- Traumatismo da artéria celíaca ou mesentérica
     11- Traumatismo de vaso sanguíneo ilíaco
     12- Traumatismo de vaso sanguíneo renal
133- CIRCULATÓRIO: VASOS SANGUÍNEOS DA MICROCIRCULAÇÃO SISTÊMICA ./CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (sistêmica).
     1- Displasia vascular intestinal adquirida
     2- Febre hemorrágica amarela
     3- Febre hemorrágica da Criméia
     4- Febre hemorrágica das borrelioses
     5- Febre hemorrágica de Chikungunya
     6- Febre hemorrágica de Junin
     7- Febre hemorrágica de Kyasanur
     8- Febre hemorrágica de Lassa
     9- Febre hemorrágica de Machupo
     10- Febre hemorrágica de Marburg
     11- Febre hemorrágica de Omsk
     12- Febre hemorrágica por arrenavírus
     13- Febre hemorrágica por vírus
     14- Febre hemorrágica por vírus Dobrava-Belgrade
     15- Febre hemorrágica por vírus Hantaan com síndrome renal
     16- Febre hemorrágica por vírus Puumala com síndrome renal
     17- Febre hemorrágica por vírus Seul com síndrome renal
     18- Fragilidade capilar hereditária
     19- Septicemia
     20- Septicemia actinomicótica
     21- Septicemia bacteriana do recém-nascido
     22- Septicemia do recém-nascido por anaeróbios
     23- Septicemia do recém-nascido por Escherichia coli
     24- Septicemia do recém-nascido por estreptococo do grupo B
     25- Septicemia do recém-nascido por outros Estafilococo
     26- Septicemia do recém-nascido por Stafilococcus aureus
     27- Septicemia hemorrágica
     28- Septicemia por anaeróbios
     29- Septicemia por estafilococo
     30- Septicemia por estreptococos
     31- Septicemia por Haemophilus influenzae
     32- Septicemia por outros microorganismos gram-negativos
     33- Septicemia por pneumococos
     34- Septicemia por salmonella
     35- Septicemia por Staphylococcus aureus
     36- Septicemia por Streptococcus do grupo A
     37- Septicemia por Streptococcus do grupo B
     38- Septicemia por Streptococcus do grupo D
     39- Síndrome do vazamento capilar
     40- Subsepticemia hiperalérgica
     41- Urticária por vasculite
     42- Vasculite limitada a pele
     43- Vasculite necrotizante mesentérica
134- CIRCULATÓRIO: VASOS SANGUÍNEOS VENOSOS SISTÊMICOS ./CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (sistêmica).
     1- CIRCULATÓRIO: VASCULITES VENOSAS
     2- Fístula entre a veia porta e a artéria hepática
     3- Hemorróidas
     4- Hemorróidas com trombose
     5- Hemorróidas externas
     6- Hemorróidas externas com outras complicações
     7- Hemorróidas externas com trombose
     8- Hemorróidas internas
     9- Hemorróidas internas com outras complicações
     10- Hemorróidas internas com trombose
     11- Hemorróidas no puerpério
     12- Insuficiência venosa crônica periférica
     13- Puerpério com varizes genitais
     14- Síndrome da veia cava inferior
     15- Síndrome da veia cava superior
     16- Varizes colônicas sangrantes
     17- Varizes com flebite aguda
     18- Varizes da vulva
     19- Varizes dos membros inferiores
     20- Varizes dos membros inferiores com úlcera
     21- Varizes dos membros inferiores com úlcera e inflamação
     22- Varizes escrotais
     23- Varizes esofagianas
     24- Varizes esofagianas com ruptura
     25- Varizes gástricas
     26- Varizes pélvicas
     27- Varizes sublinguais
135- CIRCULATÓRIO: VISCOSIDADE SANGUÍNEA
Alterar
./CIRCULATÓRIO: HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (sistêmica).
136- CIRROSE DO FÍGADO E VIAS BILIARES ./DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES NO SISTEMA DIGESTIVO.
     1- Ascite e edema
     2- Cirrose biliar
     3- Cirrose biliar secundária
     4- Cirrose hepática
     5- Cirrose hepática alcoólica
     6- Cirrose hepática cardíaca
     7- Cirrose hepática com anemia
     8- Cirrose hepática com hemorragia por varizes esofágicas
     9- Cirrose hepática com hipertensão porta e hipertensão pulmonar
     10- Cirrose hepática com peritonite bacteriana expontânea
     11- Cirrose hepática com síndrome hepatopulmonar
     12- Cirrose hepática com síndrome hepatorrenal
     13- Cirrose hepática congênita
     14- Cirrose hepática criptogênica
     15- Cirrose hepática macronodular
     16- Cirrose hepática micronodular
     17- Cirrose hepática portal
     18- Cirrose hepática portal congênita
     19- Cirrose hepática pós-necrótica
     20- Cirrose hepática tipo misto
     21- Coagulopatia hemorrágica
     22- Colangite biliar primária
     23- Doença hepática tóxica com fibrose e cirrose hepáticas
     24- Encefalopatia hepática
     25- Fibrose e cirrose hepáticas
137- Cistina ./AMINOÁCIDOS E DERIVADOS. Dipeptídio formado por duas moléculas do aminoácido cisteína ligadas por uma ponte dissulfeto, é uma fonte de sulfato e estabilizadora da forma de proteínas, como a insulina e queratina (uma proteína fibrosa). Descrita em 1810 por William Wollaston (1766-1828), químico britânico.
     1- Cistinose
     2- Cistinúria
     3- Homocistinúria
138- CLASSIFICAÇÃO DOS LIPÍDEOS
Alterar
./METABOLISMO DOS LIPÍDEOS. 4 tipos: Simples ou ternários (Glicerídeos e Cerídeos), Complexos ou compostos (Fosfolipídeos e Glicolipídeos), Precussores (ácidos graxos, glicerol, esfingosina) e Derivados (corpos cetônicos, esteroides, prostaglandinas, vitaminas lipossolúveis)
     1- DISLIPIDEMIAS
139- COLAGENOSES
Alterar
./DEGENERAÇÕES. Processos inflamatórios degenerativos sistêmicos do colágeno por choque antígeno-anticorpo. Fibras colágenas (12 tipos de proteínas em tripla alfa hélice), reticulares (tipo I, II, III, IV, V e VII) e elásticas. Fazem parte da matriz extracelular (substância fundamental + fibras) do conjuntivo. O colágeno forma 1/3 da matéria sólida dos ossos.
     1- Cicatriz queloide
     2- Colagenose perfurante reativa
     3- Comprometimento cardíaco
     4- Deficiência da enzima pró-colágeno N-endopeptidase
     5- Dermatofibrossarcoma protuberante
     6- Doença mista do tecido conjuntivo
     7- Escorbuto
     8- Hipoplasia dérmica focal
     9- Lúpus eritematoso cutâneo
     10- Lúpus eritematoso sistêmico
     11- Lúpus eritematoso sistêmico bolhoso
     12- Penfigoide gestacional
     13- Penfigoide mucoso benigno
     14- Poiquilodermia vascular atrófica
     15- Poliarterite nodosa
     16- Poliarterite nodosa afetando a artéria cística
     17- Poliarterite nodosa cutânea
     18- Poliarterite nodosa juvenil
     19- Prolapso da valva mitral
     20- Síndrome de Churg-Strauss
     21- Síndrome de Ehlers-Danlos tipo artrocalasia
     22- Síndrome de Ehlers-Danlos tipo cássico
     23- Síndrome de Ehlers-Danlos tipo cifoescoliótico
     24- Síndrome de Ehlers-Danlos tipo dermatoparaxis
     25- Síndrome de Ehlers-Danlos tipo IX
     26- Síndrome de Ehlers-Danlos tipo vascular
     27- Síndrome de Ehlers-Danlos tipo X
     28- Síndrome de hipermobilidade de Ehlers-Danlos
     29- Síndrome de Stickler
     30- Tumor desmoide
140- COLESTEROSES
Alterar
./LIPIDOSES (INTRACELULAR). Estado patológico caracterizado por depósitos de colesterol em diversos tecidos e aglomerados de histiócitos espumosos.
     1- Angina abdominal
     2- Aterosclerose
     3- Aterosclerose da aorta
     4- Aterosclerose da aorta e artérias ilíacas
     5- Aterosclerose das artérias cerebrais
     6- Aterosclerose das artérias coronarianas
     7- Aterosclerose das artérias das extremidades
     8- Aterosclerose das artérias femoral e poplítea
     9- Aterosclerose das artérias renais
     10- Aterosclerose das artérias tibial, peroneira e pediosas
     11- Colesterolose da vesícula biliar
     12- Colesterose cerebrotendinosa
     13- Doença ateroembólica do colesterol
     14- Doença de depósito de ésteres de colesterol
     15- Doença do armazenamento dos ésteres de colesterol
     16- Embolia de colesterol
     17- Retinopatia aterosclerótica
     18- Síndrome de Smith-Lemli-Opitz tipo I
141- COMPORTAMENTO ./PSIQUIATRIA: FUNÇÕES MENTAIS.
     1- Distúrbios MC por uso de canabinoides
     2- Distúrbios MC por uso de opiáceos - intoxicação aguda
     3- Uso de psicolépticos opiáceos - heroína
142- CONCENTRAÇÃO URINÁRIA ./07- SISTEMA URINÁRIO (Nefrologia e Urologia).
143- CONDRODISPLASIAS ./DISPLASIAS ESQUELÉTICAS. Discondroplasia. Um grupo de osteopatias em que o desenvolvimento cartilaginoso dos ossos foi modificado por alterações genéticas, metabólicas, vasculares ou mecânicas.
     1- CONDRODISPLASIAS PUNCTATA
     2- Condrodisplasia de Blomstrand
     3- Condrodisplasia de Grebe
     4- Condrodisplasia de Rimoin-Mcalister
     5- Condrodisplasia metafisária com insuficiência panceática congênita e neutropenia
     6- Condrodisplasia metafisaria de Bellini
     7- Condrodisplasia metafisária de Jansen
     8- Condrodisplasia metafisária de McKusick
     9- Condrodisplasia metafisária de Pena
     10- Condrodisplasia metafisária de Pyle
     11- Condrodisplasia metafisária de Schmid
     12- Condrodisplasia metafisária de Shwachman-Bodian
     13- Condrodisplasia metafisária de Spahr
     14- Condrodisplasia metafisária de Wiedemann-Spranger
     15- Exostose múltipla hereditária
     16- Hiperostose cortical generalizada de Schwartz-Jampel
     17- Oncodsplasia congênita dos dedos indicadores
     18- Osteocondrodisplasia de Majewski
     19- Osteopoiquilose
     20- Síndrome de Nance-Sweeney
     21- Síndrome de Trauner-Rieger
144- CONDRODISPLASIAS PUNCTATA ./CONDRODISPLASIAS.
     1- Condrodisplasia punctata
     2- Condrodisplasia punctata ligada ao X dominante
     3- Condrodisplasia punctata ligada ao X recessiva
     4- Condrodisplasia punctata rizomélica
     5- Condrodisplasia punctata tipo braquitelefalângica
     6- Condrodisplasia punctata tipo I
     7- Condrodisplasia punctata tipo tíbia-metacarpal
145- Coreia ./ATAXIA MOTORA.
     1- Coreia de Huntington
     2- Coreia de Huntington tipo adulto
     3- Coreia de Huntington tipo juvenil
     4- Coreia hereditária benigna
     5- Coreia por droga
     6- Coreia progressiva crônica
     7- Coreia reumática aguda
     8- Coreia senil
146- CRANIOSSINOSTOSES ./DISGENESIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO. Classificação: Escafocefalia (crânio em forma de barco com a quilha virada para cima), Plagiocefalia (crânio oblíquo ou inclinado), Braquicefalia, Trigonocefalia (crânio triangular), Oxicefalia (crânio cônico), Crânio em trevo.
     1- Síndrome de Jackson-Weiss
147- DEFEITOS DE PROTEÍNA DE CONTROLE ./IMUNODEFICIÊNCIAS PRIMÁRIAS.
     1- Deficiência de properdina
     2- Deficiência do fator D
     3- Deficiência do fator H
     4- Deficiência do fator I (inativador de C3b)
     5- Deficiência do inibidor de C1 esterase
148- Deficiência de Iodo ./Tireoide.
     1- Bócio difuso por deficiência de iodo
     2- Bócio endêmico multinodular por deficiência de iodo
     3- Bócio endêmico por deficiência de iodo
     4- Distúrbios tireoidianos e afecções associadas, relacionados à deficiência de iodo
     5- Hipotireoidismo por deficiência adquirida de iodo
     6- Hipotireoidismo subclínico por deficiência de iodo
     7- Síndrome da deficiência congênita de iodo
     8- Síndrome da deficiência congênita de iodo tipo misto
     9- Síndrome da deficiência congênita de iodo tipo mixedematoso
     10- Síndrome da deficiência congênita de iodo tipo neurológico
149- DEFICIÊNCIAS NO SISTEMA COMPLEMENTO ./IMUNODEFICIÊNCIAS PRIMÁRIAS.
     1- Deficiência de C1q, r, s
     2- Deficiência do componente do complemento C2
     3- Deficiência do componente do complemento C3
     4- Deficiência do componente do complemento C4
     5- Deficiência do componente do complemento C6
     6- Deficiência do componente do complemento C7
     7- Deficiência do componente do complemento C8
     8- Deficiência do componente do complemento C9
150- DEGENERAÇÕES ./DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES. Degeneração (ose): acúmulo intracelular ou intersticial. Mas nem toda -ose é degenração como em dose, miose, acidose, etc.
     1- COLAGENOSES
     2- DEGENERAÇÕES HIALINAS (Proteinose intracelular)
     3- DEGENERAÇÕES HIDRÓPICAS (balonosas)
     4- DEGENERAÇÕES MUCÓIDES (muco intracelular ou intersticial)
     5- GLICOGENOSES (intracelular)
     6- GRANULOMATOSES
     7- LIPIDOSES (intracelular)
     8- MUCOPOLISSACARIDOSES
     9- PROTEINOSES (intersticial)
     10- Cistinose
     11- Fibrose cística pulmonar
151- DEGENERAÇÕES HIALINAS (Proteinose intracelular) ./DEGENERAÇÕES. O acúmulo de proteínas na célula com aspecto translúcido, homogêneo e eosinofílico, às vezes formando os corpúsculos de inclusão. O órgão se apresenta pálido e com aumento de volume.
152- DEGENERAÇÕES HIDRÓPICAS (balonosas) ./DEGENERAÇÕES. Suas principais causas são hipóxia, hipertermia, intoxicação, infecção aguda, toxinas, hipopotassemia e distúrbios circulatórios.
153- DEGENERAÇÕES MUCÓIDES (muco intracelular ou intersticial) ./DEGENERAÇÕES. Hiperprodução de mucina, substância fluida, viscosa, translúcida, semelhante a catarro ou muco. Núcleo deslocado para a periferia formando um anel de sinete.
154- DEGENERAÇÕES NO SISTEMA ESQUELÉTICO ./DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO.
155- DEGENERAÇÕES NO SISTEMA NERVOSO ./Nervoso_02: Displasias, Distrofias, Distopias e Degenerações.
     1- Amiotonia congênita
     2- Coreia reumática
     3- Coreia reumática com cardiopatia
     4- Degeneração estrionígrica
     5- Demência dos corpos de Lewy
     6- Demência senil primária
     7- Doença de Alzheimer
     8- Doença de Parkinson
     9- Doenças dos gânglios da base
     10- Parkinsonismo pós-encefalítico
     11- Parkinsonismo secundário
     12- Parkinsonismo secundário de Ramsay Hunt
     13- Parkinsonismo secundário por drogas
     14- Parkinsonismo secundário por neurolépticos
     15- Parkinsonismo secundário por outras formas
     16- Parkinsonismo secundário por outros agentes externos
     17- Síndrome de Lhermitte-McAlpine
156- DERMATITES ./INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMORES DA PELE.
     1- Acrodermatite contínua de Hallopeau
     2- Acrodermatite crônica atrófica de Herxheimer
     3- Acrodermatite enteropática
     4- Acrodermatite papular eruptiva infantil
     5- Afecções oculares
     6- Alterações da pele devidas à exposição crônica à radiação não ionizante
     7- Anetodermia de Schweninger-Buzzi
     8- Cromomicose cutânea
     9- Cromomicose e abscesso feomicótico
     10- Dermatite
     11- Dermatite alérgica de contato na pálpebra
     12- Dermatite alérgica de contato por adesivos
     13- Dermatite alérgica de contato por alimentos em contato com a pele
     14- Dermatite alérgica de contato por corantes
     15- Dermatite alérgica de contato por cosméticos
     16- Dermatite alérgica de contato por drogas
     17- Dermatite alérgica de contato por metais
     18- Dermatite alérgica de contato por plantas, exceto alimentos
     19- Dermatite alérgica de contato por produtos químicos
     20- Dermatite anal
     21- Dermatite asteatótico
     22- Dermatite atópica
     23- Dermatite das fraldas
     24- Dermatite de contato
     25- Dermatite de contato alérgica
     26- Dermatite de contato fotoalérgica
     27- Dermatite de contato por detergentes
     28- Dermatite de contato por irritantes
     29- Dermatite de contato por óleos e gorduras
     30- Dermatite de contato por solventes
     31- Dermatite de estase
     32- Dermatite de Jacquet
     33- Dermatite disidrótica
     34- Dermatite eczematoide
     35- Dermatite eczematosa da pálpebra
     36- Dermatite esfoliativa
     37- Dermatite esfoliativa essencial aguda
     38- Dermatite esfoliativa essencial subaguda de Wilson-Brocq
     39- Dermatite factícia
     40- Dermatite herpetiforme de Duhring
     41- Dermatite nodular necrotica
     42- Dermatite numular
     43- Dermatite perioral
     44- Dermatite por ingestão de alimentos
     45- Dermatite por pele seca
     46- Dermatite por radiação
     47- Dermatite seborréica
     48- Dermatite seborréica infantil
     49- Dermatose de Sulzberger-Garbe
     50- Dermatose pustular subcorneana
     51- Doença de Savill
     52- Ectima
     53- Ectima contagioso
     54- Eczema papuloso
     55- Eritema
     56- Eritema por calor ou fogo
     57- Erupção cutânea localizada por drogas e medicamentos
     58- Gnatostomíase
     59- Líquen simples crônico
     60- Pelagra
     61- Pericondrite do pavilhão da orelha
     62- Pioderma gangrenoso
     63- Piodermite
     64- Pitiríase rubra de Hebra-Jadassohn
     65- Púrpura hipostática
     66- Radiodermatite crônica
     67- Radiodermatite, não especificada - eliminar
     68- Síndrome da pele escaldada estafilocócica do recém-nascido
     69- Síndrome de Hallopeau-Leredde-Dariér
     70- Síndrome de Konigsmark-Hollander-Berlin
157- DERMATOMIOSITES ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia). Pseudotriquinose. Classificada em 1996 por Drake LA.
     1- Dermatomiosite
     2- Dermatomiosite de Wong
     3- Dermatomiosite juvenil
     4- Dermatomiosite primária idiopática
158- DERMATOPATIAS COM PREDOMINÂNCIA DE COR ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia).
     1- MANCHAS PIGMENTADAS
     2- MANCHAS VÁSCULO-SANGUÍNEAS
     3- NEVOS
159- DERMATOSES BOLHOSAS AUTOIMUNE ./LESÕES CUTÂNEAS PREDOMINANTEMENTE LÍQUIDAS. Anticorpos contra antígenos localizado na zona da membrana basal (base do estrato basal), na junção derme-epiderme. Vesículas (<1 cm) e bolhas (1 cm ou mais).
     1- Pênfigo
     2- Pênfigo eritematoso
     3- Pênfigo familiar benigno
     4- Pênfigo foliáceo
     5- Pênfigo foliáceo endêmico
     6- Pênfigo herpetiforme
     7- Pênfigo induzido por drogas
     8- Pênfigo paraneoplásico
     9- Pênfigo por IgA tipo IEN
     10- Pênfigo por IgA tipo SPD
     11- Pênfigo seborréico
     12- Pênfigo vegetante de Hallopeau
     13- Pênfigo vulgar
     14- Penfigoide bolhoso
160- DERMATOSES BOLHOSAS HEREDITÁRIAS ./LESÕES CUTÂNEAS PREDOMINANTEMENTE LÍQUIDAS.
     1- EPIDERMÓLISES BOLHOSA
161- DIGESTÃO ./08- SISTEMA DIGESTIVO (Gastroenterologia e Proctologia).
162- DISGENESIAS ./DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES.
     1- HAMARTOMAS
     2- NEOPLASIAS
163- DISGENESIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO ./DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO.
     1- NEOPLASIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO
164- DISGENESIAS EMBRIONÁRIAS ./DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTOPIAS E DISTROFIAS EMBRIONÁRIAS. Malformação do 1º e do 2º arco branquial que originam as seguintes estruturas: olhos, orelhas, mandíbula, nervos faciais, musculatura facial, osso hioide, apófise estiloide e parte da língua.
     1- Atresia do canal auditivo externo
     2- Fenda palatina
     3- Microssomia hemifacial
     4- Síndrome aurículo-condilar
     5- Síndrome da articulação temporo-mandibular congênita
     6- Síndrome de Pierre Robin
     7- Síndrome oculoauriculovertebral
     8- Síndrome velocardiofacial
165- DISGENESIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO ./DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO. Sinostose ou estenose (syn = junto + ostosis = relativo a osso) é a união total ou parcial de ossos adjacentes.
     1- ACROCEFALOSSINDACTILIAS
     2- BRAQUIDACTILIAS
     3- CRANIOSSINOSTOSES
     4- DISOSTOSES
     5- POLIDACTILIAS
     6- SINDACTILIAS
     7- Anormalias do tamanho da mandíbula tipo major
     8- Coxartrose bilateral resultante de displasia
     9- Displasia da dentina
     10- Displasia diafisária progressiva
     11- Displasia espôndilo-epifisária tradia
     12- Displasia fibrosa policística
     13- Síndrome da unha-patela
     14- Síndrome de Carpenter
     15- Síndrome de Muenke
     16- Síndromes com malformações congênitas afetando principalmente a face
166- DISGENESIAS NO SISTEMA URINÁRIO ./DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES NO SISTEMA URINÁRIO. Malformações do Sistema Urinário.
     1- Agenesia do ureter
     2- Agenesia renal
     3- Agenesia renal bilateral
167- DISGENESIAS NO SISTEMA VISUAL ./Nervoso_02: Displasias, Distrofias, Distopias e Degenerações.
     1- Malformação congênita da câmara posterior do olho
168- DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS DA PELE E ANEXOS ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia).
     1- CERATOSES
     2- HAMARTOMAS CUTÂNEOS
     3- LIPODISTROFIAS
     4- Acroangiodermatitis Mali
     5- Afecções hipertróficas da pele
     6- Aplasia cutânea circunscrita congênita
     7- Displasia ectodérmica anidrótica
     8- Distrofia ungueal
     9- Sarcoma de Kaposi
     10- Tricotiodistrofia
169- DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO ./03- UNIDADE MOTORA ESQUELÉTICA (Neurologia).
     1- DISGENESIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO
     2- DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO
     3- NEOPLASIAS DA UNIDADE MOTORA ESQUELÉTICA
170- DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO ./11- SISTEMA ESQUELÉTICO (Traumatologia e Ortopedia).
     1- DEGENERAÇÕES NO SISTEMA ESQUELÉTICO
     2- DISGENESIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO
     3- DISPLASIAS ESQUELÉTICAS
     4- DISTROFIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO
171- DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTOPIAS E DISTROFIAS EMBRIONÁRIAS ./02- EMBRIOGÊNESE (Pediatria).
     1- DISGENESIAS EMBRIONÁRIAS
     2- DISPLASIAS EMBRIONÁRIAS
     3- DISTROFIAS DO FOLHETO MESODÉRMICO
172- DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES ./ELEMENTOS DE ANÁTOMO-PATOLOGIA. Dis: anormal. Genesia: reprodução e diferenciação celular. Plasia: número de células, adaptativa ou genética. Topia: local. Trofia: volume celular, adaptativa ou genética. A: mal, ausência ou muito reduzido. Hipo: reduzido. Hiper: aumentado. Meta: mudança (adaptativa). Neo: nova reprodução, idiopática (genesia?). Metástase: além da origem. Interstício: entre. Degeneração (ose): acúmulo intracelular ou intersticial.
     1- CIRCULATÓRIO: DISPLASIAS
     2- DEGENERAÇÕES
     3- DISGENESIAS
173- DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES NO SISTEMA DIGESTIVO ./08- SISTEMA DIGESTIVO (Gastroenterologia e Proctologia).
     1- CIRROSE DO FÍGADO E VIAS BILIARES
     2- DISTOPIAS NO SISTEMA DIGESTIVO
     3- NEOPLASIAS NO SISTEMA DIGESTIVO
174- DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES NO SISTEMA URINÁRIO ./07- SISTEMA URINÁRIO (Nefrologia e Urologia).
     1- DISGENESIAS NO SISTEMA URINÁRIO
     2- DISPLASIAS NO SISTEMA URINÁRIO
     3- NEOPLASIAS NO SISTEMA URINÁRIO
175- DISLIPIDEMIAS ./CLASSIFICAÇÃO DOS LIPÍDEOS. As lipoproteínas são "encapadores" no transporte de lipídeos no plasma. A fração proteica é composta por apoproteína e a lipídica é formada por colesterol, triglicerídeos e fosfoglicerídeos. 4 tipos: Quilomícrons, VLDL (lipoproteína de muito baixa densidade), LDL (baixa densidade = mal colesterol) e HDL (alta densidade = bom colesterol).
     1- Doença da deficiência de alfa-lipoproteína familiar
     2- Doença da deficiência de apolipoproteína B
     3- Hipercolesterolemia pura tipo IIA de Fredrickson
     4- Hipergliceridemia pura tipo IV de Fredrickson
     5- Hiperlipidemia familiar tipo IA de Fredrickson
     6- Hiperlipidemia mista tipo IIB de Fredrickson
     7- Hiperlipidemia mista tipo V de Fredrickson
     8- Hiperlipidemia tipo III de Fredrickson
     9- Hiperlipoproteinemia tipo IB de Fredrickson
     10- Hiperlipoproteinemia tipo IV
     11- Hiperquilomicronemia tipo I de Fredrickson
176- DISMORFISMOS NO SISTEMA ENDÓCRINO ./09- SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR (Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Urologia).
     1- Displasia vaginal leve
     2- Displasia vaginal moderada
     3- Duplicação da vagina
     4- Estreitamento e atresia da vagina
     5- Síndrome de Babinski-Frohlich
177- DISOSTOSES ./DISGENESIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO. São malformações por ossificação incompleta gerando deformação.
     1- Disostose acrofacial de Catania
     2- Disostose acrofacial de Nager-de Reynier
     3- Disostose acrofacial de Rodriguez
     4- Disostose acrofacial de Weyers
     5- Disostose óculo-mandibular
     6- Microssomia hemifacial de François-Haustrate
     7- Osteogênese imperfeita tipo I
     8- Síndrome de Achard
     9- Síndrome de Achard-Thiers
     10- Síndrome de Richieri Costa-Pereira
     11- Síndrome de Treacher Collins
178- DISPLASIAS ACROMESOMÉLICA ./DISPLASIAS ESQUELÉTICAS.
     1- Displasia acromesomélica tipo Hunter Thompson
     2- Síndrome de Léri-Weill
179- DISPLASIAS CRANIOTUBULARES ./DISPLASIAS ESQUELÉTICAS.
     1- Displasia craniometafisária de Jackson
180- DISPLASIAS DO FOLHETO ECTODÉRMICO ./DISPLASIAS EMBRIONÁRIAS. Neuroectodermoses; Hamartose; Síndromes neuro-óculo-cutâneas; Síndromes neurocutâneas; Neurocutaneous Syndromes. A pele, sistema nervoso, epitélios sensoriais especiais, esmalte dos dentes, glândulas subcutâneas, sudoríparas e sebáceas se originam do folheto ectodérmico.
     1- FACOMATOSES
     2- Displasia ectodérmica hidrótica
     3- Tumor neuroectodérmico melanótico
     4- Tumor neuroectodérmico periférico
181- DISPLASIAS DO FOLHETO ENDODÉRMICO ./DISPLASIAS EMBRIONÁRIAS. Displasia endodérmica: Epitélio do Sistema Digestivo, das vias respiratórias, da bexiga, da uretra, do canal auditivo e da cavidade timpânica.
182- DISPLASIAS DO FOLHETO MESODÉRMICO ./DISPLASIAS EMBRIONÁRIAS. Displasia mesodérmica: Tecido conjuntivo, cartilagens, ossos, musculatura lisa e estriada, coração, vasos sangíneos e linfáticos, sangue, rins, gônadas e seus canais e membranas serosas (parietal e visceral).
     1- Teratoma
     2- Teratoma benigno do ovário
     3- Teratoma com transformação maligna
     4- Teratoma maligno do ovário
     5- Teratoma maligno dos testículos
     6- Teratoma maligno intemediário
     7- Teratoma maligno não diferenciado do ovário
     8- Teratoma monodérmico carcinoide
     9- Teratoma monodérmico struma ovarii
183- DISPLASIAS EMBRIONÁRIAS ./DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTOPIAS E DISTROFIAS EMBRIONÁRIAS.
     1- DISPLASIAS DO FOLHETO ECTODÉRMICO
     2- DISPLASIAS DO FOLHETO ENDODÉRMICO
     3- DISPLASIAS DO FOLHETO MESODÉRMICO
     4- DISPLASIAS ESPONDILOCOSTAIS
     5- Dismorfismo fetal por uso de Warfarin
     6- DISPLASIAS DOS TRÊS FOLHETOS
184- DISPLASIAS ESPONDILOCOSTAIS ./DISPLASIAS EMBRIONÁRIAS. Spondylocostal Dysplasia; Spondylocostal dysostosis. Is a rare genetic disorder characterized by defects of the bones of the spine (vertebrae) and abnormalities of the ribs.
185- DISPLASIAS ESQUELÉTICAS ./DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO. Mais de 430 tipos de deformidades ósseas, raras, de origem genética, com deficiência linear do crescimento (nanismos) e alteração da forma, tamanho e constituição dos ossos e_ou cartilagens.
     1- ACONDROGÊNESES
     2- CONDRODISPLASIAS
     3- DISPLASIAS ACROMESOMÉLICA
     4- DISPLASIAS CRANIOTUBULARES
     5- OSTEÓLISES
     6- SÍNDROMES OTOPALATODIGITAIS
     7- Acondrodisplasia
     8- Acrodisplasia V
     9- Anormalias hereditárias da estrutura dentária
     10- Aplasia bitemporal congênita da pele
     11- Artrogripose congênita múltipla
     12- Artrogripose congênita múltipla ligada ao X
     13- Artrogripose congênita múltipla neurogênica
     14- Artrogripose distal tipo 10
     15- Artrogripose distal tipo 1A
     16- Artrogripose distal tipo 1B
     17- Artrogripose distal tipo 2A
     18- Artrogripose distal tipo 2B
     19- Artrogripose distal tipo 3
     20- Artrogripose distal tipo 4
     21- Artrogripose distal tipo 5
     22- Artrogripose distal tipo 5D
     23- Artrogripose distal tipo 6
     24- Artrogripose distal tipo 7
     25- Artrogripose distal tipo 8
     26- Artrogripose intrauterina
     27- Displasia torácica asfixiante de Jeune
     28- Hipocondrodisplasia
     29- Hipofosfatasia congênita
     30- Neuropatia congênita com artrogripose múltipla
     31- Osteogênese imperfeita tipo II
     32- Síndrome de Coffin-Lowry
     33- Síndrome de Dyggve-Melchior-Clausen
     34- Síndrome de Ellis-Van Creveld
     35- Síndrome de Jaffe-Lichtenstein
     36- Síndrome do rosto de assobio de Freeman-Sheldon
     37- Síndrome letal da artrogripose congênita múltipla
186- DISPLASIAS NO SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR ./09- SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR (Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Urologia).
     1- Hamartoma de glândulas de Brunner
     2- Hiperplasia adenomatosa endometrial
     3- Hiperplasia da próstata
     4- Hiperplasia das células endócrinas pancreáticas
     5- Hiperplasia glandular endometrial
187- DISPLASIAS NO SISTEMA IMUNOLÓGICO ./MORFOLOGIA NO SISTEMA IMUNOLÓGICO.
188- DISPLASIAS NO SISTEMA URINÁRIO ./DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES NO SISTEMA URINÁRIO.
     1- Displasia renal
189- DISPLEGIAS MUSCULAR ./NERVOSO: MOTRICIDADE SOMÁTICA (ATAXIAS, PLEGIAS E DISTONIAS).
     1- Epilepsia
     2- Epilepsia atônica
     3- Epilepsia com Síndrome do pânico
     4- Epilepsia da criança benigna com espículas-ondas centro-temporais no EEG
     5- Epilepsia da criança benigna com paroxismos occipitais no EEG
     6- Epilepsia do lobo frontal
     7- Epilepsia e síndromes epilépticas focais e parciais complexas
     8- Epilepsia e síndromes epilépticas generalizadas idiopáticas
     9- Epilepsia e síndromes epilépticas idiopáticas com localização focal e início focal
     10- Epilepsia e síndromes epilépticas sintomáticas com localização focal e crises parciais simples
     11- Epilepsia mioclônica
     12- Epilepsia mioclônica benigna da infância
     13- Epilepsia mioclônica do Mediterrâneo
     14- Epilepsia mioclônica juvenil
     15- Epilepsia mioclônica progressiva
     16- Epilepsia mioclônica progressiva tipo de Lafora
     17- Epilepsia motora parcial
     18- Epilepsia parcial contínua
     19- Epilepsia por alteração hormonal
     20- Epilepsia por alteração metabólica
     21- Epilepsia por anormalidades congênitas e lesões perinatais
     22- Epilepsia por estímulos específicos
     23- Epilepsia por lesões expansivas
     24- Epilepsia por processos infecciosos
     25- Epilepsia por trauma
     26- Epilepsia por vasculopatias
     27- Epilepsia relacionada ao esforço
     28- Epilepsia tipo ausência
     29- Estado de grande mal epiléptico
     30- Síndrome epilépticas especiais
     31- Síndrome focal de epilepsia do lobo temporal
190- DISSACARÍDEOS ./ABSORÇÃO INTESTINAL DE CARBOIDRATOS. Sacarose (Glicose + Frutose), Lactose (Galactose + Glicose), Maltose (Glicose + Glicose) com ligação glicosídica alfa 1-4 e Isomaltose (Glicose + Glicose) com ligação glicosídica alfa 1-6.
     1- Deficiência da enzima lactase tipo secundária
191- DISTONIAS ESQUELÉTICAS ./NERVOSO: MOTRICIDADE SOMÁTICA (ATAXIAS, PLEGIAS E DISTONIAS). Distonia; Distúrbios distônicos; Dystonia; Dystonic disorders. Postura persistente por co-contração de músculos, agonistas e antagonistas, em uma região do corpo, eg afeta grandes músculos axiais do tronco e cinturas dos membros.
     1- Blefaroespasmo
     2- Bloqueadores dos receptores de glicina - Estricnina
     3- Câimbras dos escritores
     4- Distonia muscular deformante variante adulta
     5- Distonia muscular deformante variante infantil
     6- Distonia muscular induzida por drogas
     7- Distonia muscular secundária
     8- Distúrbios do tônus muscular do recém-nascido
     9- Drogas antiparkinsonianos e outros depressores centrais do tônus muscular
     10- Hipotonia muscular
     11- Paramiotonia congênita
     12- Síndrome de West
     13- Síndrome do homem rígido
     14- Tétano clássico
     15- Tétano neonatal
     16- Tétano obstétrico
     17- Torcicolo espasmódico
192- DISTOPIAS NO SISTEMA DIGESTIVO ./DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES NO SISTEMA DIGESTIVO.
     1- Síndrome de Chilaiditi
193- DISTOPIAS NO SISTEMA NERVOSO ./Nervoso_02: Displasias, Distrofias, Distopias e Degenerações.
     1- Encefalocele
     2- Encefalocele de outras localizações
     3- Encefalocele frontal
     4- Encefalocele nasofrontal
     5- Encefalocele occipital
194- DISTOPIAS NO SISTEMA VISUAL ./Nervoso_02: Displasias, Distrofias, Distopias e Degenerações.
     1- Ectopia do cristalino familial
195- DISTROFIAS DO FOLHETO MESODÉRMICO ./DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTOPIAS E DISTROFIAS EMBRIONÁRIAS.
     1- Síndrome de Weill-Marchesani
196- DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO ./DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO.
     1- DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO MIOTÔNICA
     2- DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO MITOCONDRIAL
     3- DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO REGENERATIVA
     4- DISTROGLICANOPATIAS
     5- MIOPATIAS DISTAIS
     6- Desproporção congênita da fibras musculares classes I e II
     7- Distrofia muscular esquelética de Hauptmann-Thannhauser
     8- Doença pelo HIV com miopatia
     9- Miopatia
     10- Miopatia alcoólica
     11- Miopatia centronuclear familiar
     12- Miopatia congênita
     13- Miopatia de bastonete
     14- Miopatia do cerne central
     15- Miopatia induzida por drogas
     16- Miopatia por agente tóxico
     17- Miosite por drogas
     18- Polimiopatia paroxística aguda
     19- Síndrome de Leyden-Mobius
197- DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO MIOTÔNICA ./DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO.
     1- Distrofia muscular miotônica
     2- Distrofia muscular miotônica congênita
     3- Distúrbios miotônicos
     4- Miopatia miotônica proximal
     5- Miotonia congênita dominante
     6- Miotonia congênita recessiva
     7- Miotonia por drogas
     8- Neuromiotonia
198- DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO MITOCONDRIAL ./DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO. Miopatias mitocondriais. Distúrbios na produção de ATP.
     1- Distrofia muscular esquelética ocular
     2- Doenças mitocondriais
     3- Síndrome de Kearns-Sayre
     4- Síndrome MELAS
     5- Síndrome MERRF
199- DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO REGENERATIVA ./DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO.
     1- Distrofia muscular esquelética congênita grave
     2- Distrofia muscular esquelética de Emery-Dreifuss
     3- Distrofia muscular esquelética distal de Gowers-Welander
     4- Distrofia muscular esquelética fáscio-escápulo-umeral de Landouzy-Dejerine
     5- Distrofia muscular esquelética óculo-faríngea
     6- Distrofia muscular esquelética progressiva
     7- Distrofia muscular esquelética progressiva de Becker
     8- Distrofia muscular esquelética progressiva de Erb
     9- Distrofia muscular esquelética progressiva pseudohipertrófica de Duchenne
200- DISTROFIAS E DISPLASIAS NO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO ./SISTEMA REPRODUTOR FEMININO.
201- DISTROFIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO ./DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO.
     1- NANISMOS
     2- Kwashiorkor
     3- Síndrome de Noonan
     4- Síndrome de Prader-Willi
     5- Sinovite pigmentada vilonodular
202- DISTROFIAS NO SISTEMA NERVOSO ./Nervoso_02: Displasias, Distrofias, Distopias e Degenerações.
     1- LEUCODISTROFIAS GENÉTICAS NO SISTEMA NERVOSO
     2- Amiotrofia
     3- Distrofia neuroaxonal infantil
203- DISTROGLICANOPATIAS ./DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO.
     1- Distrofia muscular tipo Fukuyama
     2- Doença do mùsculo-olho-cérebro
     3- Síndrome de Walker-Warburg
204- DISTÚRBIOS DA JUNÇÃO NEUROMUSCULAR ESQUELÉTICA ./03- Unidade Motora Esquelética (Neurologia).
     1- Agonistas dos receptores colinérgicos nicotínicos musculares esqueléticos - Nicotina
     2- Bloqueadores da enzima acetilcolinesterase
     3- Bloqueadores dos receptores colinérgicos nicotínicos musculares nãodespolarizantes - Curare
     4- Botulismo
     5- Drogas que estimulam a secreção de acetilcolina - Tetraetilamônio
     6- Inibidores da secreção de Acetilcolina por inibição da entrada de cálcio
     7- Inibidores da síntese de Acetilcolina
     8- Inibidores de estocagem de Acetilcolina
     9- Intoxicação por bloqueadores da junção neuromuscular
     10- Intoxicação por bloqueadores neuromusculares
     11- Intoxicação por bloqueadores neuromusculares despolarizantes
     12- Intoxicação por bloqueadores neuromusculares nãodespolarizantes
     13- Intoxicação por Carbamatos
     14- Intoxicação por Ésteres fosforados
     15- Intoxicação por inoculação de veneno da aranha viúva-negra
     16- Intoxicação por inoculação de veneno de cobra naja
     17- Miastenia gravis neonatal persistente
     18- Miastenia gravis ocular
     19- Miastenia gravis sistêmica
     20- Miastenia por deficiência de neuregulina
205- DISTÚRBIOS DO CORNO ANTERIOR DA MEDULA ESPINHAL ./LEUCODISTROFIAS GENÉTICAS NO SISTEMA NERVOSO.
     1- Esclerose lateral amiotrófica
     2- Esclerose lateral primária
     3- Paralisia bulbar progressiva
206- DISTÚRBIOS DO EIXO HIPOTÁLAMO-HIPOFISÁRIO ./09- SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR (Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Urologia).
     1- Acromegalia hipofisária
     2- Adenoma hipofisário
     3- Hipopituitarismo agudo no sexo feminino
     4- Hipopituitarismo por deficiência isolada de hormônio adrenocorticotrófico
     5- Hipopituitarismo por deficiência isolada de hormônio adrenocorticotrófico adquirida
     6- Hipopituitarismo por deficiência isolada de hormônio do crescimento no adulto
     7- Hipopituitarismo por deficiência isolada de hormônio estimulador da tireoide
     8- Hipopituitarismo por deficiência isolada de hormônio gonadotrofina adquirida em homens
     9- Hipopituitarismo por deficiência isolada de hormônio gonadotrofina adquirida em mulheres
     10- Hipopituitarismo por deficiência isolada de hormônio gonadotrofina congênita
     11- Puberdade precoce central
     12- Puberdade retardada
     13- Síndrome da menopausa
     14- Síndrome da secreção inadequada do HAD
     15- Síndrome da secreção inadequada do hormônio antidiurético por drogas que aumentam a produção
     16- Síndrome da secreção inadequada do hormônio antidiurético por neoplasias
     17- Síndrome da secreção inadequada do hormônio antidiurético por neuropatias
     18- Síndrome da secreção inadequada do hormônio antidiurético por pneumopatias
     19- Síndrome da secreção inadequada do hormônio antidiurético por potenciadores do HAD
     20- Síndrome de Laurence-Moon-Bardet-Biedl
     21- Síndrome maligna neuroléptica
207- DISTÚRBIOS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO ./03- UNIDADE MOTORA ESQUELÉTICA (Neurologia).
     1- INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMORES DO MÚSCULO ESQUELÉTICO
208- DISTÚRBIOS DO NEURÔNIO MOTOR INFERIOR ./03- UNIDADE MOTORA ESQUELÉTICA (Neurologia).
     1- ATROFIAS MUSCULAR ESPINHAL
     2- Lesão do nervo ulnar
     3- Neuropatia axonal gigante
     4- Neuropatia hereditária e idiopática
     5- Neuropatia hereditária motora e sensorial periférica
     6- Neuropatia intersticial hipertrófica tipo III
     7- Paralisia bulbar progressiva da infância
     8- Paralisia periódica
     9- Paralisia periódica familiar hipercalêmica
     10- Paralisia periódica familiar hipocalêmica
     11- Paralisia periódica familiar normocalêmica
     12- Polineuropatia inflamatória crônica adquirida
     13- Poliomielite espinhal
     14- Síndrome de Eaton-Lambert
     15- Síndrome de NMSH I com esclerose espinhal hereditária e ataxia de Friedreich
     16- Síndrome do neurônio motor inferior
209- DISTÚRBIOS DOS NEUTRÓFILOS-FAGÓCITOS ./INFLAMAÇÃO AUTOIMUNE.
     1- Neutropenia imunológica
210- DISTÚRBIOS FAGOCITÁRIOS ./IMUNODEFICIÊNCIAS PRIMÁRIAS.
     1- Deficiência da enzima G6PD neutrofílica
     2- Deficiência de adesão leucocitária
     3- Deficiência de mieloperoxidase
     4- Doença granulomatosa crônica
     5- Síndrome da aderência leucocítica deficitária
     6- Síndrome de Chediak-Steinbrinck-Higashi
211- Distúrbios qualitativos da globina ./SANGUE E LINFA: HEMÁCIAS. Defeito na estrutura da globina.
     1- Anemia falciforme
     2- Anemia falciforme em crise
     3- Anemia falciforme em crise com nefropatia
     4- Distúrbios falciformes heterozigóticos duplos
     5- Doença da Hemoglobina C
     6- Doença da Hemoglobina E
     7- Doença da Hemoglobina J
     8- Doença da Hemoglobina SC
     9- Doença da Hemoglobina SD
     10- Estigma falciforme
     11- Metemoglobinemia congênita
     12- Persistência hereditária de hemoglobina fetal
212- DISTÚRBIOS QUANTITATIVOS DA GLOBINA (Talassemias) ./SANGUE E LINFA: HEMÁCIAS. Alteração quantitativa no tetrâmero da hemoglobina (2 cadeias ou globinas alfa e 2 cadeias ou globinas beta). #Núcleo tetrapirrólico do grupo Heme.
     1- Estigma talassêmico
     2- Talassemia alfa falciforme
     3- Talassemia alfa intermediária
     4- Talassemia alfa minor
     5- Talassemia beta
     6- Talassemia beta intermediária
     7- Talassemia beta major
     8- Talassemia beta minor
     9- Talassemia beta(+) falciforme
     10- Talassemia beta(0) falciforme
     11- Talassemia delta-beta
213- DOENÇA TROFOBLÁSTICA GESTACIONAL ./OBSTERÍCIA. Grupo heterogênio de proliferação celular originada a partir do epitélio trofoblástico placentário. Formado por duas camadas de células: o sinciciotrofoblasto e o citotrofoblasto.
     1- Aborto molar
     2- Mola hidatiforme
     3- Mola hidatiforme clássica
     4- Mola hidatiforme incompleta
     5- Mola hidatiforme invasiva
214- DOENÇAS DA PLACENTA ./OBSTERÍCIA. Placenta diseases. Insuficiência placentária = Desnutrição fetal.
     1- Deficiência de coagulação
     2- Eritroblastose placentária fetal
     3- Feto e recém-nascido afetados por anormalidades morfológicas e funcionais da placenta e as não especificadas
     4- Feto e recém-nascido afetados por complicações da placenta, do cordão umbilical e das membranas
     5- Feto e recém-nascido afetados por descolamento da placenta e hemorragia
     6- Feto e recém-nascido afetados por influências nocivas transmitidas ao feto via placenta ou leite materno
     7- Feto e recém-nascido afetados por placenta prévia
     8- Hemorragias do pós-parto imediato
     9- Hemorragias pós-parto, tardias e secundárias
     10- Insuficiência placentária
     11- Malformação da placenta
     12- Mosaicismo da placenta
     13- Neoplasia de comportamento incerto da placenta
     14- Neoplasia maligna da placenta
     15- Perda sanguínea fetal originada da placenta
     16- Placenta prévia com hemorragia
     17- Placenta retida
     18- Retenção da placenta e das membranas
     19- Retenção de partes da placenta ou das membranas
     20- Tumor trofoblástico de localização placentária
215- ELASTOSES PRIMÁRIAS
Alterar
./PROTEINOSES (INTERSTICIAL).
     1- Aracnodactilia contratural congênita
     2- Cútis laxa senil
     3- Elastose perfurante serpiginosa
     4- Fibroelastose endocárdica
     5- Pseudoxantoma elástico
     6- Síndrome de Marfan
216- ELEMENTOS DE ANÁTOMO-PATOLOGIA ./01- HOMEOSTASE (Medicina Intensiva).
     1- DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES
     2- ESTENOSE, ESCLEROSE, ANEURISMA, DIVERTÍCULO, FENDA E FÍSTULA
     3- INTOXICAÇÃO, IATROGENIA E IDIOPÁTICA
217- ELEMENTOS DE FISIO-PATOLOGIA ./01- HOMEOSTASE (Medicina Intensiva).
     1- ABSORÇÃO, REABSORÇÃO, SECREÇÃO E EXCREÇÃO
     2- FLUXO, PRESSÃO E RESISTÊNCIA
     3- HEMORRAGIAS, HEMOSTASES, EXUDATOS E TRANSDUDATOS
     4- INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMORES
     5- MASSA, VOLUME, CONCENTRAÇÃO E DENSIDADE
218- ELEMENTOS DE IMUNO-PATOLOGIA ./01- HOMEOSTASE (Medicina Intensiva).
     1- IMUNODEFICIÊNCIAS PRIMÁRIAS
     2- SÍNDROMES AUTOINFLAMATÓRIAS
219- EMBOLIAS E TROMBOSES ./SANGUE E LINFA: HEMOSTASE E FIBRINÓLISE.
     1- Embolia amniótica
     2- Embolia e trombose arterial
     3- Embolia e trombose arterial da aorta abdominal
     4- Embolia e trombose arterial da ilíaca
     5- Embolia e trombose arterial de outras porções da aorta e das não especificadas
     6- Embolia e trombose arterial dos membros
     7- Embolia e trombose arterial dos membros inferiores
     8- Embolia e trombose arterial dos membros superiores
     9- Embolia e trombose da veia cava inferior
     10- Embolia e trombose da veia de Galeno
     11- Embolia e trombose da veia ilíaca
     12- Embolia e trombose das veias mesentéricas
     13- Embolia e trombose das veias ovarianas e pélvicas
     14- Embolia e trombose venosa
     15- Embolia e trombose venosa da renal
     16- Síndrome de Sneddon
     17- Síndrome dos anticorpos antifosfolipídeos
220- EMERGÊNCIA E URGÊNCIA - Abdominal ./EMERGÊNCIAS E URGÊNCIAS. Abdome agudo. Processo intra-abdominal causando dor abdominal aguda e intensa.
     1- Abscesso pélvico roto
     2- Abscesso tubo-ovariano
     3- Apendicite aguda
     4- Choque cirúrgico
     5- Choque consequente a aborto e a gravidez ectópica e molar
     6- Choque durante ou subsequente ao trabalho de parto e o parto
     7- Choque hemorrágico
     8- Choque séptico consequente a aborto e gravidez ectópica e molar
     9- Gravidez ectópica com ruptura
     10- Infarto agudo da artéria mesentérica
     11- Pancreatite aguda
     12- Perfuração de víscera abdominal
     13- Perfuração do útero
     14- Rotura de cisto ovariano
     15- Ruptura do útero antes do início do trabalho de parto
     16- Ruptura do útero durante o trabalho de parto
     17- Salpingite aguda
     18- Torção de cisto de ovário
     19- Torção do ovário, do pedículo ovariano e da trompa de Falópio
     20- Torção do útero
     21- Traumatismo do baço com ruptura
     22- Volvo intestinal
221- EMERGÊNCIA E URGÊNCIA - Circulatório ./EMERGÊNCIAS E URGÊNCIAS.
     1- Choque anafilático
     2- Choque séptico
     3- Fibrilação ventricular
     4- Infarto agudo do miocárdio
     5- Parada cardíaca
     6- Ruptura da artéria aorta
     7- Síndrome de Brugada
222- EMERGÊNCIA E URGÊNCIA - Nervoso ./EMERGÊNCIAS E URGÊNCIAS.
     1- Hemorragia do tronco cerebral traumática
     2- Infarto do tronco encefálico
     3- Síndrome de herniação intracraniana das amígdalas cerebelares
     4- Transecção total da medula espinhal acima do metâmero C4
223- EMERGÊNCIA E URGÊNCIA - Respiratório ./EMERGÊNCIAS E URGÊNCIAS.
     1- Edema agudo de pulmão
     2- Insuficiência respiratória aguda grave
     3- Obstrução das vias respiratórias
224- EMERGÊNCIA E URGÊNCIA - Torácica ./EMERGÊNCIAS E URGÊNCIAS.
     1- Perfuração do esôfago
225- EMERGÊNCIA E URGÊNCIA - TRAUMATISMO, ENVENENAMENTO E INTOXICAÇÃO ./EMERGÊNCIAS E URGÊNCIAS.
226- EMERGÊNCIAS E URGÊNCIAS ./01- HOMEOSTASE (Medicina Intensiva). "Acorda contente, almoça doente e à noite tá morto". Na Emergência (Urgência urgentíssima) há risco de morte imediata como na parada cardíaca. Na Urgência pode haver risco de morte imediata como na apendicite aguda. O principal objetivo da intervenção é manter a Homeostase do Tronco Encefálico.
     1- EMERGÊNCIA E URGÊNCIA - Abdominal
     2- EMERGÊNCIA E URGÊNCIA - Circulatório
     3- EMERGÊNCIA E URGÊNCIA - Nervoso
     4- EMERGÊNCIA E URGÊNCIA - Respiratório
     5- EMERGÊNCIA E URGÊNCIA - Torácica
     6- EMERGÊNCIA E URGÊNCIA - TRAUMATISMO, ENVENENAMENTO E INTOXICAÇÃO
     7- ESTADO VEGETATIVO
227- ENCEFALITES ./Nervoso_04: Inflamação, Infecção e Infestação.
     1- Encefalite
     2- Encefalite australiana
     3- Encefalite da califórnia
     4- Encefalite da taiga
     5- Encefalite de Rasmussen
     6- Neurossífilis
     7- Sífilis congênita tardia com neuropatia
     8- Sífilis do Sistema Nervoso Central assintomática
     9- Sífilis terciária
     10- Tabes dorsalis
228- ENTESOPATIAS ./11- SISTEMA ESQUELÉTICO (Traumatologia e Ortopedia). O entésio é a zona de inserção das fibras tendíneas, ligamentares ou capsulares nos ossos. A entesopatia pode ser decorrente de afecções traumáticas, degenerativas, metabólicas, inflamatórias ou iatrogênicas.
     1- Entesopatia do membro inferior
     2- Entesopatia do pé
     3- Entesopatia vertebral
     4- Entesopatias dos membros inferiores, excluindo pé
229- Epicrítica ./Sensibilidade geral.
     1- EPICRÍTICA 2- ESTRUTURA DE SUPORTE
     2- EPICRÍTICA 2- ÓRGÃO
     3- EPICRÍTICA 3- RECEPTOR
     4- EPICRÍTICA 4- VIA AFERENTE
     5- EPICRÍTICA 5- ÁREA DE PROJEÇÃO AFERENTE CORTICAL
     6- EPICRÍTICA 6- RESPOSTA
     7- EPICRÍTICA 6- RESPOSTA-PERCEPÇÃO
230- EPICRÍTICA 2- ESTRUTURA DE SUPORTE ./EPICRÍTICA.
231- EPICRÍTICA 2- ÓRGÃO ./EPICRÍTICA.
232- EPICRÍTICA 3- RECEPTOR ./EPICRÍTICA.
233- EPICRÍTICA 4- VIA AFERENTE ./EPICRÍTICA.
234- EPICRÍTICA 5- ÁREA DE PROJEÇÃO AFERENTE CORTICAL ./EPICRÍTICA.
235- EPICRÍTICA 6- RESPOSTA ./EPICRÍTICA.
236- EPICRÍTICA 6- RESPOSTA-PERCEPÇÃO ./EPICRÍTICA.
237- EPIDERME ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia). Primeira camada da pele, não possui vasos sanguíneos e é formada por um epitélio estratificado pavimentoso ou ou cornificado (5 camadas: basal, espinhoso, granuloso, lúcido, córneo). As células mais importante são: 1- Queratinócito (queratina); 2- Melanócitos (melanina); 3- Células de Langerhans (defesa imunológica); 4- Células de Merkel (mecanorreceptores).
     1- Complexo de Carney
     2- Erisipela melanomatosa
238- EPIDERMÓLISES BOLHOSA ./DERMATOSES BOLHOSAS HEREDITÁRIAS.
     1- Epidermólise bolhosa distrófica dominante
     2- Epidermólise bolhosa distrófica recessiva
     3- Epidermólise bolhosa hereditária
     4- Epidermólise bolhosa juncional
     5- Epidermólise bolhosa juncional atrófica benigna generalizada
     6- Epidermólise bolhosa juncional cicatricial
     7- Epidermólise bolhosa juncional grave
     8- Epidermólise bolhosa juncional mitis
     9- Epidermólise bolhosa simples
     10- Epidermólise bolhosa simples com distrofia muscular
     11- Epidermólise bolhosa simples com eritema migratório circinado
     12- Epidermólise bolhosa simples com pigmentação mosqueada
     13- Epidermólise bolhosa simples de Ogna
     14- Epidermólise bolhosa simples generalizada
     15- Epidermólise bolhosa simples herpetiforme de Dowling-Meara
     16- Epidermólise bolhosa simples juncional
     17- Epidermólise bolhosa simples localizada
239- Equilíbrio ./Sensibilidade especial.
     1- EQUILÍBRIO 2- ESTRUTURA DE SUPORTE
     2- EQUILÍBRIO 2- ÓRGÃO
     3- EQUILÍBRIO 3- RECEPTOR
     4- EQUILÍBRIO 4- VIA AFERENTE
     5- EQUILÍBRIO 5- ÁREA DE PROJEÇÃO CORTICAL
     6- EQUILÍBRIO 6- RESPOSTA
     7- EQUILÍBRIO: 6- RESPOSTA-PERCEPÇÃO
240- EQUILÍBRIO 2- ESTRUTURA DE SUPORTE ./EQUILÍBRIO.
     1- Síndrome de Lermoyez
241- EQUILÍBRIO 2- ÓRGÃO ./EQUILÍBRIO.
     1- Disfunção do labirinto
     2- Doença de Ménière
     3- Fístula do labirinto
     4- Labirintite
     5- Laringite obstrutiva aguda (crupe) e epiglotite
242- EQUILÍBRIO 3- RECEPTOR ./EQUILÍBRIO.
243- EQUILÍBRIO 4- VIA AFERENTE ./EQUILÍBRIO.
     1- Neuronite vestibular
244- EQUILÍBRIO 5- ÁREA DE PROJEÇÃO CORTICAL ./EQUILÍBRIO.
245- EQUILÍBRIO 6- RESPOSTA ./EQUILÍBRIO.
     1- Distúrbios da função vestibular
     2- Náusea por movimento em vôo espacial
     3- Síndrome vertiginosa
     4- Vertigem de origem central
     5- Vertigem paroxística benigna
246- EQUILÍBRIO ÁCIDO-BÁSICO (Metabólica)
Alterar
./07- SISTEMA URINÁRIO (Nefrologia e Urologia).
     1- ACIDOSE METABÓLICA
     2- ALCALOSE METABÓLICA
247- EQUILÍBRIO HIDRO-ELETROLÍTICO ./07- SISTEMA URINÁRIO (Nefrologia e Urologia).
     1- CÁLCIO
     2- POTÁSSIO
     3- SÓDIO
     4- Desidratação
     5- Desidratação do recém-nascido
     6- Desidratação hipertônica
     7- Distúrbio metabólico
248- EQUILÍBRIO: 6- RESPOSTA-PERCEPÇÃO ./EQUILÍBRIO.
249- ERITEMA FIGURADO ./MANCHAS VÁSCULO-SANGUÍNEAS.
     1- Eritema anular centrífugo de Darier
     2- Eritema crônico migratório
     3- Eritema discrômico persistente
     4- Eritema elevado diutino
     5- Eritema indurado
     6- Eritema marginado
     7- Eritema marginado da febre reumática com nódulo subcutâneo sem cardiopatia
     8- Eritema migrans crônico
     9- Eritema migratório necrolítico
250- ESCLEROSE SISTÊMICA
Alterar
./LESÕES CUTÂNEAS PREDOMINANTEMENTE SÓLIDAS. Esclerodermia mixedematoso; Scleroderma, systemic. Existem 3 tipos de Esclerodermia sistêmica (esclerose cutânea sistêmica): Esclerose cutânea limitada e a Esclerose cutânea difusa e a Esclerose sistêmica sine scleroderma. #Limitada de localizada.
     1- Esclerodermia
     2- Esclerodermia localizada
     3- Esclerose sistêmica difusa
     4- Esclerose sistêmica limitada
     5- Esclerose sistêmica por droga e substâncias químicas
     6- Esclerose sistêmica progressiva
     7- Esclerose sistêmica sine scleroderma
251- ESFINGOLIPIDOSES
Alterar
./LIPIDOSES (INTRACELULAR). Sphingolipidoses. Esfingo de esfinge, função misteriosa. Grupo de distúrbios lissosômicos ou peroxissosomos no catabolismo de esfingolipídeos por defeito nos lípidos complexos contendo esfingosina (ou esfingol = serina + 1 aminoácido + 1 ácido graxo). Os principais esfingolipídeos são: gangliosídeos, globosídeos, cerebrosídio, ceramida e esfigomielina.
     1- CERAMIDOSES
     2- CEREBROSIDOSES
     3- ESFINGOMIELINOSES
     4- GANGLIOSIDOSES
     5- GLOBOSIDOSES
     6- Angioqueratoma difuso de Fabry
     7- Deficiência da enzima gangliosídeo-neuraminidase
     8- Doença do armazenamento de ácido siálico livre forma adulta
     9- Doença do armazenamento de ácido siálico livre forma infantil
     10- Fucosidose
     11- Fucosidose infantil tipo I
     12- Fucosidose juvenil tipo II
     13- Leucodistrofia metacromática
     14- Leucodistrofia metacromática tipo adulta
     15- Leucodistrofia metacromática tipo juvenil
     16- Leucodistrofia metacromática tipo neonatal tardia
     17- Manosidose
252- ESFINGOMIELINOSES ./ESFINGOLIPIDOSES. Acúmulo de esfingomielina (ceramida-fosfocolina).
     1- Doença de Niemann-Pick
     2- Doença de Niemann-Pick tipo A
     3- Doença de Niemann-Pick tipo B
     4- Doença de Niemann-Pick tipo C
     5- Doença de Niemann-Pick tipo D
     6- Doença de Niemann-Pick tipo E
253- ESTADO VEGETATIVO ./EMERGÊNCIAS E URGÊNCIAS. Insuficiência do Tronco Encefálico; Estado de inconsciência refratária. Medida pela Escala de coma de Glasgow (uma Universidade da Escócia) criada em 1959 por Pierre Mollaret (1898-1987) e Maurice Goulon (1876-1961), neurologistas franceses.
     1- Coma
     2- Coma hepático
     3- Coma hiperglicêmico
     4- Coma hiperglicêmico hiperosmolar não cetônico
     5- Coma hipoglicêmico não-diabético
     6- Coma insulínico
     7- Coma mixedematoso
     8- Coma neonatal
     9- Coma pós-traumatismo da cabeça
     10- Inibidores da enzima ATP-sintase
254- ESTEATOSES
Alterar
./LIPIDOSES (INTRACELULAR). Um tipo de Lipidose, é o acúmulo de gordura (triglicerídeos), em qualquer tecido, exceto o conjuntivo adiposo. Na esteatose (ose = degeneração) hepática (Fígado gorduroso) há depósito de triglicerídeos nos hepatócitos.
     1- Degeneração hepática gordurosa com necrose zonal
     2- Doença hepática tóxica com esteatose hepática
     3- Fígado gorduroso alcoólico
     4- Fígado gorduroso não-alcóolico
     5- Gravidez com fígado gorduroso
255- ESTENOSE, ESCLEROSE, ANEURISMA, DIVERTÍCULO, FENDA E FÍSTULA ./ELEMENTOS DE ANÁTOMO-PATOLOGIA. Atresia é uma condição na qual um órgão ou orifício condutor do corpo é anormalmente fechado ou ausente.
256- EXCREÇÃO URINÁRIA ./07- SISTEMA URINÁRIO (Nefrologia e Urologia).
     1- Cálculo do ureter
     2- Calculose do trato urinário inferior
     3- Calculose do ureter
     4- Calculose na bexiga
     5- Calculose urinária
     6- Calculose urinária por fosfato de amônio-magnésio
     7- Calculose urinária por fosfato de cálcio
     8- Calculose urinária por fosfato e oxalato de cálcio
     9- Calculose urinária por oxalato de cálcio
     10- Cólica renal
     11- Fístula da uretra
     12- Hidronefrose com obstrução por calculose renal e ureteral
     13- Hiperpotassemia por excreção diminuída
     14- Nefrolitíase
     15- Pseudogota
257- FACOMATOSES ./DISPLASIAS DO FOLHETO ECTODÉRMICO. Síndromes neuro-óculo-cutâneas; Distúrbios neurocutâneos. Phakos (gr) = mancha cutânea semelhante a sarda. Termo introduzido em 1920 por Jan van der Hoeve (1878-1952), oftalmologista holandês.
     1- Doença de von Recklinghausen
     2- Esclerose tuberosa
     3- Facomatose de Hippel-Lindau
     4- Facomatose de Louis-Bar
     5- Facomatose de Meckel-Gruber
     6- Facomatose de Peutz-Jeghers
     7- Facomatose de Proteus
     8- Facomatose de Riley-Day
     9- Facomatose de Sturge-Weber
     10- Facomatose do hamartoma múltiplo
     11- Facomatose pigmento-queratósica
     12- Incontinência pigmentar
     13- Neurofibroma plexiforme
258- FENÓTIPO COM LINFÓCITOS T-B+NK- ./IMUNODEFICIÊNCIAS CELULARES COMBINADAS GRAVES.
     1- Mutações na cadeia gama comum (yc)
     2- Mutações no gene JAK3
259- FENÓTIPO COM LINFÓCITOS T-B+NK+ ./IMUNODEFICIÊNCIAS CELULARES COMBINADAS GRAVES.
     1- Deficiência da proteína reguladora de actina
     2- Deficiência do complexo CD3 (CD3d, CD3e, CD3z)
     3- Deficiência de CD45
     4- Deficiências da cadeia alfa do receptor de IL-7
260- FENÓTIPO COM LINFÓCITOS T-B-NK- ./IMUNODEFICIÊNCIAS CELULARES COMBINADAS GRAVES.
     1- Deficiência da enzima adenosina-deaminase
     2- Disgenesia reticular
261- FENÓTIPO COM LINFÓCITOS T-B-NK+ ./IMUNODEFICIÊNCIAS CELULARES COMBINADAS GRAVES.
     1- Deficiência da enzima de DNA Ligase IV
     2- Deficiência da subunidade catalítica da proteína-quinase DNA-dependente (DNA-PKcs) (PRKDC),
     3- Deficiência de Artemis
     4- Deficiência de Cernunnos/fator XRCC-4
     5- Deficiência genética de RAG1 e RAG2
262- FLUXO, PRESSÃO E RESISTÊNCIA ./ELEMENTOS DE FISIO-PATOLOGIA. Fluxo (mL/min) = Diferença de Pressão (mmHg) / Resistência (mmHg/mL/min). A Pressão = Volume (mL) / Complacência (mL/mmHg). Resistência = (8 * viscosidade * comprimento) / (PI * raio interno^4). Nos vasos permeáveis (capilares) temos que considerar o Fluxo transmural = Fluxo aferente - Fluxo eferente.
263- FOTODERMATOSES ./LESÕES CUTÂNEAS POR FOTOSSENSIBILIDADE.
     1- Hidroa vaciniforme
     2- Mancha senil
     3- Pênfigo crônico familiar benigno
     4- Poiquilodermia acroqueratósica hereditária de Kindler-Weary
264- FUNGOS ./15- INFECÇÃO, INFESTAÇÃO.
     1- Abscesso e cisto feomicótico subcutâneo
     2- Abscesso intracraniano feomicótico
     3- Actinomicetoma
     4- Adiaspiromicose pulmonar aguda
     5- Alesqueriose
     6- Aspergilose
     7- Aspergilose amigdaliana
     8- Aspergilose disseminada
     9- Aspergilose do ouvido externo
     10- Blastomicose Norte-Americana
     11- Blastomicose queloidiana
     12- Blastomicose Sul-Americana
     13- Blastomicose Sul-Americana disseminada
     14- Candidíase
     15- Candidíase com abscesso hepático
     16- Candidíase com endocardite
     17- Candidíase com estomatite
     18- Candidíase com meningite
     19- Candidíase com osteomielite
     20- Candidíase com septicemia
     21- Candidíase da pele e das unhas
     22- Candidíase da vulva e da vagina
     23- Candidíase disseminada
     24- Candidíase disseminada hepatoesplênica
     25- Candidíase do pênis e escroto
     26- Coccidioidomicose
     27- Coccidioidomicose articular
     28- Coccidioidomicose com meningite
     29- Coccidioidomicose com osteomielite
     30- Coccidioidomicose cutânea
     31- Coccidioidomicose disseminada
     32- Criptococose
     33- Criptococose cerebral
     34- Criptococose cutânea
     35- Criptococose disseminada
     36- Criptococose ganglionar
     37- Criptococose óssea
     38- CROMOFITOSES
     39- Cromomicose
     40- Dermatofitose
     41- Esporotricose
     42- Esporotricose disseminada
     43- Esporotricose linfocutânea
     44- Eumicetoma
     45- Geotricose
     46- Histoplasmose
     47- Histoplasmose com osteomielite
     48- Histoplasmose por Histoplasma capsulatum
     49- Histoplasmose por Histoplasma capsulatum disseminada
     50- Histoplasmose por Histoplasma duboisii
     51- Infecção fúngica superficial
     52- Infecções disseminadas por Penicillium marneffei
     53- Micetoma
     54- Micose superficial
     55- Mucormicose
     56- Mucormicose cutânea
     57- Mucormicose disseminada
     58- Mucormicose gastrointestinal
     59- Mucormicose rinocerebral
     60- Outras aspergiloses pulmonares
     61- Outras formas de Aspergilose
     62- Outras formas de coccidioidomicose
     63- Outras micoses ncop
     64- Penicilose
     65- Piedra branca
     66- Piedra negra
     67- Rinosporidiose
     68- Tinea amiantácea
     69- Tinea cabeça profunda
     70- Tinea cruris
     71- Tinea da barba e do couro cabeludo
     72- Tinea da barba profunda
     73- Tinea da face
     74- Tinea da mão
     75- Tinea das unhas
     76- Tinea do corpo
     77- Tinea dos pés
     78- Tinea imbricada
     79- Tinea negra
265- FURÚNCULOS E ABSCESSOS ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia).
     1- Abscesso cutâneo
266- Galactosemia ./Monossacarídeos.
     1- Galactosemia Duarte
     2- Galactosemia tipo I
     3- Galactosemia tipo II
     4- Galactosemia tipo III
267- GANGLIOSIDOSES ./ESFINGOLIPIDOSES. Gangliosidoses são esfingolipidoses (distúrbios de armazenamento lisossômico), caracterizadas pelo acúmulo generalizado de gangliosídeos, oligossacarídeos ou queratano sulfato.
     1- Doença de Tay-Sachs
     2- Gangliosidose GM1 tipo 1
     3- Mucolipidose tipo IV
268- GINECOLOGIA ./SISTEMA REPRODUTOR FEMININO.
     1- CICLO MENSTRUAL (Ovulação)
     2- CICLO MENSTRUAL (Útero)
     3- Sangramento anormal do útero ou da vagina
     4- Sangramentos pós-coito ou de contato
     5- Vaginismo
     6- Vaginismo psicogênico
269- Glicina ./AMINOÁCIDOS E DERIVADOS. O neurotransmissor inibitório da medula espinhal. #Glicerina, o mais simples dos álcoois alifáticos trivalentes. Isolado em 1799 por Carl Scheele.
     1- Distúrbios do metabolismo da glicina
     2- Hiperglicinemia não-cetótica
     3- Síndrome óculo-cérebro-renal
270- GLICOGÊNESE
Alterar
./POLISSACARÍDEOS.
271- GLICOGENOSES (intracelular)
Alterar
./DEGENERAÇÕES. Homopolissacarídeos. A regulação do metabolismo do Glicogênio é feito pelas enzimas glicogênio sintetase que quando fosforilada é inativa e a fosforilase que, quando fosforilada é ativa. No músculo a Adrenalina fosforila e, no fígado é o glucagon pancreático que fosforila, ambas via enzima adenilato-ciclase e AMPc. Em repouso, as fosfatases desfosforilam.
     1- Doença do armazenamento de glicogênio tipo 0
     2- Doença do armazenamento de glicogênio tipo Ia
     3- Doença do armazenamento de glicogênio tipo IaSP
     4- Doença do armazenamento de glicogênio tipo Ib
     5- Doença do armazenamento de glicogênio tipo Ic
     6- Doença do armazenamento de glicogênio tipo Id
     7- Doença do armazenamento de glicogênio tipo II
     8- Doença do armazenamento de glicogênio tipo II tipo adulta
     9- Doença do armazenamento de glicogênio tipo II tipo infantil
     10- Doença do armazenamento de glicogênio tipo II tipo neonatal
     11- Doença do armazenamento de glicogênio tipo IIIA
     12- Doença do armazenamento de glicogênio tipo IIIB
     13- Doença do armazenamento de glicogênio tipo IV
     14- Doença do armazenamento de glicogênio tipo IX
     15- Doença do armazenamento de glicogênio tipo V
     16- Doença do armazenamento de glicogênio tipo VI
     17- Doença do armazenamento de glicogênio tipo VII
     18- Doença do armazenamento de glicogênio tipo VIII
     19- Doença do armazenamento de glicogênio tipo X
     20- Doença do armazenamento de glicogênio tipo XI
     21- Doença do armazenamento de glicogênio tipo XII
272- Glicoproteínas ./METABOLISMO DAS PROTEÍNAS.
     1- Deficiência de alfa1-antitripsina
273- GLOBOSIDOSES ./ESFINGOLIPIDOSES. São glicoesfingolipídeos neutros que contêm N-acetilglucosamina (paraglobosídeo) ou N-acetilgalactosamina (globosídeo). Globosídeo é o antígeno P no eritrócito, enquanto o paraglobosídeo é um intermediário na biossíntese de eritrócito do grupo sanguíneo ABH e antígenos glicoesfingolipídeos P1.
     1- Doença de Sandhoff
274- GRANULOMATOSES
Alterar
./DEGENERAÇÕES. Aglomerado de macrófafos epitelioides presentes na inflamação crônica, com a presença de linfócitos ao redor, desenvolvimento de células gigantes multinucleadas, e necrose central. Tipos: Doenças granulomatosas não infecciosas e infecciosas.
     1- GRANULOMATOSES INFECCIOSAS
     2- GRANULOMATOSES NÃO-INFECCIOSAS
275- GRANULOMATOSES INFECCIOSAS ./GRANULOMATOSES.
     1- Abscesso e granuloma intracranianos
     2- Abscesso e granuloma intracranianos e intraespinhais
     3- Abscesso e granuloma intracranianos e intra-raquidianos
     4- Abscesso e granuloma intraraquidianos
     5- Afecções granulomatosas da pele e do tecido subcutâneo
     6- Blastomicose queloidiana
     7- Blastomicose Sul-Americana
     8- Brucelose
     9- Calázio
     10- Criptococose cerebral
     11- Doença de Chagas crônica
     12- Esquistossomose
     13- Granuloma de piscina
     14- Granuloma inguinal
     15- Granulomatose séptica progressiva
     16- Gravidez, parto ou puerpério com linfogranuloma venéreo por clamídia
     17- Histiocitose X
     18- Histoplasmose
     19- Leishmaniose cutânea
     20- Lepra
     21- Linfogranuloma venéreo
     22- Listeriose neonatal disseminada
     23- Malária por Plasmodium falciparum com complicações cerebrais
     24- Rinite crônica
     25- Rinoscleroma
     26- Sífilis
     27- Tuberculose
276- GRANULOMATOSES NÃO-INFECCIOSAS ./GRANULOMATOSES. As Granulomatoses não-infecciosas podem ser: Granulomas sarcoídeos (arranjo concêntrico de células epitelioides), necrobióticos (degeneração do colágeno dérmico envolto por histiócitos e linfócitos dispostos em paliçada) e de corpo estranho (as células gigantes de corpo estranho).
     1- Arterite cerebral
     2- Distúrbios funcionais dos neutrófilos polimorfonucleares
     3- Doença de Crohn
     4- Doença de Crohn do intestino grosso
     5- Doença de Farber
     6- Doença de Letterer-Siwe
     7- Doença granulomatosa benigna sistêmica generalizada
     8- Doença granulomatosa crônica
     9- Gastrite granulomatosa
     10- Granuloma actínico
     11- Granuloma anular
     12- Granuloma anular generalizado
     13- Granuloma anular perfurante
     14- Granuloma central de células gigantes
     15- Granuloma da linha média letal
     16- Granuloma da órbita
     17- Granuloma das vias respiratórias
     18- Granuloma de células plasmáticas
     19- Granuloma de corpo estranho
     20- Granuloma de corpo estranho da pele e do tecido subcutâneo
     21- Granuloma de corpo estranho no tecido mole
     22- Granuloma de Hodgkin
     23- Granuloma de Kveim-Siltzbach
     24- Granuloma eosinofílico
     25- Granuloma glúteo infantil
     26- Granuloma hepáticos na beriliose
     27- Granuloma laríngeo
     28- Granuloma letal da linha média da face
     29- Granuloma mucoso
     30- Granuloma orbital de células plasmáticas
     31- Granuloma periapical
     32- Granuloma piogênico
     33- Granuloma pulmonar de células plasmáticas
     34- Granulomatose alérgica
     35- Granulomatose hepática crônica
     36- Granulomatose linfomatoide
     37- Granulomatose poliangeítica
     38- Granulomatose poliangeítica com ANCA
     39- Hepatite granulomatosa
     40- Lesões granulomatosas e granulomatoides da mucosa oral
     41- Linfoma não-Hodgkin
     42- Micose fungoide
     43- Miocardite granulomatosa por células gigantes
     44- Outras formas de rosácea
     45- Paniculite crônica granulomatosa
     46- Paragranuloma de Hodgkin
     47- Periodontite apical crônica
     48- Peritonite aguda granulomatosa
     49- Pielonefrite xantogranulomatosa
     50- Queilite granulomatosa
     51- Sarcoidose
     52- Sarcoidose cicatricial
     53- Sarcoidose com artrite
     54- Sarcoidose com febre uveoparótidia
     55- Sarcoidose com granulomas hepáticos
     56- Sarcoidose com iridococlite
     57- Sarcoidose com miocardiopatia
     58- Sarcoidose com miosite
     59- Sarcoidose com neuropatia
     60- Sarcoidose com paralisias de múltiplos nervos cranianos
     61- Sarcoidose da pele
     62- Sarcoidose da pele tipo atrófica-ulcerante
     63- Sarcoidose da pele tipo ictiose
     64- Sarcoidose da pele tipo placa
     65- Sarcoidose dos gânglios linfáticos
     66- Sarcoidose dos pulmões e dos gânglios linfáticos
     67- Sarcoidose intestinal
     68- Sarcoidose pulmonar
     69- Sarcoidose subcutânea
     70- Sarcoidose tipo circinada
     71- Sarcoidose tipo nodular grande
     72- Sarcoidose tipo nodular pequeno
     73- Síndrome de Blau
     74- Síndrome de Carrington-Liebow
     75- Síndrome de Churg-Strauss
     76- Síndrome de Lofgren
     77- Síndrome de Vogt-Koyanagi-Harada
     78- Tireoidite subaguda
     79- Uveíte
     80- Xantogranuloma juvenil
277- Gustação ./Sensibilidade especial.
     1- GUSTAÇÃO 2- ESTRUTURA DE SUPORTE
     2- GUSTAÇÃO 2- ÓRGÃO
     3- GUSTAÇÃO 3- RECEPTOR
     4- GUSTAÇÃO 4- VIA AFERENTE
     5- GUSTAÇÃO 5- ÁREA DE PROJEÇÃO AFERENTE CORTICAL
     6- GUSTAÇÃO 6- RESPOSTA
     7- GUSTAÇÃO 6- RESPOSTA-PERCEPÇÃO
     8- Epilepsia parcial sensorial
278- GUSTAÇÃO 2- ESTRUTURA DE SUPORTE ./GUSTAÇÃO.
     1- Mioquimia facial
279- GUSTAÇÃO 2- ÓRGÃO ./GUSTAÇÃO.
     1- Anquiloglossia
     2- Glossite
     3- Glossodínia
     4- Hipertrofia das papilas linguais
     5- Língua crenada
     6- Língua escrotal
     7- Língua fendida
     8- Língua pilosa
     9- Língua sulcada
     10- Malformações da língua
     11- Neoplasias da língua
     12- Úlcera da língua
280- GUSTAÇÃO 3- RECEPTOR ./GUSTAÇÃO.
281- GUSTAÇÃO 4- VIA AFERENTE ./GUSTAÇÃO.
     1- Traumatismo do nervo facial (VII PC)
282- GUSTAÇÃO 5- ÁREA DE PROJEÇÃO AFERENTE CORTICAL ./GUSTAÇÃO.
283- GUSTAÇÃO 6- RESPOSTA ./GUSTAÇÃO.
284- GUSTAÇÃO 6- RESPOSTA-PERCEPÇÃO ./GUSTAÇÃO.
285- HAMARTOMAS ./DISGENESIAS. Hamartion (gr) = corpo defeituoso, é um tumor (oma) não neoplásico caracterizada por uma associação anormal dos componentes de um tecido específico. Termo criado em 1907 por Eugen Albrecht (1872-1908), patologista alemão.
286- HAMARTOMAS CUTÂNEOS ./DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS DA PELE E ANEXOS.
     1- Nevo sebáceo de Jadassohn
287- Helmintos ./15- INFECÇÃO, INFESTAÇÃO.
     1- Ancilostomíase
     2- Ancilostomose
     3- Angiostrongiloidose intestinal
     4- Anisaquíase
     5- Ascaridíase
     6- Ascaridíase biliar
     7- Cisticercose
     8- Clonorquíase aguda
     9- Dicrocelíase
     10- Dracontíase
     11- Equinococose
     12- Esparganose
     13- Esquistossomose
     14- Esquistossomose com neuropatia
     15- Esquistossomose por Schistosoma haematobium
     16- Estrongiloidíase
     17- Fasciolíase aguda
     18- Fasciolíase crônica latente
     19- Fasciolíase crônica obstrutiva
     20- Infecção por helminto Dirofilaria
     21- Infecções por cestoides
     22- Infestação hepática por Echinococcus granulosus
     23- Infestação hepática por Echinococcus multilocularis
     24- Infestação por Diphyllobothrium latum
     25- Infestação por dipylidium caninum
     26- Infestação por Hymenolepis
     27- Infestação por Hymenolepis diminuta
     28- Infestação por Hymenolepis nana
     29- Infestação por Taenia saginata
     30- Infestação por Taenia solium
     31- Larva migrans cutânea
     32- Loaíase
     33- Necatoríase
     34- Opistorquíase aguda
     35- Oxiuríase
     36- Paragonimíase
     37- Teníase
     38- Toxocaríase
     39- Tricuríase
     40- Triquinose
     41- Triquinose muscular
288- HEMODINÂMICA E MICROCIRCULAÇÃO (rins) ./07- SISTEMA URINÁRIO (Nefrologia e Urologia).
     1- Lúpus eritematoso sistêmico com nefrose
289- HEMORRAGIAS DO PRIMEIRO TRIMESTRE ./OBSTERÍCIA.
290- HEMORRAGIAS DO SEGUNDO TRIMESTRE ./OBSTERÍCIA.
291- HEMORRAGIAS DO TERCEIRO TRIMESTRE ./OBSTERÍCIA.
     1- Descolamento prematuro de placenta
     2- Placenta prévia
     3- Ruptura de vasos prévios
     4- Ruptura do seio marginal
     5- Ruptura uterina
292- HEMORRAGIAS, HEMOSTASES, EXUDATOS E TRANSDUDATOS ./ELEMENTOS DE FISIO-PATOLOGIA.
293- HEMOSTASIA PRIMÁRIA
Alterar
./SANGUE E LINFA: HEMOSTASE E FIBRINÓLISE.
     1- SÍNDROMES HEMOLÍTICAS
     2- Deficiência de grânulos alfa-delta nas plaquetas
     3- Deficiencia do pool de depósito delta na plaquetas
     4- Doença de von Willebrand com deficiência do fator VIII:C coagulante
     5- Doença de von Willebrand tipo I
     6- Doença de von Willebrand tipo IIb
     7- Doença de von Willebrand tipo III
     8- Doença do fator de von Willebrand
     9- Doença plaquetária de Quebec
     10- Drogas antitrombótica - inibidores da agregação de plaquetas via ciclooxigenase-2
     11- Drogas antitrombótica - inibidores de glicoproteína IIb-IIIa
     12- Febre hemorrágica por vírus Ebola
     13- Gravidez com Síndrome HELLP
     14- Macrotrombocitopenia ligada ao cromossomo X
     15- Macrotrombocitopenia mediterrânica
     16- Púrpura trombocitopênica
     17- Púrpura trombocitopênica secundária
     18- Púrpura trombocitopênica trombótica
     19- Síndrome da trombocitopenia
     20- Síndrome das plaquetas cinzentas
     21- Síndrome das plaquetas gigantes
     22- Síndrome de Hermansky-Pudlak
     23- Síndrome de Scott
     24- Síndrome de Upshaw-Schulman
     25- Tromboastenia de Glanzmann
     26- Tromboastenia hemorrágica hereditária
     27- Trombocitemia essencial hemorrágica
     28- Trombocitopenia amegacariocítica congênita
     29- Trombocitopenia amegacariocítica congênita com sinostose radioulnar
     30- Trombocitopenia com ausência de rádio
     31- Trombocitopenia com hemorragia pulmonar
     32- Trombocitopenia com talassemia ligada ao X
     33- Trombocitopenia hereditária relacionada ao MYH9
     34- Trombocitopenia transitória neonatal
     35- Trombocitose essencial
     36- Trombocitose reativa
     37- Uso de Ácido acetilsalicílico
     38- Uso de glicocorticoides e análogos sintéticos - dexametasona
294- HEMOSTASIA SECUNDÁRIA ./SANGUE E LINFA: HEMOSTASE E FIBRINÓLISE. Deficiências do fator de coagulação sanguínea; Coagulation protein disorders.
     1- Deficiência combinada do fator V e fator VIII da coagulação
     2- Deficiência de antitrombina III
     3- Deficiência de proteína C
     4- Deficiência do fator de Fletcher
     5- Deficiência do fator VIII:A por anticorpos
     6- Deficiência hereditária de proteína S
     7- Deficiência hereditária do fator I da coagulação
     8- Deficiência hereditária do fator II da coagulação
     9- Deficiência hereditária do fator IX da coagulação
     10- Deficiência hereditária do fator V da coagulação
     11- Deficiência hereditária do fator VII da coagulação
     12- Deficiência hereditária do fator VIII da coagulação
     13- Deficiência hereditária do fator X da coagulação
     14- Deficiência hereditária do fator XI da coagulação
     15- Deficiência hereditária do fator XII da coagulação
     16- Deficiência hereditária do fator XIII da coagulação
     17- Deficiências de coagulação pós-parto
     18- Doença de von Willebrand tipo IIa
     19- Fator V de Leiden
     20- Fator XIII Val34Leu
     21- Fatores e co-fatores de coagulação
     22- Hiper-homocisteinemia
     23- Mutação do gene da protrombina (G20210A)
     24- Níveis elevados do Fator VIII da coagulação
     25- Uso de anticoagulantes - cumarínicos
     26- Uso de anticoagulantes - Heparina
     27- Uso de sanguessuga
295- HÉRNIAS, CISTOS E ABSCESSOS NO SISTEMA NERVOSO ./Nervoso_04: Inflamação, Infecção e Infestação.
     1- Cisto aracnoide
     2- Cisto coloide
     3- Cisto de Monro
     4- Cisto leptomeníngeo
     5- Cisto pineal
     6- Síndrome de Arnold-Chiari tipo 0
     7- Síndrome de Arnold-Chiari tipo I
     8- Síndrome de Arnold-Chiari tipo II
     9- Síndrome de Arnold-Chiari tipo III
     10- Síndrome de Arnold-Chiari tipo IV
     11- Síndrome de herniação intracraniana do giro do cíngulo
     12- Síndrome de herniação intracraniana do uncus do lobo temporal
296- Hipersecreção de Calcitonina ./Tireoide. Hiperplasia de células C da tireoide; Hipersecreção de tireocalcitonina.
     1- Carcinoma medular com estroma amiloide da glândula tireoide
     2- Carcinoma medular da glândula tireoide
297- Hipersecreção de TSH ./Tireoide.
     1- Síndrome da secreção inadequada do hormônio tireoestimulante
298- HIPODERME ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia).
299- Hipotálamo ./09- SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR (Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Urologia).
300- HORMÔNIOS CORTICÓIDES
Alterar
./ADRENAIS.
     1- Adenoma da córtex adrenal
     2- Adenoma de córtex supra-renal de células claras
     3- Adenoma de córtex supra-renal de células compactas
     4- Adenoma de córtex supra-renal de células glomerulosas
     5- Adenoma de córtex supra-renal de células mistas
     6- Aldosteronismo glicocorticoide
     7- Crise addisoniana
     8- Deficiência da enzima 11-beta-hidroxiesteroide desidrogenase
     9- Deficiência da enzima 11-beta-hidroxilase
     10- Deficiência da enzima 17-alfa-hidroxilase
     11- Deficiência da enzima 21-hidroxilase total
     12- Deficiência da enzima 3-b-hidroxiesteroide desidrogenase
     13- Doença de Cushing
     14- Doença pelo HIV com infecção da córtex da supra-renal
     15- Hiperaldosteronismo
     16- Hiperaldosteronismo primário
     17- Hiperaldosteronismo secundário
     18- Hipoaldosteronismo
     19- Hipoplasia adrenal congênita
     20- Insuficiência adrenal
     21- Insuficiência adrenocortical aguda por drogas
     22- Insuficiência adrenocortical crônica
     23- Insuficiência adrenocortical crônica primária
     24- Insuficiência adrenocortical primária aguda
     25- Malformações congênitas das supra-renais
     26- Pseudohipoaldosteronismo tipo 1
     27- Síndrome adrenogenital
     28- Síndrome adrenogenital por deficiência da enzima 21-hidroxilase parcial
     29- Síndrome adrenogenital por deficiência da enzima 21-hidroxilase total
     30- Síndrome da resistência hormonal ao cortisol familiar
     31- Síndrome de Cushing I
     32- Síndrome de Cushing por ACTH ectópico
     33- Síndrome de Cushing por droga
     34- Síndrome de Nelson
     35- Síndrome de pseudoCushing por álcool
     36- Síndrome meningocócica das supra-renais
     37- Tuberculose das supra-renais
     38- Uso de bloqeadores dos receptores de mineralcorticoides
     39- Uso de bloqueadores dos receptores de glicocorticoides
     40- Uso de inibidores da enzima aromatase
301- Icterícia ./CATABOLISMO DO GRUPO HEME. Icterus (latim) = amarelo ou amarelado.
     1- Icterícia neonatal
     2- Icterícia neonatal associada ao parto prematuro
     3- Icterícia neonatal de outras lesões hepatocelulares
     4- Icterícia neonatal por contusões
     5- Icterícia neonatal por deglutação de sangue materno
     6- Icterícia neonatal por drogas ou toxinas transmitidas pela mãe ou administradas ao recém-nascido
     7- Icterícia neonatal por hemólise excessiva
     8- Icterícia neonatal por infecção
     9- Icterícia neonatal por inibidores do leite materno
     10- Icterícia neonatal por policitemia
     11- Icterícia neonatal por sangramento
     12- Icterícia obstrutiva extra-hepática
     13- Icterícia recorrente da gestação
     14- Kernicterus
302- ICTIOSES ./CERATOSES HEREDITÁRIAS. Doença escamosa; Doença da escama de peixe. Ictiose (ichthys: grego) = peixe. É um grupo Dermatopatias (hereditária ou adquirida) caracterizadas por pele ressecada, endurecida, seca e escamosa. Acúmulo de pele (córnea) velha.
     1- Eritrodermia ictiosiforme congênita não bolhosa
     2- Eritrodermia ictiosiforme congênita não-abundante
     3- Ictiose arlequim
     4- Ictiose bolhosa de Siemens
     5- Ictiose epidermolítica
     6- Ictiose folicular
     7- Ictiose hystrix
     8- Ictiose lamelar
     9- Ictiose ligada ao X
     10- Ictiose vulgar
     11- Síndrome de descamação da pele tipo não inflamatório
303- IMUNIDADE CELULAR ./06- SANGUE E LINFA (Hematologia e Imunologia).
     1- IMUNODEFICIÊNCIAS SECUNDÁRIAS
     2- SÍNDROMES HISTIOCÍTICAS
     3- Anormalia de Pelger-Huet
     4- Anormalias genéticas dos leucócitos
     5- Doença pelo HIV com trombocitopenia imunológica
     6- Lesões granulomatosas e granulomatoides da mucosa oral
     7- Panencefalite esclerosante subaguda
304- IMUNIDADE HUMORAL ./06- SANGUE E LINFA (Hematologia e Imunologia).
     1- IMUNOGLOBULINAS
     2- Alergia a alimentos
     3- Alergia à borracha
     4- Alergia a pêlos
     5- Alergia ao DIU de cobre
     6- Alergia ao leite de vaca
305- IMUNODEFICIÊNCIAS CELULARES COMBINADAS GRAVES ./IMUNODEFICIÊNCIAS PRIMÁRIAS. (SCDI). O fenótipo normal é Linfócitos T+B+NK+, com SCID, são todos T- e classificados em: T-B+NK+, T-B+NK-, T-B-NK+ e, T-B-NK-. O óbito é causado por infecções víricas, bacterianas ou uso de vacinas com agentes vivos atenuados (tríplice viral: caxumba, sarampo, rubéola e ainda febre amarela, poliomielite, varicela, varíola, BCG).
     1- FENÓTIPO COM LINFÓCITOS T-B+NK-
     2- FENÓTIPO COM LINFÓCITOS T-B+NK+
     3- FENÓTIPO COM LINFÓCITOS T-B-NK-
     4- FENÓTIPO COM LINFÓCITOS T-B-NK+
     5- Imunodeficiências combinada de linfócitos B e T
     6- Deficiência de ZAP-70
     7- Deficiência do complexo de histocompatibilidade major classe I
     8- Deficiência do receptor de interleucina-7
     9- Imunodeficiência combinada grave com números baixos ou normais de células B
     10- Imunodeficiência combinada severa tipo Athabascan
     11- Síndrome de Wiskott-Aldrich
306- Imunodeficiências combinada de linfócitos B e T ./IMUNODEFICIÊNCIAS CELULARES COMBINADAS GRAVES. Menino bolha; Alinfocitose; Síndrome de Glanzmann-Riniker; Síndrome da imunodeficiência mista severa; Alinfoplasia tímica; Severe Combined Immunodeficiency. Baixos número de células linfócitos T e_ou B e_ou células NK. Descrita em 1950 por Paul Riniker (-), patologista e Eduard Glanzmann (1887-1959), pediatra, suíços. Filme do Menino na bolha.
307- IMUNODEFICIÊNCIAS DE LEUCÓCITOS B ./IMUNODEFICIÊNCIAS PRIMÁRIAS.
     1- Agamaglobulinemia ligada ao X
     2- Deficiência de anticorpos com imunoglobulinas próximas do normal ou com hiperimunoglobulinemia
     3- Deficiência de imunoglobulina A seletiva
     4- Deficiência de imunoglobulina D seletiva
     5- Deficiência de imunoglobulina G de subclasses seletiva
     6- Deficiência de imunoglobulina M seletiva
     7- Hipogamaglobulinemia transitória da infância
     8- Imunodeficiência com aumento de imunoglobulina M (IgM)
     9- Imunodeficiência comum variável
308- IMUNODEFICIÊNCIAS DE LEUCÓCITOS T ./IMUNODEFICIÊNCIAS PRIMÁRIAS.
     1- Candidíase mucocutânea crônica
     2- Deficiência de célula exterminadora natural
     3- Deficiência de enzima purina-nucleosídeo fosforilase
     4- Linfadenopatia idiopática de células CD4
     5- Síndrome da sequência de DiGeorge
     6- Síndrome de Nezelof
     7- Síndrome de Omenn
309- IMUNODEFICIÊNCIAS PRIMÁRIAS
Alterar
./ELEMENTOS DE IMUNO-PATOLOGIA. (IDP); São defeitos de um ou mais componentes no sistema imunológico sendo a maioria de caráter congênito e hereditário. Constituem um grupo heterogêneo de mais de 150 doenças que resultam de defeitos genéticos de um ou mais componentes no sistema imune.
     1- DEFEITOS DE PROTEÍNA DE CONTROLE
     2- DEFICIÊNCIAS NO SISTEMA COMPLEMENTO
     3- DISTÚRBIOS FAGOCITÁRIOS
     4- IMUNODEFICIÊNCIAS CELULARES COMBINADAS GRAVES
     5- IMUNODEFICIÊNCIAS DE LEUCÓCITOS B
     6- IMUNODEFICIÊNCIAS DE LEUCÓCITOS T
     7- Síndrome hiper-Ig M ligada ao X
     8- Síndrome hiper-IgE
310- IMUNODEFICIÊNCIAS SECUNDÁRIAS ./IMUNIDADE CELULAR.
311- IMUNOGLOBULINAS ./Imunidade humoral.
     1- Doença de cadeia pesada gama
     2- Doença linfoproliferativa T-gama
     3- Gamopatia policlonal
     4- Hipergamaglobulinemia
     5- Hipogamaglobulinemia
     6- Hipogamaglobulinemia hereditária
     7- Hipogamaglobulinemia não familiar
312- INFECÇÃO INTRACELULAR POR PROTOZOÁRIOS
Alterar
./PROTOZOÁRIOS.
     1- Doença de Chagas aguda com miocardiopatia dilatada
313- Infecções cutâneas por HIV ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia).
314- INFLAMAÇÃO AUTOIMUNE ./SANGUE E LINFA: INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO E INFESTAÇÃO. Processo que finaliza com a cicatrização, granuloma, abscesso.
     1- DISTÚRBIOS DOS NEUTRÓFILOS-FAGÓCITOS
     2- INFLAMAÇÃO SISTÊMICA IMUNE
     3- MORFOLOGIA NO SISTEMA IMUNOLÓGICO
     4- Síndrome de deficiência imunológica
     5- Síndrome de imunodeficiência genética
315- INFLAMAÇÃO AUTOIMUNE DO TECIDO CONJUNTIVO ./14- SISTEMA CONJUNTIVO (Reumatologia).
316- INFLAMAÇÃO AUTOIMUNE: VISÃO 4- VIA AFERENTE ./VISÃO 4- VIA AFERENTE.
     1- Neuromielite óptica
317- INFLAMAÇÃO CRÔNICA NO SISTEMA NERVOSO ./Nervoso_04: Inflamação, Infecção e Infestação.
     1- Neurocisticercose
318- Inflamação da tireoide ./Tireoide.
     1- Tireoidite
     2- Tireoidite aguda
     3- Tireoidite crônica com hipertireoidismo transitório
     4- Tireoidite crônica de Riedel
     5- Tireoidite por droga
     6- Tireoidite subaguda
     7- Tireoidite supurativa
319- INFLAMAÇÃO NO SISTEMA URINÁRIO ./INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMOR NÃO NEOPLÁSICO NO SISTEMA URINÁRIO. Síndrome nefrítica (glomerular) = aumento da permeabilidade do glomérulo renal COM inflamação glomerular. Síndrome nefrótica (glomerular) = aumento da permeabilidade SEM inflamação glomerular.
     1- NEFRITES
     2- Síndrome nefrítica aguda
     3- Síndrome nefrítica crônica por anormalidade glomerular minor
     4- Síndrome nefrítica por anormalidade glomerular minor
320- INFLAMAÇÃO SISTÊMICA IMUNE ./INFLAMAÇÃO AUTOIMUNE. Processo inflamatório imunológico: parede vascular, células inflamatórias (sanguíneas), mastócitos, fibroblastos e macrófagos residentes no tecido conjuntivo, proteoglicanos, fibras colágenas, fibras elásticas e membrana basal.
     1- Fasciíte
     2- Fasciíte eosinofílica
     3- Fasciíte necrotizante
     4- Fasciíte necrotizante do escroto
     5- Fasciíte nodular
     6- Fasciíte palmar de Dupuytren
     7- Fasciíte plantar
321- INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMOR NÃO NEOPLÁSICO NO SISTEMA URINÁRIO ./07- SISTEMA URINÁRIO (Nefrologia e Urologia).
     1- INFLAMAÇÃO NO SISTEMA URINÁRIO
322- INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMORES ./ELEMENTOS DE FISIO-PATOLOGIA. Tumores (oma = tumores sólidos), toda neoplasia é um tumor, mas nem todo tumor é uma neoplasia.
323- INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMORES CONGÊNITA ./02- EMBRIOGÊNESE (Pediatria). Infecções congênitas STOCH: S- Sífilis, T- Toxoplasmose, O- Outras infecções congênita (Doença de chagas aguda, Malária, Hepatite B, Parvovirose B19, Doença pelo HIV), R- Rubéola congênita, C- Citomegalovirose congênita e H- Herpes simples congênito. #Hereditária (genética).
     1- Doença de Chagas aguda
     2- Doença pelo HIV
     3- Eritema infeccioso
     4- Hepatite B aguda
     5- Infecção por citomegalovírus
     6- Sífilis congênita
     7- Toxoplasmose congênita
324- INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMORES DA PELE ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia).
     1- DERMATITES
325- INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMORES DO MÚSCULO ESQUELÉTICO ./DISTÚRBIOS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO.
     1- MIOPATIAS INFLAMATÓRIAS IDIOPÁTICAS
326- INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMORES ÓSSEA ./11- SISTEMA ESQUELÉTICO (Traumatologia e Ortopedia).
     1- Abscesso de Brodie
     2- Granuloma eosinofílico
     3- Infestação óssea por Echinococcus granulosus
     4- Osteíte fibrosa cística
     5- Osteíte fibrosa cística generalizada
     6- Osteíte fibrosa cística urêmica
     7- Osteíte fibrosa disseminada
     8- Osteomielite
327- INSUFICIÊNCIA POLIGLANDULAR AUTO-IMUNE ./09- SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR (Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Urologia). (PGA); Poliendocrinopatias auto-imunes; Síndrome autoimune poliglandular; Poliendocrinopatias auto-imunes; Polyendocrinopathies, autoimmune.
328- Insuficiência renal
Alterar
./07- SISTEMA URINÁRIO (Nefrologia e Urologia). Uremia; Azotemia; Insuficiência renal; Acidose urêmica; Kidney failure.
     1- Insuficiência renal aguda por necrose tubular
     2- Insuficiência renal aguda por necrose tubular hemoglobinúrica
     3- Insuficiência renal aguda por necrose tubular mioglobinúrica
     4- Insuficiência renal aguda por necrose tubular por hiperuricemia
     5- Insuficiência renal aguda por necrose tubular por paraproteinemia
     6- Insuficiência renal aguda por necrose tubular por substâncias nefrotóxicas endógenas
     7- Insuficiência renal crônica
     8- Insuficiência renal crônica com hipertensão arterial sistêmica
     9- Insuficiência renal crônica com insuficiência cardíaca congestiva esquerda
     10- Insuficiência renal crônica por glomerulopatias primárias
     11- Síndrome de Fanconi
329- Insuficiência renal aguda
Alterar
./07- SISTEMA URINÁRIO (Nefrologia e Urologia). (IRA); Kidney failure, acute.
330- INTOXICAÇÃO, IATROGENIA E IDIOPÁTICA ./ELEMENTOS DE ANÁTOMO-PATOLOGIA.
331- INTOXICAÇÃO, IATROGENIA E IDIOPÁTICA ÓSSEA ./11- SISTEMA ESQUELÉTICO (Traumatologia e Ortopedia).
332- LAMINOPATIAS ./METABOLISMO DAS PROTEÍNAS. Patologias originadas de desordens estruturais presentes nas lâminas nucleares decorrentes de mutações em genes que codificam a proteína constituinte dessa estrutura celular (lamina). A lâmina nuclear é essencialmente composta por proteínas chmadas laminas e formam uma rede na face interna do envelope nuclear. O envelope nuclear foi descrito em 1913.
     1- Anormalia de Pelger-Huet
     2- Distrofia muscular esquelética de Emery-Dreifuss
     3- Leucodistrofia autossômica dominante do adulto
     4- Lipodistrofia farcial familiar
     5- Progeria da criança
     6- Progeria do adulto
     7- Síndrome de Barraquer
     8- Síndrome de Buschke-Ollendorff
     9- Síndrome de Werner
333- LESÕES CUTÂNEAS ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia). Erupção cutânea. #Enantemas.
334- LESÕES CUTÂNEAS POR FOTOSSENSIBILIDADE ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia).
     1- FOTODERMATOSES
     2- Dermatose de Kaposi
     3- Erupção polimorfa à luz
     4- Lentigo solar
     5- Xeroderma pigmentoso
     6- Xeroderma pigmentoso tardio
335- LESÕES CUTÂNEAS PREDOMINANTEMENTE LÍQUIDAS ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia). São elevações do epitélio, contendo líquido no seu interior. VESÍCULAS: Lesões que não ultrapassem 3 mm no seu maior diâmetro, as demais BOLHAS.
     1- DERMATOSES BOLHOSAS AUTOIMUNE
     2- DERMATOSES BOLHOSAS HEREDITÁRIAS
     3- Dermatose linear por IgA
     4- Eczema disidrótico
     5- Penfigoide
     6- Penfigoide cicatricial
     7- Varíola
     8- Varíola dos macacos
336- LESÕES CUTÂNEAS PREDOMINANTEMENTE SÓLIDAS ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia). NÓDULOS: lesões sólidas, circunscritas, de localização superficial ou profunda. PÁPULAS: Lesões sólidas, pequenas, circunscritas, elevadas, cujo diâmetro não ultrapassa 5 mm. PLACAS: lesões elevadas, a altura é pequena em relação à extensão.
     1- ESCLEROSE SISTÊMICA
     2- METAPLASIAS E NEOPLASIAS DA PELE E ANEXOS
     3- MUCINOSES CUTÂNEAS PRIMÁRIAS
     4- Acrocordon
     5- Alopecia mucinosa
     6- Líquen
     7- Líquen amiloidótico
     8- Líquen aureus
     9- Líquen escleroso e atrófico
     10- Líquen escleroso e atrófico em homens
     11- Líquen escleroso e atrófico em mulheres
     12- Líquen escrofuloso
     13- Líquen plano actínico
     14- Líquen plano anular
     15- Líquen plano atrófico
     16- Líquen plano bolhoso
     17- Líquen plano hipertrófico
     18- Líquen plano linear
     19- Líquen plano oral
     20- Líquen plano pigmentoso
     21- Líquen plano planopiloso
     22- Líquen plano subagudo
     23- Líquen plano verrucoso
     24- Líquen rubro folicular decalvante de capillitii
     25- Líquen rubro moniliforme
     26- Líquen simples crônico e prurigo
     27- Líquen tricofítico
337- LESÕES PREDOMINANTEMENTE EDEMATOSAS ./10- PELE E ANEXOS (Dermatologia). São elevações circunscritas causadas por edema na derme ou hipoderme. Urticária. Angioedema.
338- LEUCEMIAS ./NEOPLASIAS DO SANGUE E LINFÁTICOS. Leukemia. A partir da célula tronco hematopoiética são geradas duas linahagens: 1- Mieloide e 2- Linfoide. Descrita em 1827 por Alfred Velpeau (1795-1867), cirurgião francês e em 1845 por Rudolf Virchow (1821-1902), médico prussiano.
     1- LEUCEMIAS LINFÓIDE
     2- LEUCEMIAS MIELÓIDE
     3- Anemia leucoeritroblástica
     4- Eritremia e eritroleucemia agudas
     5- Leucemia aguda
     6- Leucemia crônica
     7- Leucemia de celularidade mista
     8- Leucemia de células pilosas
     9- Leucemia induzida por radiação
     10- Leucemia não-linfocítica aguda
     11- Leucemia pró-linfocítica
     12- Leucemia pró-mielocítica aguda com encefalopatia flutuante
     13- Mielopatia por HTLV-1
339- LEUCEMIAS LINFÓIDE ./LEUCEMIAS. Leucemia linfocítica; Leucemia linfoblástica; Leukemia, lymphocytic. A célula tronco hematopoiética linfoide dá origem a: 1- Linfócitos T, 2- Linfócitos B e 3- Natural killers ou células NK.
     1- Leucemia de células B aguda
     2- Leucemia de células células T associada a HTLV-I
     3- Leucemia de células null
     4- Leucemia de células pré-B
     5- Leucemia de células T do adulto
     6- Leucemia de plasmócitos
     7- Leucemia linfoblástica
     8- Leucemia linfocítica aguda da infância
     9- Leucemia linfocítica aguda do adulto
     10- Leucemia linfocítica aleucêmica
     11- Leucemia linfocítica crônica
     12- Leucemia linfocítica de células B
     13- Leucemia linfocítica subaguda
     14- Leucemia linfoide calla-positivo
340- LEUCEMIAS MIELÓIDE ./LEUCEMIAS. Leucemia mieloide aleucêmica, Leucemia mielomonocítica crônica. A célula tronco hematopoiética mieloide dá origem a: 1- Granulócitos (neutrófilo, eosinófilo, basófilo), mastócitos, células dendríticas (células de Langerhans e foliculares), 2- Monócitos-Macrófagos (histiócitos, células de Kupffer, célula gigante de Langhans, micróglia, osteoclastos), 3- Megacariócitos e 4- Eritrócitos.
     1- Endocardite de Loeffler
     2- Leucemia basofílica
     3- Leucemia de mastócitos
     4- Leucemia eosinofílica aguda
     5- Leucemia megacarioblástica aguda
     6- Leucemia megacariocítica aguda
     7- Leucemia mieloide aguda
     8- Leucemia mieloide aleucêmica
     9- Leucemia mieloide crônica
     10- Leucemia mieloide de fase agressiva
     11- Leucemia mieloide de fase crônica
     12- Leucemia mieloide Philadelphia-negativo
     13- Leucemia mieloide subaguda
     14- Leucemia mielomonocítica aguda
     15- Leucemia mielomonocítica crônica
     16- Leucemia neutrofílica crônica
     17- Leucemia pró-mielocítica aguda
341- LEUCODISTROFIAS GENÉTICAS NO SISTEMA NERVOSO ./DISTROFIAS NO SISTEMA NERVOSO. Distrofia da substância branca (leuko). Doenças genéticas progressivas que afetam a bainha de mielina. Os 4 distúrbios são: 1- Lisossômicos, 2- Peroxissomos, 3- Proteínas de superfície neuronal e 4- Fatores intranucleares de transcrição. #Inflamação autoimune.
     1- DISTÚRBIOS DO CORNO ANTERIOR DA MEDULA ESPINHAL
     2- LEUCODISTROFIAS LISOSSÔMICAS
     3- LEUCODISTROFIAS PEROXISSOSÔMICAS
     4- PROTEÍNAS DE SUPERFÍCIE NEURONAL
     5- Adrenomieloneuropatia
     6- Ataxia com hipomielinização SNC difusa na infância
     7- Desmielinização central do corpo caloso
     8- Desmielinização disseminada aguda
     9- Doença desmielinizante do SNC
     10- Encefalite aguda disseminada
     11- Esclerose cerebral difusa
     12- Esclerose concêntrica de Baló
     13- Esclerose em placas
     14- Esclerose múltipla
     15- Esclerose múltipla crônica progressiva
     16- Esclerose múltipla recidivante-remitente
     17- Leucodistrofia autossômica dominante do adulto
     18- Leucodistrofia espongiforme tipo infantil
     19- Leucodistrofia espongiforme tipo juvenil
     20- Leucodistrofia espongiforme tipo neonatal
     21- Leucodistrofia ortocromática pigmentar
     22- Leucoencefalite disseminada aguda
     23- Leucoencefalite hemorrágica aguda e subaguda
     24- Leucoencefalopatia de início tardio
     25- Leucoencefalopatia difusa com esferoides neuroaxonal
     26- Leucoencefalopatia hemorrágica aguda
     27- Leucoencefalopatia vascular progressiva
     28- Mielinólise central da ponte
     29- Mielite necrótica subaguda
     30- Mielite transversa aguda
     31- Osteodistrofia lipomembranosa com leucodistrofia
     32- Polineuropatia inflamatória
     33- Polineuropatia inflamatória aguda idiopática
     34- Polirradiculoneuropatia crônica inflamatória desmielinizante
     35- Síndrome 18q com deficiência de proteína básica mielina
     36- Síndrome de Aicardi-Goutieres
     37- Síndrome de Van der Knaap
342- LEUCODISTROFIAS LISOSSÔMICAS ./LEUCODISTROFIAS GENÉTICAS NO SISTEMA NERVOSO.
     1- Defeitos na modificação pós-translacional de enzimas lisossômicas
343- LEUCODISTROFIAS PEROXISSOSÔMICAS
Alterar
./LEUCODISTROFIAS GENÉTICAS NO SISTEMA NERVOSO. As doenças provocadas por deficiências de enzimas da beta-oxidação peroxissomal são normalmente caracterizadas por hipoplasia e hipertrofia do peroxissomo. Divide-se em: 1- Doenças da biogénese peroxissomal (DBPs) e 2- Doenças peroxissomais com alterações funcionais numa única enzima.
     1- Acatalasemia
     2- Adrenoleucodistrofia ligada ao X
     3- Adrenoleucodistrofia neonatal
     4- Deficiência da carnitina-palmitil transferase muscular
     5- Deficiência da enzima acil-CoA desidrogenase de ácidos graxos cadeia média
     6- Deficiência da Enzima Bifuncional
     7- Deficiência da glutaril-CoA oxidase
     8- Síndrome de pseudo-Zellweger
     9- Síndrome de Zellweger
344- LINFOMAS ./NEOPLASIAS DO SANGUE E LINFÁTICOS.
     1- LINFOMAS DE HODGKIN
     2- LINFOMAS NÃO HODGKIN
     3- Adenolinfoma
     4- Doença imunoproliferativa do intestino delgado
     5- Doença pelo HIV com linfoma cerebral primário
     6- Febre de Pel-Ebstein
     7- Leucemia-linfoma de células T adultas
     8- Linfoma
     9- Linfoma centroblástico difuso
     10- Linfoma centroblástico folicular
     11- Linfoma centroblástico-centrocítico
     12- Linfoma centroblástico-centrocítico difuso
     13- Linfoma centroblástico-centrocítico folicular
     14- Linfoma centrocítico
     15- Linfoma cerebral primário
     16- Linfoma com ascite quilosa
     17- Linfoma com grau alto de malignidade
     18- Linfoma com grau baixo de malignidade
     19- Linfoma com grau intermediário de malignidade
     20- Linfoma da fase leucêmica
     21- Linfoma da zona T
     22- Linfoma de Burkitt tipo endêmica
     23- Linfoma de Burkitt tipo imunodeficiente-relacionado
     24- Linfoma de células grandes clivadas difuso
     25- Linfoma de células grandes KI-1
     26- Linfoma de células grandes não clivadas difuso
     27- Linfoma de células pequenas não clivadas difuso
     28- Linfoma de grandes células
     29- Linfoma de Lennert
     30- Linfoma de pequenas células clivadas difuso
     31- Linfoma difuso
     32- Linfoma difuso de pequenas células clivadas
     33- Linfoma difuso de pequenas células não clivadas
     34- Linfoma difuso misto de pequenas e grandes células
     35- Linfoma do baço
     36- Linfoma do Íleo
     37- Linfoma do mediastino anterior
     38- Linfoma epidural
     39- Linfoma folicular de grandes células
     40- Linfoma folicular de pequenas células clivadas
     41- Linfoma folicular maligno de células grandes
     42- Linfoma folicular misto de pequenas e grandes células clivadas
     43- Linfoma folicular ou nodular com ou sem áreas difusas
     44- Linfoma gástrico
     45- Linfoma imunoblástico
     46- Linfoma imunoblástico difuso
     47- Linfoma indiferenciado
     48- Linfoma intestinal
     49- Linfoma linfocítico bem diferenciado nodular
     50- Linfoma linfocítico diferenciação intermediária difuso
     51- Linfoma linfocítico diferenciação intermediária nodular
     52- Linfoma linfocítico pouco diferenciado nodular
     53- Linfoma linfoepiteloide
     54- Linfoma linfoplasmocítico
     55- Linfoma misto de células pequenas e grandes difuso
     56- Linfoma plasmocitoide de pequenas células
     57- Linfoma primário do intestino
     58- Linfomas de células T cutâneas e periféricas
345- LINFOMAS DE CÉLULAS B ./LINFOMAS NÃO HODGKIN.
     1- Doença pelo HIV com linfoma difuso de grandes células B
     2- Linfoma de Burkitt tipo esporádico
     3- Linfoma de células B
     4- Linfoma de células B de alto-grau
     5- Linfoma de células B de zona marginal
     6- Linfoma de células B monocitoides
     7- Linfoma de células do manto
     8- Linfoma difuso de grandes células B
     9- Linfoma folicular
     10- Linfoma linfocítico de pequenas células
     11- Linfoma primário do Sistema Nervoso Central
     12- Macroglobulinemia de Waldenstrom
346- LINFOMAS DE CÉLULAS T ./LINFOMAS NÃO HODGKIN.
     1- LINFOMAS DE CÉLULAS T CUTÂNEO
     2- Leucemia-linfoma aguda de células T associada a HTLV-1
     3- Linfoma anaplásico de grandes células
     4- Linfoma de células T
     5- Linfoma de células T angiocêntrico
     6- Linfoma de células T associado a enteropatia
     7- Linfoma de células T periférico
     8- Linfoma de células T periférico de células médias e grandes pleomórficas
     9- Linfoma de células T periférico de células pequenas pleomórficas
     10- Linfoma linfoblástico
     11- Linfoma linfoblástico difuso
347- LINFOMAS DE CÉLULAS T CUTÂNEO ./LINFOMAS DE CÉLULAS T.
     1- Doença de Sézary
     2- Linfoma de células T periféricos e cutâneos
     3- Linfoma extranodal de células natural killer
     4- Micose fungoide
     5- Papulose linfomatoide
     6- Pitiríase liquenoide crônica
348- LINFOMAS DE HODGKIN ./LINFOMAS.
     1- Doença de Hodgkin
     2- Doença de Hodgkin com esclerose nodular
     3- Doença de Hodgkin com esclerose nodular e celularidade mista
     4- Doença de Hodgkin com esclerose nodular e depleção linfocítica
     5- Doença de Hodgkin com esclerose nodular e fase celular
     6- Doença de Hodgkin com esclerose nodular e predominância linfocítica
     7- Doença de Hodgkin com predominância linfocítica
     8- Doença de Hodgkin com predominância linfocítica difusa
     9- Doença de Hodgkin com predominância linfocítica nodular
     10- Doença de Hodgkin de depleção linfocítica
     11- Doença de Hodgkin de depleção linfocítica com fibrose difusa
     12- Doença de Hodgkin de depleção linfocítica reticular
     13- Doença pelo HIV com Linfoma de Hodgkin
     14- Linfoma de Hodgking com celularidade mista
     15- Linfoma de Hodgking com depleção linfocítica
     16- Linfoma de Hodgking com esclerose nodular
     17- Linfoma de Hodgking com predominância linfocítica
349- LINFOMAS NÃO HODGKIN ./LINFOMAS.
     1- LINFOMAS DE CÉLULAS B
     2- LINFOMAS DE CÉLULAS T
     3- Doença pelo HIV com Linfoma não-Hodgkin
     4- Linfoma não-Hodgkin
     5- Linfoma não-Hodgkin da glândula tireoide
     6- Linfoma não-Hodgkin folicular
     7- Linfoma não-Hodgking difuso
     8- Reticulose maligna
350- Linguagem ./PSIQUIATRIA: FUNÇÕES MENTAIS.
     1- Afasia acinética
     2- Afasia adquirida com epilepsia
     3- Afasia de condução
     4- Afasia isolada progressiva
     5- Afasia motora transcortical
     6- Afasia nominal
     7- Afasia progressiva primária
     8- Afasia sensorial transcortical
     9- Distúrbio do desenvolvimento da fala ou da linguagem
     10- Distúrbio do desenvolvimento receptivo da linguagem
     11- Distúrbio específico da articulação da fala
     12- Distúrbio expressivo da linguagem
     13- Distúrbios da linguagem
     14- Distúrbios específicos do desenvolvimento da fala e da linguagem
     15- Gagueira
     16- Mutismo eletivo
     17- Outros distúrbios de desenvolvimento da fala ou da linguagem
351- LIPIDOSES (intracelular) ./DEGENERAÇÕES. Acúmulo de lipídeos complexos. #Esteatose, uma lipidose, acúmulo de triglicerídeos (gordura ou banha) em tecidos que não o conjuntivo adiposo. O Tecido conjuntivo adiposo é rico em gordura (triglicerídeos; banha). O Tecido nervoso é pobre em gordura mas rico em lipídeo (necrose liquefativa). A Lipase (quase sempre pancreática) é a enzima que hidrolisa a gordura (necrose gordurosa da gordura abdominal).
     1- COLESTEROSES
     2- ESFINGOLIPIDOSES
     3- ESTEATOSES
     4- MUCOLIPIDOSES
     5- Fibroxantoma atípico
     6- Lipofuscinose neuronal ceroide
     7- Síndrome de Landing-Oppenheimer
     8- Xantoma
     9- Xantoma eruptivo
     10- Xantoma plano difuso
     11- Xantoma tuberoso
     12- Xantoma tubo-eruptivo
     13- Xantomatose familiar de Wolman
352- LIPODISTROFIAS ./DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS DA PELE E ANEXOS. Lipomatosis; Lipomatosis; Lipodystrophy. Atrofia da gordura subcutânea.
     1- Doença de Whipple
     2- Doença de Whipple com artrite
     3- Lipodistrofia congénita de Berardinelli-Seip
353- Lisina ./AMINOÁCIDOS E DERIVADOS.
     1- Distúrbios do metabolismo da lisina e da hidroxilisina
     2- Hiperlisinemia
354- MALFORMAÇÕES NO SISTEMA ENDÓCRINO REPRODUTOR ./MORFOLOGIA NO SISTEMA ENDÓCRINO REPRODUTOR.
     1- Disgenesia gonadal 46,XY
     2- Hermafrodite verdadeiro 46,XX
     3- Malformação congênita com ausência e aplasia do pênis
     4- Malformação congênita da mama
     5- Malformação congênita da órbita
355- MANCHAS PIGMENTADAS
Alterar
./DERMATOPATIAS COM PREDOMINÂNCIA DE COR. Mancha cutânea é uma lesão dermatológica onde só há alteração de cor. Tipos: Leucodermia. Acromia. Hipocromia. Hipercromia.
     1- Acropigmentação reticulada
     2- Acropigmentação reticulada de Dohi
     3- Adenoma de córtex supra-renal variante densamente pigmentada
     4- Albinismo
     5- Albinismo circunscrito
     6- Cloasma por uso de drogas
     7- Dermatose purpúrica pigmentada
     8- Doença de Schamberg
     9- Hiperpigmentação melânica
     10- Hipomelanose por drogas
     11- Lentigo maligno
     12- Lesões mistas da pinta
     13- Leucoderma sifilítico
     14- Leucodermia
     15- Leucodermia gulata
     16- Leucodermia oral
     17- Mancha mongólica
     18- Manchas café-com-leite
     19- Melanose de Riehl
     20- Melanose pré-cancerosa
     21- Melasma
     22- Poiquilodermia reticular pigmentada
     23- Sardas
     24- Síndrome de Klein-Waardenburg
     25- Vitiligo
356- MANCHAS VÁSCULO-SANGUÍNEAS ./DERMATOPATIAS COM PREDOMINÂNCIA DE COR. São causadas por vasodilatação, vasoconstrição ou extravasamento de hemácias. Tipos: 1- Eritema. 2- Púrpura.
     1- ERITEMA FIGURADO
     2- Eritema exsudativo multiforme forma menor
     3- Eritema multiforme
     4- Eritema multiforme exsudativo
     5- Eritema multiforme generalizado
     6- Eritema multiforme não bolhoso
     7- Eritema nodoso
     8- Eritema polimorfo
     9- Eritema tóxico
     10- Eritema tóxico neonatal
     11- Estreptobacilose
     12- Púrpura
     13- Púrpura anular telangiectásica de Majocchi
     14- Púrpura crioglobulinêmica
     15- Púrpura de Henoch-Schonlein com artropatia
     16- Púrpura eczematoide
     17- Púrpura infecciosa
     18- Púrpura pigmentosa progressiva
     19- Púrpura por agentes animais
     20- Púrpura por agentes físicos
     21- Púrpura por agentes químicos
     22- Púrpura por agentes vegetais
     23- Púrpura pós-transfusional
     24- Púrpura senil
     25- Síndrome de Goodpasture
357- MASSA, VOLUME, CONCENTRAÇÃO E DENSIDADE ./ELEMENTOS DE FISIO-PATOLOGIA. Massa (mg). Volume (mL), Concentração (mg do soluto/mL) = massa do soluto/volume da solução. Densidade (mg/mL) = massa da "solução"/volume da "solução".
358- MATRIZ EXTRACELULAR FIBRILAR
Alterar
./14- SISTEMA CONJUNTIVO (Reumatologia). Matriz extracelular fundamental = GAGs, Proteoglicanos agregados e Glicoproteínas muitiadesivas. Matriz extracelular fibrilar = Fibras colágenas, elásticas e reticulares.
     1- Artrite reumatoide soro-positiva
359- MATRIZ EXTRACELULAR FUNDAMENTAL ./14- SISTEMA CONJUNTIVO (Reumatologia). Matriz intersticial fundamental = Glicosaminoglicanos + Proteoglicanos agregados + Glicoproteínas muitiadesivas.
360- MEDULA DAS ADRENAIS ./ADRENAIS.
     1- Feocromocitoma
     2- Feocromocitoma benigno
     3- Feocromocitoma familiar
     4- Feocromocitoma maligno
     5- Hiperfunção adrenomedular
     6- Paraganglioma
361- MELANINA ./AMINOÁCIDOS E DERIVADOS.
362- Membrana do eritrócito ./SANGUE E LINFA: HEMÁCIAS.
     1- Anemia congênita com corpúsculos de Heinz
     2- Anemia hemolítica
     3- Anemia hemolítica microangiopática
     4- Anemia hemolítica por deficiência da enzima glicofosfato desidrogenase
     5- Anemia hemolítica por drogas dose dependente
     6- Anemia hemolítica por hemoglobina instável
     7- Anemia por deficiência da enzima glicose-6-fosfato-desidrogenase por Vicia fava
     8- Anemia por deficiência da enzima glicose-6-fosfato-desidrogenase primária
     9- Anemia por distúrbios das enzimas glicolíticas
     10- Doença hemolítica do feto e do recém-nascido
     11- Eritroblastose fetal
363- MEMÓRIA ./PSIQUIATRIA: FUNÇÕES MENTAIS.
     1- Demência na doença de Alzheimer
     2- Doença de Alzheimer com demência tipo atípica ou mista
     3- Doença de Alzheimer com epilepsia
     4- Doença de Alzheimer precoce
     5- Paralisia de Lissauer
     6- Síndrome de Korsakoff não-alcoólica
364- MENINGITES ./Nervoso_04: Inflamação, Infecção e Infestação.
     1- Meningite
     2- Meningite asséptica
     3- Meningite bacteriana
     4- Meningite basilar
     5- Meningite tuberculosa
365- METABOLISMO DAS PIRIMIDINAS
Alterar
./METABOLISMO DOS ÁCIDOS NUCLÉICOS. As bases pirimidinicas (Cistidina, Uracilo, Timina, Timidina e Ácido orótico) são formadas por um anel pirimidinico (4C) ligado a um anel imidazólico (3C). A uréia é o principal catabólito dos nucleosídeos (nucleotídeo sem o fosfato).
366- METABOLISMO DAS PROTEÍNAS ./01- HOMEOSTASE (Medicina Intensiva).
     1- AMINOÁCIDOS E DERIVADOS
     2- CICLO DA URÉIA
     3- Glicoproteínas
     4- LAMINOPATIAS
     5- Deficiência de proteínas na dieta
     6- Doença do soro
     7- Hepatite alcoólica
367- METABOLISMO DAS PURINAS
Alterar
./METABOLISMO DOS ÁCIDOS NUCLÉICOS. As bases púricas são formadas por um anel purínico (4C) ligado a um anel imidazólico (3C): Adenina, Guanina, Xantina e Hipoxantina. O ácido úrico é o principal catabólito das purinas.
     1- Calculose urinária por ácido úrico aguda
     2- Calculose urinária por ácido úrico crônica
     3- Depuração renal de ácido úrico diminuída idiopática
     4- Drogas que agem sobre o metabolismo do ácido úrico
     5- Gota
     6- Gota idiopática
     7- Gota induzida por chumbo
     8- Gota induzida por drogas
     9- Gota por nefropatia
     10- Gota secundária
     11- Hiperuricemia assintomática
     12- Hipouricemia renal hereditária
     13- Síndrome de Kelley-Seegmiller
     14- Xantinúria hereditária tipo I
     15- Xantinúria hereditária tipo II
     16- Xantinúria hereditária tipo III
368- METABOLISMO DO FERRO E COBRE
Alterar
./METABOLISMO DOS MINERAIS. Doenças do metabolismo do ferro; Distúrbios do metabolismo do ferro; Iron metabolism disorders.
     1- Aceruloplasminemia
     2- Anemia ferropriva
     3- Artrite reumatoide tipo adulta
     4- Atransferrinemia
     5- Deficiência de cobre na dieta
     6- Deficiência de ferro na dieta
     7- Doença de Wilson
     8- Hemocromatose
     9- Hemossiderose pulmonar idiopática
     10- Intoxicação por Cobre e seus compostos forma aguda
     11- Intoxicação por ingestão de Ferro e seus compostos forma aguda
     12- Púrpura de Bateman
     13- Síndrome dos cabelos torcidos
369- METABOLISMO DOS ÁCIDOS NUCLÉICOS ./01- HOMEOSTASE (Medicina Intensiva).
     1- METABOLISMO DAS PIRIMIDINAS
     2- METABOLISMO DAS PURINAS
370- METABOLISMO DOS CARBOIDRATOS
Alterar
./01- HOMEOSTASE (Medicina Intensiva).
     1- Deficiência da enzima frutose 1,6-difosfatase
     2- Deficiência da enzima glicose-6-fosfato desidrogenase
     3- Deficiência do complexo da enzima piruvato carboxilase
     4- Frutosemia
371- METABOLISMO DOS LIPÍDEOS ./01- HOMEOSTASE (Medicina Intensiva). Lipídeos são ésteres de ácidos graxos superiores com álcoois variados.
     1- CLASSIFICAÇÃO DOS LIPÍDEOS
372- METABOLISMO DOS MINERAIS ./01- HOMEOSTASE (Medicina Intensiva).
     1- METABOLISMO DO FERRO E COBRE
373- METAPLASIAS E NEOPLASIAS DA PELE E ANEXOS ./LESÕES CUTÂNEAS PREDOMINANTEMENTE SÓLIDAS.
     1- NEOPLASIAS MALIGNA DA PELE E ANEXOS
     2- Carcinoma basocelular
     3- Carcinoma basocelular na matriz ungueal
     4- Carcinoma basocelular nódulo-cístico
     5- Carcinoma epitelial-mioepitelial
     6- Carcinoma espinocelular
     7- Melanoma
     8- Melanoma de células baloniformes
     9- Melanoma de células epitelioides
     10- Melanoma de células fusiformes
     11- Melanoma de células fusiformes tipo A
     12- Melanoma de células fusiformes tipo B
     13- Melanoma de disseminação superficial
     14- Melanoma de propagação superficial
     15- Melanoma extensivo superficial
     16- Melanoma familiar
     17- Melanoma in situ
     18- Melanoma in situ da face
     19- Melanoma in situ da orelha e do conduto auditivo externo
     20- Melanoma in situ da pálpebra, incluindo o canto
     21- Melanoma in situ do couro cabeludo e do pescoço
     22- Melanoma in situ do lábio
     23- Melanoma in situ do olho
     24- Melanoma in situ do tronco
     25- Melanoma in situ dos membros inferiores, incluindo quadril
     26- Melanoma in situ dos membros superiores, incluindo ombro
     27- Melanoma lenticuloso-acral
     28- Melanoma lentiginoso maligno das extremidades periféricas
     29- Melanoma misto epitelioide e de células fusiformes
     30- Melanoma mucoso
     31- Melanoma sub-ungueal
     32- Melanose neurocutânea
     33- Neoplasia maligna da pele
     34- Neoplasia maligna da pele do lábio
374- MIOPATIAS DISTAIS ./DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO.
     1- Miopatia de Miyoshi
375- MIOPATIAS INFLAMATÓRIAS IDIOPÁTICAS ./INFLAMAÇÃO, INFECÇÃO, INFESTAÇÃO E TUMORES DO MÚSCULO ESQUELÉTICO.
     1- Miosite associada a neoplasias
     2- Miosite associada a outra doença do colágeno
     3- Miosite de corpos de inclusão
     4- Polimiosite
376- MONOSSACARÍDEOS ./ABSORÇÃO INTESTINAL DE CARBOIDRATOS. Monossacarídeos (oses ou açúcares simples) são as unidades básicas dos carboidratos (glicídeos), os mais simples são as trioses (3 átomos de carbono): gliceraldeído e diidroxiacetona, com 4 carbonos são as tetroses; com 5: pentoses (ribose); com 6: hexoses (glicose), etc.
     1- Galactosemia
     2- Frutosúria essencial
     3- Pentosúria essencial
377- MORFOLOGIA DA TIREÓIDE ./TIREÓIDE.
     1- Bócio difuso não-tóxico
     2- Bócio disormonogênico
     3- Bócio multinodular não-tóxico
     4- Bócio não-tóxico
     5- Bócio neonatal
     6- Bócio subesternal
     7- Bócio uninodular não-tóxico
     8- Tireoide ectópica
378- MORFOLOGIA NO SISTEMA ENDÓCRINO REPRODUTOR ./09- SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR (Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Urologia).
     1- MALFORMAÇÕES NO SISTEMA ENDÓCRINO REPRODUTOR
     2- NEOPLASIAS NO SISTEMA ENDÓCRINO REPRODUTOR
379- MORFOLOGIA NO SISTEMA IMUNOLÓGICO ./INFLAMAÇÃO AUTOIMUNE.
     1- DISPLASIAS NO SISTEMA IMUNOLÓGICO
380- MOTILIDADE ./08- SISTEMA DIGESTIVO (Gastroenterologia e Proctologia).
     1- Acalasia do cárdia idiopática
     2- Atresia de esôfago
     3- Atresia de esôfago com fístula traqueo-esofágica
     4- Candidíase com esofagite
     5- Candidíase oral e esôfago
     6- Candidíase oral e esôfago de início recente
     7- Cisto esofágico
     8- Contusão da garganta
     9- Corpo estranho no esôfago
     10- Corrosão do esôfago
     11- Dilatação congênita do esôfago
     12- Discinesia do esôfago
     13- Divertículo do esôfago adquirido
     14- Divertículo do esôfago-faríngeo de Zenker
     15- Doença de Chagas crônica com megaesôfago
     16- Doença por refluxo gastroesofágico
     17- Doença por refluxo gastroesofágico com esofagite
     18- Duplicação do esôfago
     19- Enterite por candida
     20- Esfíncter esofageano inferior hipertensivo
     21- Esofagite
     22- Esofagite infecciosa
     23- Esofagite por agentes químicos
     24- Esofagite por drogas
     25- Esofagite por irradiação
     26- Esôfago de Barrett
     27- Esôfago em quebra-nozes
     28- Espasmo esofageano difuso
     29- Estenose congênita e estreitamento congênito do esôfago
     30- Estenose congênita esôfago por anel esofageano inferior
     31- Estenose pilórica hipertrófica congênita
     32- Estreitamento péptico do esôfago
     33- Faringite
     34- Faringite aguda
     35- Faringite aguda adenovírus
     36- Faringite crônica
     37- Faringite estreptocócica
     38- Faringite gonocócica
     39- Faringite vesicular por enterovírus
     40- Ferimento envolvendo a faringe e o esôfago cervical
     41- Fístula esofágica
     42- Gengivoestomatite e faringoamigdalite por vírus do herpes
     43- Hemorragia do esôfago
     44- Hérnia de hiato congênita
     45- Hérnia de hiato esofágico
     46- Hespes simples com esofagite
     47- Íleo paralítico agudo
     48- Íleo paralítico e obstrução intestinal sem hérnia
     49- Infecção por citomegalovírus com esofagite
     50- Intussuscepção ou invaginação do cólon, intestino delgado, intestino grosso ou reto
     51- Laringofaringite aguda
     52- Membranas esofageanas
     53- Obstrução do esôfago
     54- Obstrução do intestino grosso
     55- Perfuração do intestino
     56- Polipose intestinal
     57- Pós-cirurgia digestiva com vômitos
     58- Pterígio do esôfago
     59- Queimadura do esôfago
     60- Regurgitação e ruminação no recém-nascido
     61- Ruptura do esôfago
     62- Síndrome CREST
     63- Síndrome da laceração hemorrágica gastroesofágica
     64- Síndrome de Koenig
     65- Tuberculose com esofagite
     66- Úlcera péptica do esôfago
381- MUCINOSES CUTÂNEAS PRIMÁRIAS ./LESÕES CUTÂNEAS PREDOMINANTEMENTE SÓLIDAS.
     1- Escleredema adulto de Buschke
     2- Escleromixedema
     3- Líquen mixedematoso
     4- Mixedema pré-tibial
     5- Mucinose eritematosa reticulada
382- MUCOLIPIDOSES ./LIPIDOSES (INTRACELULAR). Classe de doenças metabólicas hereditárias caracterizadas pelo acúmulo de Mucopolissacarídeos (Glicoseaminoglicanos) e de Lípideos no citoplasma por defeito no transporte para o interior dos lisossomas. O protótipo é a Pseudopolidistrofia de Hurler.
     1- Mucolipidose tipo I
     2- Mucolipidose tipo II
     3- Mucolipidose tipo III
383- MUCOPOLISSACARIDOSES
Alterar
./DEGENERAÇÕES. Glicosaminoglicano (GAG): é uma classe de heteropolissacarídeos macromoleculares lineares formados por resíduos repetitivos de dissacarídeos de ácidos urônicos (glicurônico ou idurônico) e aminoacúcares (glicosamina ou galactosamina). As GAGs (as folhas) se ligam à proteínas (Proteoglicanos - os galhos) que se ligam ao ácido hialurônico (o tronco) formando a substância fundamental, cujas raízes estão na membrana celular.
     1- Mucopolissacaridose tipo IH
     2- Mucopolissacaridose tipo II
     3- Mucopolissacaridose tipo IIIA
     4- Mucopolissacaridose tipo IIIB
     5- Mucopolissacaridose tipo IIIC
     6- Mucopolissacaridose tipo IIID
     7- Mucopolissacaridose tipo IS
     8- Mucopolissacaridose tipo IVA
     9- Mucopolissacaridose tipo IX
     10- Mucopolissacaridose tipo VII
     11- Mucopolissacaridose tipo VIII
384- NANISMOS ./DISTROFIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO. Quanto à localização: Micromélico = membros inteiros curtos. Rizomélico = raiz, ossos do antebraço ou coxa. Mesomélico = médio, ossos do antebraço ou perna. Acromélico = final, ossos das mãos e dos pés.
     1- Atraso do desenvolvimento por desnutrição protéico-calórica
     2- Displasia campomélica
     3- Distrofia dermocondrocorneal de François
     4- Hipopituitarismo agudo no sexo masculino
     5- Hipopituitarismo por deficiência isolada de hormônio do crescimento na infância
     6- Mucopolissacaridose tipo VI
     7- Nanismo caquético
     8- Nanismo de membros curtos
     9- Nanismo de Mulibrey
     10- Nanismo diastrófico
     11- Nanismo tanatofórico
     12- Síndrome da glicoaminofosfatúria
     13- Síndrome de Brachmann-de Lange
     14- Síndrome de Debré-Marie II
     15- Síndrome de Donohue
     16- Síndrome de Dubowitz
     17- Síndrome de Gorlin III
     18- Síndrome de Hall tipo pseudoacondroplasia
     19- Síndrome de Kaveggia
     20- Síndrome de Kenny
     21- Síndrome de Kniest
     22- Síndrome de Langer
     23- Síndrome de Laron
     24- Síndrome de Maroteaux MEDTS
     25- Síndrome de Maroteaux-Spranger-Wiedemann
     26- Síndrome de Parrot-Kaufmann
     27- Síndrome de Ravenna
     28- Síndrome de Robinow-Silverman-Smith
     29- Síndrome de Russell-Silver
     30- Síndrome de Seckel
     31- Síndrome de Spranger tipo II
     32- Síndrome de Taybi-Linder
     33- Síndrome de Vrolik
385- NEFRITES ./INFLAMAÇÃO NO SISTEMA URINÁRIO.
     1- Glomerulonefrite
     2- Granulomatose poliangeítica com ANCA
     3- Hematúria recidivante e persistente por doença de depósito denso
     4- Hematúria recidivante e persistente por glomerulonefrite difusa em crescente
     5- Hematúria recidivante e persistente por glomerulonefrite membranosa difusa
     6- Hematúria recidivante e persistente por glomerulonefrite mesangiocapilar difusa
     7- Hematúria recidivante e persistente por glomerulonefrite proliferativa
     8- Hematúria recidivante e persistente por glomerulonefrite proliferativa endocapilar difusa
     9- Hematúria recidivante e persistente por glomerulonefrite proliferativa mesangial difusa
     10- Hematúria recidivante e persistente por lesões glomerulares focais e segmentares
     11- Insuficiência renal aguda por necrose medular
     12- Insuficiência renal aguda por necrose papilar
     13- Lúpus eritematoso sistêmico com nefrite
     14- Nefrite
     15- Nefrite de Volhard
     16- Nefropatia hereditária por doença de depósito denso
     17- Nefropatia hereditária por glomerulonefrite difusa em crescente
     18- Nefropatia hereditária por glomerulonefrite membranosa difusa
     19- Nefropatia hereditária por glomerulonefrite mesangiocapilar difusa
     20- Nefropatia hereditária por glomerulonefrite proliferativa endocapilar difusa
     21- Nefropatia hereditária por glomerulonefrite proliferativa mesangial difusa
     22- Nefropatia hereditária por lesões glomerulares focais e segmentare
     23- Pielonefrite
     24- Pielonefrite aguda
     25- Pielonefrite crônica
     26- Pielonefrite crônica não-obstrutiva
     27- Pielonefrite crônica não-obstrutiva por refluxo
     28- Pielonefrite crônica obstrutiva
     29- Pielonefrite xantogranulomatosa
     30- Poliangeíte microscópica
     31- Proteinúria isolada por doença de depósito denso
     32- Proteinúria isolada por glomerulonefrite difusa em crescente
     33- Proteinúria isolada por glomerulonefrite membranosa difusa
     34- Proteinúria isolada por glomerulonefrite mesangiocapilar difusa
     35- Proteinúria isolada por glomerulonefrite proliferativa endocapilar difusa
     36- Proteinúria isolada por glomerulonefrite proliferativa mesangial difusa
     37- Proteinúria isolada por lesões glomerulares focais e segmentar
     38- Síndrome de Alport
     39- Síndrome de Carrington-Liebow
     40- Síndrome nefrítica
     41- Síndrome nefrítica aguda por anormalidade glomerular minor
     42- Síndrome nefrítica aguda por doença de depósito denso
     43- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite
     44- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite anti-membrana basal
     45- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite crescêntrica ANCA associado
     46- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite crioglobulinêmica
     47- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite difusa em crescente
     48- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite focal e segmentar
     49- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite membranosa difusa
     50- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite mesangiocapilar difusa
     51- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite por IgA
     52- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite pós-estreptocócica
     53- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite pós-infecciosa
     54- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite proliferativa
     55- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite proliferativa endocapilar difusa
     56- Síndrome nefrítica aguda por glomerulonefrite proliferativa mesangial difusa
     57- Síndrome nefrítica crônica
     58- Síndrome nefrítica crônica por doença de depósito denso
     59- Síndrome nefrítica crônica por glomerulonefrite difusa em crescente
     60- Síndrome nefrítica crônica por glomerulonefrite membranosa difusa
     61- Síndrome nefrítica crônica por glomerulonefrite mesangiocapilar difusa
     62- Síndrome nefrítica crônica por glomerulonefrite por IgA
     63- Síndrome nefrítica crônica por glomerulonefrite proliferativa endocapilar difusa
     64- Síndrome nefrítica crônica por glomerulonefrite proliferativa mesangial difusa
     65- Síndrome nefrítica crônica por lesões glomerulares focais e segmentares
     66- Síndrome nefrítica por doença de depósito denso
     67- Síndrome nefrítica por glomerulonefrite difusa em crescente
     68- Síndrome nefrítica por glomerulonefrite membranosa difusa
     69- Síndrome nefrítica por glomerulonefrite mesangiocapilar difusa
     70- Síndrome nefrítica por glomerulonefrite proliferativa endocapilar difusa
     71- Síndrome nefrítica por glomerulonefrite proliferativa mesangial difusa
     72- Síndrome nefrítica por lesões glomerulares focais e segmentar
     73- Síndrome nefrítica rapidamente progressiva
     74- Síndrome nefrítica rapidamente progressiva por glomerulonefrite com lesões mínimas
     75- Síndrome nefrítica rapidamente progressiva por glomerulonefrite de depósito denso tipo 2
     76- Síndrome nefrítica rapidamente progressiva por glomerulonefrite difusa em crescente
     77- Síndrome nefrítica rapidamente progressiva por glomerulonefrite focais e segmentar
     78- Síndrome nefrítica rapidamente progressiva por glomerulonefrite membranosa difusa
     79- Síndrome nefrítica rapidamente progressiva por glomerulonefrite mesangiocapilar difusa tipo 1, 3 ou soe
     80- Síndrome nefrítica rapidamente progressiva por glomerulonefrite proliferativa endocapilar difusa
     81- Síndrome nefrítica rapidamente progressiva por glomerulonefrite proliferativa mesangial difusa
     82- Síndrome nefrítica rapidamente progressiva por glomerulonefrite rapidamente proliferativa
386- NEOFORMAÇÕES NO SISTEMA URINÁRIO ./07- SISTEMA URINÁRIO (Nefrologia e Urologia).
     1- Abscesso renal e perinefrético
     2- Cisto renal adquirido
387- NEOPLASIAS ./DISGENESIAS.
388- NEOPLASIAS BENIGNAS ./13- NEOPLASIAS (Oncologia).
     1- Leiomioma
     2- Leiomioma bizarro
     3- Leiomioma celular
     4- Leiomioma do duodeno
     5- Leiomioma do útero
     6- Leiomioma epitelioide
     7- Leiomioma intramural do útero
     8- Leiomioma submucoso do útero
     9- Leiomioma subseroso do útero
     10- Neoplasia benigna do sistema digestivo
389- NEOPLASIAS DA UNIDADE MOTORA ESQUELÉTICA ./DISGENESIAS, DISPLASIAS E DISTROFIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO.
     1- Schwannoma
     2- Schwannoma celular
     3- Schwannoma maligno neurogênico
     4- Schwannoma vestibular
390- NEOPLASIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO ./DISGENESIAS DO MÚSCULO ESQUELÉTICO.
     1- Rabdomiossarcoma
391- NEOPLASIAS DO SANGUE E LINFÁTICOS ./SANGUE E LINFA: DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES.
     1- LEUCEMIAS
     2- LINFOMAS
     3- Doença pelo HIV com outras neoplasias malignas
     4- Granulomatose linfomatoide
     5- Leucemia de células de linfossarcoma
     6- Leucemia subaguda de tipo celular
     7- Linfossarcoma
     8- Mixoma atrial direito
     9- Mixoma atrial esquerdo
     10- Polineuropatia por linfomas
     11- Polipose linfomatosa maligna
     12- Pseudolinfoma
     13- Rabdomioma do coração
     14- Traumatismo do coração
     15- Tumor linfoide associado à mucosa
392- NEOPLASIAS MALIGNA DA PELE E ANEXOS ./METAPLASIAS E NEOPLASIAS DA PELE E ANEXOS.
     1- Melanoma maligno
     2- Melanoma maligno amelanótico
     3- Melanoma maligno da pálpebra, incluindo as comissuras palpebrais
     4- Melanoma maligno da pele
     5- Melanoma maligno da pele nodular
     6- Melanoma maligno desmoplástico
     7- Melanoma maligno do couro cabeludo e do pescoço
     8- Melanoma maligno do lábio
     9- Melanoma maligno do membro inferior, incluindo quadril
     10- Melanoma maligno do membro superior, incluindo ombro
     11- Melanoma maligno do tronco
     12- Melanoma maligno em melanose pré-cancerosa
     13- Melanoma maligno em nevo juncional
     14- Melanoma maligno em nevo pigmentado gigante
     15- Melanoma maligno em regressão
     16- Melanoma maligno em sarda melanótica de Hutchinson
     17- Melanoma maligno invasivo da pele
     18- Melanoma maligno metastático
     19- Melanoma maligno nodular
     20- Neoplasias malignas da pele por exposição crônica à radiação ultravioleta
393- NEOPLASIAS MALIGNAS ./13- NEOPLASIAS (Oncologia).
     1- Adenocarcinoma
     2- Adenocarcinoma apócrino
     3- Adenocarcinoma ceruminoso
     4- Adenocarcinoma com metaplasia apócrina
     5- Adenocarcinoma com metaplasia cartilaginosa e óssea
     6- Adenocarcinoma com metaplasia de células fusiformes
     7- Adenocarcinoma com metaplasia escamosa
     8- Adenocarcinoma de células basais
     9- Adenocarcinoma de células claras
     10- Adenocarcinoma de células mistas
     11- Adenocarcinoma de propagação superficial
     12- Adenocarcinoma em adenoma tubuloviloso
     13- Adenocarcinoma em adenoma viloso
     14- Adenocarcinoma em pólipo adenomatoso
     15- Adenocarcinoma em pólipos adenomatosos múltiplos
     16- Adenocarcinoma esquirroso
     17- Adenocarcinoma in situ
     18- Adenocarcinoma in situ em adenoma tubuloviloso
     19- Adenocarcinoma in situ em adenoma viloso
     20- Adenocarcinoma in situ em pólipo adenomatoso
     21- Adenocarcinoma metastático
     22- Adenocarcinoma mucinoso da pele
     23- Adenocarcinoma oxifílico
     24- Adenocarcinoma papilar
     25- Adenocarcinoma trabecular
     26- Adenocarcinoma tubular
     27- Adenocarcinoma viloso
     28- Carcinoma
     29- Carcinoma acidófilo
     30- Carcinoma adenoescamoso
     31- Carcinoma anaplásico
     32- Carcinoma basaloide
     33- Carcinoma basocelular metatípico
     34- Carcinoma basoescamoso
     35- Carcinoma basófilo
     36- Carcinoma cribriforme
     37- Carcinoma cromófobo
     38- Carcinoma da pilomátrix
     39- Carcinoma de células acinares
     40- Carcinoma de células basais fibroepitelial
     41- Carcinoma de células basais multicêntrico
     42- Carcinoma de células basais tipo morféia
     43- Carcinoma de células caliciformes
     44- Carcinoma de células em anel de sinete
     45- Carcinoma de células escamosas
     46- Carcinoma de células escamosas adenoides
     47- Carcinoma de células escamosas fusiformes
     48- Carcinoma de células escamosas grandes não queratinizado
     49- Carcinoma de células escamosas metastático
     50- Carcinoma de células escamosas microinvasivo
     51- Carcinoma de células escamosas papilar
     52- Carcinoma de células escamosas pequenas não queratinizado
     53- Carcinoma de células escamosas queratinizado
     54- Carcinoma de células fusiformes
     55- Carcinoma de células gigantes
     56- Carcinoma de células gigantes e de células fusiformes
     57- Carcinoma de células grandes
     58- Carcinoma de células granulares
     59- Carcinoma de células pequenas e de células grandes
     60- Carcinoma de células pequenas fusiformes
     61- Carcinoma de células pequenas intermediárias
     62- Carcinoma de células poligonais
     63- Carcinoma de células transicionais
     64- Carcinoma de células transicionais tipo células fusiformes
     65- Carcinoma em adenoma pleomórfico
     66- Carcinoma indiferenciado
     67- Carcinoma metastático
     68- Carcinoma metastático de células em anel de sinete
     69- Carcinoma metatípico
     70- Carcinoma misto acidófilo-basófilo
     71- Carcinoma mucoepidermoide
     72- Carcinoma papilar
     73- Carcinoma pleomórfico
     74- Carcinoma pseudossarcomatoso
     75- Carcinoma schneideriano
     76- Carcinoma simples
     77- Carcinoma tipo difuso
     78- Carcinoma verrucoso
     79- Carcinomas de células grandes
     80- Cistadenocarcinoma
     81- Comedocarcinoma não infiltrante
     82- Coriocarcinoma combinado com outros elementos de células germinativas
     83- Leiomiossarcoma
     84- Leiomiossarcoma cutâneo
     85- Leiomiossarcoma do esôfago
     86- Leiomiossarcoma do útero
     87- Leiomiossarcoma gástrico
     88- Leiomiossarcoma mixoide
394- NEOPLASIAS NO SISTEMA DIGESTIVO ./DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES NO SISTEMA DIGESTIVO.
     1- Adenocarcinoma do esôfago
     2- Adenoma hepático
     3- Neoplasia benigna do esôfago
     4- Neoplasia maligna do esôfago
     5- Neoplasia maligna do esôfago com lesão invasiva
     6- Neoplasia maligna do esôfago na porção abdominal
     7- Neoplasia maligna do esôfago na porção cervical
     8- Neoplasia maligna do esôfago na porção torácica
     9- Neoplasia maligna do esôfago no terço inferior
     10- Neoplasia maligna do esôfago no terço médio
     11- Neoplasia maligna do esôfago no terço superior
     12- Neoplasia maligna in situ da cavidade oral, do esôfago e do estômago
     13- Neoplasia maligna in situ do esôfago
395- NEOPLASIAS NO SISTEMA ENDÓCRINO REPRODUTOR ./MORFOLOGIA NO SISTEMA ENDÓCRINO REPRODUTOR.
     1- Neoplasia benigna da próstata
396- NEOPLASIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO ./11- SISTEMA ESQUELÉTICO (Traumatologia e Ortopedia).
     1- Tumor ósseo
397- NEOPLASIAS NO SISTEMA URINÁRIO ./DISGENESIAS, DISPLASIAS, DISTROFIAS, DISTOPIAS E DEGENERAÇÕES NO SISTEMA URINÁRIO.
     1- Carcinoma de células renais
     2- Carcinoma papilífero de pelve renal
     3- Nefroblastoma
398- NERVOSO: CICLO SONO-VIGÍLIA ./04- SISTEMA NERVOSO (Neurologia, Oftalmologia, Psiquiatria).
     1- Distonia paroxística noturna
     2- Distúrbio do ciclo vigília-sono por fatores não-orgânicos
     3- Distúrbio do comportamento do sono REM
     4- Distúrbio do despertar do sono
     5- Distúrbios da transição sono-vigília
     6- Distúrbios do ciclo vigília-sono
     7- Distúrbios do início e da manutenção do sono
     8- Distúrbios do sono por sonolência excessiva
     9- Encefalite letárgica
     10- Enurese noturna no sono
     11- Epilepsia relacionada ao sono
     12- Fases do sono
     13- Insônia por sono entrecortado não-orgânica
     14- Narcolepsia
     15- Paralisia do sono
     16- Parassonias do sono REM
     17- Síndrome da mioclonia noturna
     18- Síndrome de Kleine-Levin
     19- Síndrome do jet lag
     20- Terror noturno
     21- Tripanossomíase africana
399- NERVOSO: MOTRICIDADE SOMÁTICA (ATAXIAS, PLEGIAS E DISTONIAS) ./04- SISTEMA NERVOSO (Neurologia, Oftalmologia, Psiquiatria).
     1- ATAXIA MOTORA
     2- DISPLEGIAS MUSCULAR
     3- DISTONIAS ESQUELÉTICAS
400- NERVOSO: MOTRICIDADE VISCERAL ./04- SISTEMA NERVOSO (Neurologia, Oftalmologia, Psiquiatria).
     1- Insuficiência autonômica progressiva
     2- Neuropatia autonômica periférica idiopática
     3- Síndrome de Horner
     4- Síndrome de Raynaud
     5- Síndrome SUNCT
     6- Traumatismo de nervos simpáticos do tórax
401- Nervoso_01: Disgenesias (Agenesias e Malformações e Neoplasias) ./04- SISTEMA NERVOSO (Neurologia, Oftalmologia, Psiquiatria).
     1- Agenesia do corpo caloso
     2- Amielia
     3- Aniencefalia
     4- Arrinencefalia
     5- Craniorraquisquise
     6- Diastematomielia
     7- Espinha bífida
     8- Espinha bífida aberta
     9- Espinha bífida cervical
     10- Espinha bífida cervical com hidrocefalia
     11- Espinha bífida cística
     12- Espinha bífida com hidrocefalia
     13- Espinha bífida lombar
     14- Espinha bífida lombar com hidrocefalia
     15- Espinha bífida não especificada
     16- Espinha bífida sacra
     17- Espinha bífida sacra com hidrocefalia
     18- Espinha bífida torácica
     19- Espinha bífida torácica com hidrocefalia
     20- Glioblastoma de células gigantes
     21- Glioblastoma multiforme
     22- Hidrocefalia com pioencéfalo
     23- Hidromielia
     24- Holoprosencefalia
     25- Malformação congênita da medula espinhal
     26- Malformação congênita do encéfalo
     27- Malformações do aqueduto de Sylvius
     28- Megalencefalia
     29- Microcefalia
     30- Sequência da anencefalia
     31- Síndrome de Dandy-Walker
402- Nervoso_02: Displasias, Distrofias, Distopias e Degenerações ./04- SISTEMA NERVOSO (Neurologia, Oftalmologia, Psiquiatria).
     1- DEGENERAÇÕES NO SISTEMA NERVOSO
     2- DISGENESIAS NO SISTEMA VISUAL
     3- DISTOPIAS NO SISTEMA NERVOSO
     4- DISTOPIAS NO SISTEMA VISUAL
     5- DISTROFIAS NO SISTEMA NERVOSO
     6- Cistos do SNC
     7- Hidrocefalia congênita
     8- Hipoplasia e displasia da medula espinhal
     9- Leucoencefalopatia cística com RNASET-2
     10- Malformação congênita da orelha
     11- Meningocele
     12- Meningomielocele
     13- Tumores na medula espinhal
403- Nervoso_03: Hemodinâmica e Microcirculação ./04- SISTEMA NERVOSO (Neurologia, Oftalmologia, Psiquiatria).
     1- ARTÉRIAS CARÓTIDAS
     2- Artérias vertebrobasilares
     3- SÍNCOPES
     4- Acidente vascular cerebral isquêmico por cardiopatia
     5- Acidente vascular cerebral isquêmico por hematopatia
     6- Acidente vascular cerebral isquêmico por infecção
     7- Acidente vascular cerebral isquêmico por neoplasia
     8- Acidente vascular cerebral isquêmico por vasculopatia
     9- Acidente vascular cerebral isquêmico transitório
     10- Arterite cerebral tuberculosa
     11- Arterite séptica com hemorragia cerebral
     12- AVC hemorrágico
     13- Cardiopatia com infarto cerebral
     14- Demência vascular
     15- Doenças arteriais cerebrais
     16- Edema cerebral
     17- Edema cerebral por traumatismo de parto
     18- Edema cerebral traumático
     19- Embolia gordurosa cerebral
     20- Encefalopatia isquêmica
     21- Estenose de artéria cerebral
     22- Estenose de artérias cerebrais sem infarto cerebral
     23- Estenose de artérias perfurantes
     24- Estenose de artérias pré-cerebrais
     25- Estenose de artérias pré-cerebrais sem infarto cerebral
     26- Fístula arteriovenosa cerebral adquirida
     27- Hemorragia cerebral por traumatismo de parto
     28- Hemorragia intracerebral
     29- Hemorragia intracerebral do putâmen
     30- Hemorragia intracerebral do tálamo
     31- Hemorragia intracerebral do tronco cerebral
     32- Hemorragia intracerebral dos gânglios da base
     33- Hemorragia intracerebral hemisférica
     34- Hemorragia intracerebral hemisférica cortical
     35- Hemorragia intracerebral hemisférica subcortical
     36- Hemorragia intracerebral intraventricular
     37- Hemorragia intracerebral múltipla
     38- Hemorragia intracerebral não-traumática do feto e do recém-nascido
     39- Hemorragia intracerebral por traumatismo
     40- Hemorragia intraventricular (não-traumática) grau 3, do feto e do recém-nascido
     41- Hemorragia subaracnoide
     42- Hemorragia subaracnoide proveniente de artéria intracraniana
     43- Hemorragias intracerebral
     44- Infarto cerebral
     45- Infarto cerebral antigo
     46- Infarto cerebral por embolia de artérias cerebrais
     47- Infarto cerebral por embolia de artérias pré-cerebrais
     48- Infarto cerebral por oclusão ou estenose não especificadas de artérias cerebrais
     49- Infarto cerebral por oclusão ou estenose não especificadas de artérias pré-cerebrais
     50- Infarto cerebral por trombose de artérias pré-cerebrais
     51- Infarto cerebral por trombose venosa cerebral não-piogênica
     52- Infarto cerebral recente
     53- Infarto lacunar
     54- Insuficiência vascular cerebral crônica
     55- Isquemia cerebral
     56- Isquemia cerebral neonatal
     57- Isquemia do tronco cerebral
     58- Malformação artériovenosa afetando a medula espinhal
     59- Malformação arteriovenosa dos vasos cerebrais
     60- Sequelas de acidente vascular cerebral
     61- Sequelas de hemorragia intracerebral
     62- Sequelas de infarto cerebral
     63- Sequelas de traumatismo da cabeça com hemorragia cerebral
     64- Sífilis com arterite cerebral
     65- Síndrome da artéria carotídea (hemisférica)
     66- Síndrome da artéria espinhal anterior
     67- Síndrome da artéria vértebro-basilar
     68- Síndromes carotídeas
     69- Traumatismo da artéria carótida
     70- Trombose venosa cerebral não-piogênica
     71- Trombose venosa cerebral no puerpério
     72- Trombose venosa intracraniano não-piogênica
     73- Tuberculose com arterite cerebral
404- Nervoso_04: Inflamação, Infecção e Infestação ./04- SISTEMA NERVOSO (Neurologia, Oftalmologia, Psiquiatria).
     1- ENCEFALITES
     2- HÉRNIAS, CISTOS E ABSCESSOS NO SISTEMA NERVOSO
     3- INFLAMAÇÃO CRÔNICA NO SISTEMA NERVOSO
     4- MENINGITES
405- Nervoso_05: Tumor não neoplásico (Hérnia, Cisto, Abscesso, Granuloma e Hamartoma) ./04- SISTEMA NERVOSO (Neurologia, Oftalmologia, Psiquiatria).
     1- Cistos cerebrais congênitos
406- Nervoso_06: Trumatismo, Ruptura, Queimadura, Geladura e Radiação ./04- SISTEMA NERVOSO (Neurologia, Oftalmologia, Psiquiatria).
     1- NEUROPATIAS COMPRESSIVAS
407- NEUROPATIAS COMPRESSIVAS ./Nervoso_06: Trumatismo, Ruptura, Queimadura, Geladura e Radiação.
     1- Meralgia parestésica
     2- Metatarsalgia de Morton
     3- Paralisia radial
     4- Síndrome da compressão do nervo radial de Wartenberg
     5- Síndrome do desfiladeiro torácico
     6- Síndrome do escaleno anterior
     7- Síndrome do músculo piriforme
     8- Síndrome do nervo interósseo anterior
     9- Síndrome do nervo interósseo posterior
     10- Síndrome do pronador redondo
     11- Síndrome do túnel cubital de Guyon
     12- Síndrome do túnel do carpo
     13- Síndrome do túnel do tarso
408- NEVOS ./DERMATOPATIAS COM PREDOMINÂNCIA DE COR. Marca; pinta; sinal de nascença. Nevo (plural nevos, do latim naevus (naevus = marca de nascença), plural nevi) é uma dermnatose. Classificação: 1- Melanocíticos (congênito, adquirido, dispásico), 2- Vasculares (hemangiomas).
     1- NEVOS EPIDÉRMICOS
     2- Angioma rubi
     3- Mancha em vinho do porto
     4- Neuronevo
     5- Nevo arâneo
     6- Nevo azul
     7- Nevo azul celular
     8- Nevo azul maligno
     9- Nevo comedônico
     10- Nevo composto
     11- Nevo congênito gigante
     12- Nevo de Becker
     13- Nevo de cabelo lanoso
     14- Nevo de células baloniformes
     15- Nevo de células epitelioides
     16- Nevo de células fusiformes
     17- Nevo de Ota
     18- Nevo de Reed
     19- Nevo de Spitz
     20- Nevo do tecido conjuntivo
     21- Nevo em morango
     22- Nevo fusocelular
     23- Nevo halo
     24- Nevo intradérmico
     25- Nevo juncional
     26- Nevo magnocelular
     27- Nevo melanocítico
     28- Nevo melanocítico congênito
     29- Nevo melanocítico da face
     30- Nevo melanocítico da pálpebra e do canto
     31- Nevo melanocítico do couro cabeludo e do pescoço
     32- Nevo melanocítico do lábio
     33- Nevo melanocítico do tronco
     34- Nevo melanocítico dos membros inferiores e quadril
     35- Nevo melanocítico dos membros superiores e ombro
     36- Nevo não-neoplásico
     37- Nevo não-neoplásico congênito
     38- Nevo não-pigmentado
     39- Nevo nevocítico
     40- Nevo pigmentado
     41- Nevo pigmentado gigante
     42- Nevo piloso
     43- Nevo sanguíneo
     44- Nevo spillus
     45- Nevo vascular
     46- Síndrome do nevo displásico
409- NEVOS EPIDÉRMICOS ./NEVOS.
     1- Nevo epidérmico verrucoso
     2- Nevo epidérmico verrucoso inflamatório linear
     3- Nevo epitelioide e de células fusiformes
     4- Nevo epitelio­matoide múltiplo
     5- Síndrome do nevo epidérmico
410- OBSTERÍCIA
Alterar
./SISTEMA REPRODUTOR FEMININO. Pregnancy.
     1- ABORTAMENTO
     2- DOENÇA TROFOBLÁSTICA GESTACIONAL
     3- DOENÇAS DA PLACENTA
     4- HEMORRAGIAS DO PRIMEIRO TRIMESTRE
     5- HEMORRAGIAS DO SEGUNDO TRIMESTRE
     6- HEMORRAGIAS DO TERCEIRO TRIMESTRE
     7- Eclâmpsia
     8- Gravidez com edema
     9- Gravidez com edema e proteinúria
     10- Gravidez com estenose da valva mitral
     11- Gravidez com herpes simples genital
     12- Gravidez com hipertensão arterial sistêmica e proteinúria significativa
     13- Gravidez com hipotensão arterial sistêmica
     14- Gravidez com Infecção genitourinária
     15- Gravidez com proteinúria
     16- Gravidez com Síndrome de anticorpos antifosfolipídeos
     17- Gravidez com vômitos
     18- Gravidez ectópica
     19- Gravidez fase inicial
     20- Gravidez múltipla
     21- Gravidez prolongada
     22- Oligohidrâmnio
     23- Parto de gravidez intra-abdominal com feto viável
     24- Pré-eclâmpsia
     25- Vômitos tardios da gravidez
411- Olfação ./Sensibilidade especial.
     1- OLFAÇÃO 2- ESTRUTURA DE SUPORTE
     2- OLFAÇÃO 2- ÓRGÃO
     3- OLFAÇÃO 3- RECEPTOR
     4- OLFAÇÃO 4- VIA AFERENTE
     5- OLFAÇÃO 5- ÁREA DE PROJEÇÃO AFERENTE CORTICAL
     6- OLFAÇÃO 6- RESPOSTA
     7- OLFAÇÃO 6- RESPOSTA-PERCEPÇÃO
412- OLFAÇÃO 2- ESTRUTURA DE SUPORTE ./OLFAÇÃO.
413- OLFAÇÃO 2- ÓRGÃO ./OLFAÇÃO.
414- OLFAÇÃO 3- RECEPTOR ./OLFAÇÃO.
415- OLFAÇÃO 4- VIA AFERENTE ./OLFAÇÃO.
     1- Lesão do nervo olfatório (I PC)
     2- Neoplasia do nervo olfatório
416- OLFAÇÃO 5- ÁREA DE PROJEÇÃO AFERENTE CORTICAL ./OLFAÇÃO.
     1- Encefalopatia límbica paraneoplásica
417- OLFAÇÃO 6- RESPOSTA ./OLFAÇÃO.
418- OLFAÇÃO 6- RESPOSTA-PERCEPÇÃO ./OLFAÇÃO.
419- OSTEÓLISES ./DISPLASIAS ESQUELÉTICAS. A dissolução de osso que envolve particularmente a remoção ou perda de cálcio. 
     1- Doença óssea de Gorham
     2- Osteólise essencial
     3- Síndrome de Haferkamp
     4- Síndrome de Marie-Léri
     5- Síndrome de Van Bogaert-Hozay
420- OXALOSE
Alterar
./AMINOÁCIDOS E DERIVADOS. O Glioxila é produto da hidroxiprolina ou do oxiglutarato e pode ser convertido em glicina ou expontâneamente se converter em oxalato. Oxalose é o depósito de Oxalato de cálcio nos tecidos, especialmente nos rins. #Oxalúria (excesso de oxalato na urina).
     1- Hiperoxalúria
     2- Hiperoxalúria primária tipo I
     3- Hiperoxalúria primária tipo II
     4- Hiperoxalúria primária tipo III
     5- Intoxicação por ingestão de Álcool - Etileno glicol
421- OXIDAÇÃO DO PIRUVATO ./ABSORÇÃO INTESTINAL DE CARBOIDRATOS.
     1- Anemia por deficiência da enzima piruvato-quinase
     2- Deficiência do complexo da enzima piruvato desidrogenase
     3- Deficiência do complexo da enzima piruvato desidrogenase juvenil
     4- Deficiência do complexo da enzima piruvato desidrogenase neonatal
     5- Distúrbios do metabolismo do piruvato e da gliconeogênese
     6- Doença da deficiência do complexo piruvato carboxilase
422- Pâncreas endócrino ./09- SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR (Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Urologia).
     1- Coma hiperglicêmico hiperosmolar
     2- Coma hipoglicêmico
     3- Complicações cutâneo-mucosa
     4- Complicações gástricas
     5- Complicações múltiplas
     6- Complicações neurológicas
     7- Complicações oftálmicas
     8- Complicações renais
     9- Diabetes mellitus
     10- Diabetes mellitus com amiotrofia
     11- Diabetes mellitus com complicações circulatórias periféricas
     12- Diabetes mellitus com complicações intestinais
     13- Diabetes mellitus com gangrena nos pés
     14- Diabetes mellitus com glaucoma
     15- Diabetes mellitus com glomerulonefrose intracapilar
     16- Diabetes mellitus com mononeuropatia
     17- Diabetes mellitus com mononeuropatia múltipla
     18- Diabetes mellitus com nefropatia diabética
     19- Diabetes mellitus com nefropatia diabética progressiva
     20- Diabetes mellitus com neuropatia
     21- Diabetes mellitus com neuropatia autonômica
     22- Diabetes mellitus com neuropatia dolorosa
     23- Diabetes mellitus com polineuropatia simétrica distal
     24- Diabetes mellitus com radiculopatia tóraco-abdominal
     25- Diabetes mellitus com retinopatia
     26- Diabetes mellitus com retinopatia hipertensiva
     27- Diabetes mellitus por mutação do DNA mitocondrial
     28- Diabetes mellitus por receptores mutantes de insulina
     29- Diabetes mellitus tipo 1
     30- Diabetes mellitus tipo 1 com complicações circulatórias periféricas
     31- Diabetes mellitus tipo 1 com glomerulonefrose intracapilar
     32- Diabetes mellitus tipo 1 com outras complicações especificadas
     33- Diabetes mellitus tipo 2
     34- Diabetes mellitus tipo 2 com catarata diabética
     35- Diabetes mellitus tipo 2 com complicações circulatórias periféricas
     36- Diabetes mellitus tipo 2 com complicações renais - ELIMINAR
     37- Diabetes mellitus tipo 2 com glomerulonefrose intracapilar
     38- Diabetes mellitus tipo 2 com neuropatia autonômica diabética
     39- Diabetes mellitus tipo 2 com outras complicações especificadas
     40- Diabetes mellitus tipo 2 com úlcera diabética
     41- Diabetes mellitus tipo 2 lipoatrófica
     42- Diabetes mellitus tipo 2 não obeso em jovem tipo adulto
     43- Hipoglicemia pós-prandial tardia espontânea do adulto
     44- Síndrome de Wolcott-Rallison
     45- Síndrome do filho de mãe com Diabetes mellitus gestacional
     46- Síndrome do filho de mãe com Diabetes mellitus pré-existente
423- Paratireoides ./09- SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR (Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Urologia).
     1- Adenoma da glândula paratireoide
     2- Adenoma de células claras da glândula paratireoide
     3- Hiperparatireoidismo
     4- Hiperparatireoidismo com artropatia
     5- Hiperparatireoidismo primário
     6- Hiperparatireoidismo primário com osteíte fibrosa cística generalizada
     7- Hiperparatireoidismo primário por hiperplasia da glândula paratireoide
     8- Hiperparatireoidismo secundário
     9- Hiperparatireoidismo secundário de origem renal
     10- Hiperparatireoidismo terciário
     11- Hipoparatireoidismo
     12- Hipoparatireoidismo idiopático
     13- Hipoparatireoidismo pós-procedimento
     14- Neoplasia de comportamento incerto da glândula paratireoide
     15- Neoplasia maligna da glândula paratireoide
     16- Pseudohipoparatireoidismo
     17- Pseudopseudohipoparatireoidismo
     18- Tetania paratireoidiana
     19- Tumor das glândulas paratireoides
424- PATOLOGIAS DA CÓRNEA ./VISÃO 2- ÓRGÃO. Distrofia corneana hereditárias; Grupo de patologias corneanas hereditárias, bilaterais, simétricas e progressivas, sem relação com condições ambientais ou sistêmicas.
     1- Anormalia de Peters
     2- Astigmatismo
     3- Ceratite
     4- Ceratite de Fuchs
     5- Ceratite numular de Dimmer
     6- Ceratite por vírus do Herpes zoster
     7- Ceratites intersticial e profunda
     8- Ceratocone
     9- Ceratoconjuntivite
     10- Cicatrizes e opacidades da córnea
     11- Cicatrizes xeroftálmicas da córnea
     12- Conjuntivite aguda atópica
     13- Corpo estranho na córnea
     14- Corrosão da córnea e do saco conjuntival
     15- Deficiência de células estaminais do limbo corneano
     16- Deficiência de Vitamina A com ulceração e xerose da córnea
     17- Deficiência de Vitamina A com xerose da córnea
     18- Degeneração marginal pelúcida da córnea
     19- Degenerações da córnea
     20- Descemetocele
     21- Distrofia corneana amorfa posterior de Carpel
     22- Distrofia corneana da membrana basal epitelial de Cogan
     23- Distrofia corneana de Grayson-Wilbrandt
     24- Distrofia corneana de Lisch
     25- Distrofia corneana de Reis-Bucklers
     26- Distrofia corneana de Waardenburg-Jonkers
     27- Distrofia corneana epitelial de Meesmann
     28- Distrofia corneana nodular de Salzmann
     29- Distrofia corneana posterior polimórfica hereditária
     30- Distrofia da córnea de Franceschetti
     31- Distrofia endotelial da córnea de Fuchs
     32- Distrofia granular da córnea tipo I
     33- Distrofia granular da córnea tipo II
     34- Edema da córnea
     35- Fotoceratite
     36- Hipermetropia
     37- Leucoma aderente
     38- Malformações congênitas da córnea
     39- Miopia
     40- Miopia degenerativa
     41- Neovascularização da córnea
     42- Ruptura da membrana de Descemet
     43- Síndrome de Brown-McLean
     44- Síndrome de Franceschetti tipo II
     45- Síndrome de Petzetakis-Takos
     46- Úlcera de córnea
425- PATOLOGIAS DA RETINA ./VISÃO 2- ÓRGÃO.
     1- Albinismo ocular
     2- Arteriolite retiniana focal idiopática
     3- Coriorretinite
     4- Degeneração macular senil
     5- Degeneração vítreo-retinal de Wagner
     6- Degenerações periféricas da retina
     7- Descolamento da retina com defeito retiniano
     8- Descolamento de retina
     9- Descolamento seroso da retina
     10- Descolamentos e defeitos da retina
     11- Displasia encéfalo-retiniana familiar
     12- Displasia retiniana
     13- Distrofia hereditária da retina
     14- Hemorragia retiniana
     15- Inflamação coriorretiniana focal
     16- Inflamação da coroide e da retina
     17- Malformação congênita da retina
     18- Necrose retiniana aguda
     19- Neoplasia maligna da retina
     20- Oclusões vasculares da retina
     21- Opérculo
     22- Retinite exsudativa
     23- Retinite por citomegalovírus
     24- Retinosquise e cistos da retina
     25- Separação das camadas da retina
     26- Síndrome da retinite pigmentar
     27- Síndrome de Alstrom-Olson
     28- Síndrome de Kiloh-Nevin tipo II
     29- Síndrome de Usher
     30- Trombose da veia retiniana
     31- Tuberculose do olho
426- PATOLOGIAS DA ÚVEA ./VISÃO 2- ÓRGÃO.
     1- Aderências e roturas da íris e do corpo ciliar
     2- Ciclite posterior
     3- Coloboma de coroide
     4- Degenerações da íris e do corpo ciliar
     5- Descolamento da coroide
     6- Distrofia da coroide hereditária
     7- Doença de Cogan-Reese
     8- Doença de Hutchinson
     9- Esclerose da coroide
     10- Hemorragia e rotura da coroide
     11- Infecção por vírus do herpes zoster com iridociclite
     12- Infecção por vírus do herpes zoster com irite
     13- Iridociclite
     14- Iridociclite aguda e subaguda
     15- Iridociclite anterior
     16- Iridociclite crônica
     17- Malformação congênita da coroide
     18- Síndrome de Vogt-Koyanagi-Harada
     19- Uveíte
     20- Uveíte aguda
     21- Uveíte posterior
     22- Uveíte simpática
     23- Uveíte supurativa
427- PATOLOGIAS DO COMPARTIMENTO ANTERIOR ./VISÃO 2- ÓRGÃO.
     1- Glaucoma
     2- Glaucoma congênito
     3- Glaucoma por traumatismo de parto
     4- Glaucoma primário de ângulo aberto
     5- Glaucoma primário de ângulo aberto capsular
     6- Glaucoma primário de ângulo fechado
     7- Glaucoma secundário a drogas
     8- Glaucoma secundário a inflamação ocular
     9- Glaucoma secundário a traumatismo ocular
     10- Glaucoma secundário neovascular
     11- Hifema
     12- Malformação congênita da câmara anterior do olho
     13- Malformações congênitas da câmara anterior do olho
     14- Suspeita de glaucoma
428- PATOLOGIAS DO COMPARTIMENTO POSTERIOR ./VISÃO 2- ÓRGÃO.
     1- Degeneração do vítreo
     2- Depósitos cristalinos no humor vítreo
     3- Hemorragia do humor vítreo
     4- Malformação congênita do humor vítreo
     5- Opacidades do vítreo
     6- Prolapso do humor vítreo
429- PATOLOGIAS DO CRISTALINO ./VISÃO 2- ÓRGÃO.
     1- Afacia
     2- Afacia pós-catarata
     3- Anel de Soemmering
     4- Catarata
     5- Catarata complicada
     6- Catarata congênita
     7- Catarata de Vogt
     8- Catarata diabética
     9- Catarata induzida por drogas
     10- Catarata infantil, juvenil e pré-senil
     11- Catarata senil
     12- Catarata senil com esclerose nuclear
     13- Catarata senil de Morgagni
     14- Catarata senil incipiente
     15- Catarata senil nuclear
     16- Coloboma do cristalino
     17- Deslocamento do cristalino
     18- Iridociclite induzida pelo cristalino
     19- Luxação congênita do cristalino
     20- Malformação congênita do cristalino
     21- Subluxação do cristalino
430- PENSAMENTO ./PSIQUIATRIA: FUNÇÕES MENTAIS.
     1- Esquizofrenia
     2- Esquizofrenia catatônica
     3- Esquizofrenia cenestopática
     4- Esquizofrenia cíclica
     5- Esquizofrenia hebefrênica
     6- Esquizofrenia indiferenciada
     7- Esquizofrenia paranoide
     8- Esquizofrenia residual
     9- Esquizofrenia simples
     10- Síndrome deficitárias na esquizofrenia
     11- Síndrome produtiva na esquizofrenia
431- POLIDACTILIAS ./DISGENESIAS NO SISTEMA ESQUELÉTICO. Aumento no número dos dedos das mãos e pés, causadas por excesso de segmentação longitudinal, na diferenciação da ectoderme, induzindo a formação de dedos supranumerários. Classificação de Temtamy e McKusick.
     1- Polidactilia pós-axial tipo A
     2- Polidactilia pré-axial
     3- Polidactilia pré-axial tipo I
     4- Polidactilia pré-axial tipo II
     5- Polidactilia pré-axial tipo III
     6- Polidactilia pré-axial tipo IV
     7- Síndrome de costela curta e polidactilia
432- POLISSACARÍDEOS ./ABSORÇÃO INTESTINAL DE CARBOIDRATOS. Polissacarídeos (ou glicanos) são longas cadeias de monossacarídios unidas por ligações glicosídicas. Classificação: Homopolissacarídeos (homoglicanos), só um tipo: amido (=amilosa + amilopectina), glicogênio, dextrinas e inulina. Heteropolissacarídeos (Glicosaminoglicanos).
     1- GLICOGÊNESE
433- POROCERATOSES ./CERATOSES HEREDITÁRIAS. Poroqueratoses. Transtornos clonais da queratinização.
     1- Poroceratose actínica superficial disseminada
     2- Poroceratose de Mibelli
     3- Poroceratose écrina ostial
     4- Poroceratose linear unilateral
     5- Poroceratose palmoplantar punctata
434- POTÁSSIO ./EQUILÍBRIO HIDRO-ELETROLÍTICO.
     1- Hiperpotassemia por causas espúrias
     2- Hiperpotassemia por drogas
     3- Hiperpotassemia por mobilização do extra/intracelular
     4- Hiperpotassemia por mobilização do intra para o extracelular
     5- Hipopotassemia por drogas
     6- Hipopotassemia por eliminação extra-renal aumentada
     7- Insuficiência renal crônica com hiperpotassemia
435- PRÍON ./15- INFECÇÃO, INFESTAÇÃO.
     1- Encefalopatia espongiforme subaguda
     2- Encefalopatia espongiforme viral
     3- Infecção do SNC por vírus atípico
436- PROFIRIAS ./ANABOLISMO DO GRUPO HEME. conjunto de patologias causadas por deficiências das enzimas envolvidas na síntese do grupo heme. Porfiria (grego) = pigmento roxo. Em 1985 David Dolphin, (1940-), bioquímico canadense, associou este grupo aos vampiros e lobisomens.
     1- Anemia sideroblástica ligada ao X
     2- Coproporfiria hereditária
     3- Porfiria aguda intermitente
     4- Porfiria ALAD
     5- Porfiria cutânea tardia
     6- Porfiria eritropoiética congênita
     7- Porfiria hepatoeritropoiética
     8- Porfiria variegata
     9- Protoporfiria eritropoiética
437- PROTEÍNAS DE SUPERFÍCIE NEURONAL ./LEUCODISTROFIAS GENÉTICAS NO SISTEMA NERVOSO.
     1- Doença de Pelizaeus-Merzbacher
     2- Leucodistrofia espongiforme
     3- Mielinólise central difusa
     4- Síndrome de Alexander
438- PROTEINOSES (intersticial) ./DEGENERAÇÕES.
     1- Amiloidoses
     2- ELASTOSES PRIMÁRIAS
439- PROTOPÁTICA ./Sensibilidade geral.
     1- PROTOPÁTICA 2- ESTRUTURA DE SUPORTE
     2- PROTOPÁTICA 2- ÓRGÃO
     3- PROTOPÁTICA 3- RECEPTOR
     4- PROTOPÁTICA 4- VIA AFERENTE
     5- PROTOPÁTICA 5- ÁREA DE PROJEÇÃO AFERENTE CORTICAL
     6- PROTOPÁTICA 6- RESPOSTA
     7- PROTOPÁTICA 6- RESPOSTA-PERCEPÇÃO
440- PROTOPÁTICA 2- ESTRUTURA DE SUPORTE ./PROTOPÁTICA.
441- PROTOPÁTICA 2- ÓRGÃO ./PROTOPÁTICA.
442- PROTOPÁTICA 3- RECEPTOR ./PROTOPÁTICA.
     1- Analgesia congênita
443- PROTOPÁTICA 4- VIA AFERENTE ./PROTOPÁTICA.
     1- Dor facial atípica
     2- Espondilopatia neuropática
     3- Lesão do nervo ciático
     4- Lesão do nervo trigêmeo
     5- Lesão do nervo trigêmeo (V PC) - Núcleo Inferior Caudal
     6- Lombalgia com ciática
     7- Neuralgia ciática
     8- Neuralgia do nervo trigêmeo
     9- Traumatismo do nervo trigêmeo (V PC)
444- PROTOPÁTICA 5- ÁREA DE PROJEÇÃO AFERENTE CORTICAL ./PROTOPÁTICA.
445- PROTOPÁTICA 6- RESPOSTA ./PROTOPÁTICA.
446- PROTOPÁTICA 6- RESPOSTA-PERCEPÇÃO ./PROTOPÁTICA.
     1- Agnosia da dor
     2- Síndrome da dor regional complexa
     3- Síndrome da dor regional complexa tipo I
447- PROTOZOÁRIOS ./15- INFECÇÃO, INFESTAÇÃO.
     1- INFECÇÃO INTRACELULAR POR PROTOZOÁRIOS
     2- Abscesso hepático amebiano
     3- Abscesso intracraniano amebiano
     4- Abscesso pulmonar amebiano
     5- Acantamebíase
     6- Amebíase
     7- Amebíase cutânea
     8- Amebíase intestinal crônica
     9- Ameboma intestinal
     10- Antimaláricos e drogas que atuam sobre outros protozoários do sangue
     11- Apendicite amebiana
     12- Babesiose
     13- Balanite amebiana
     14- Balantidíase
     15- Ciclosporidiose
     16- Colite amebiana não-disentérica
     17- Criptosporidiose
     18- Doença de Chagas aguda com comprometimento cardiovascular
     19- Doença de Chagas crônica
     20- Doença de Chagas crônica com comprometimento de outros órgãos
     21- Doença de Chagas crônica com comprometimento do aparelho digestivo
     22- Doença de Chagas crônica com megacólon
     23- Doença de Chagas crônica com meningite
     24- Doença de Chagas crônica com neuropatia central
     25- Doença intestinal por protozoários
     26- Doenças por protozoários
     27- Infecção amebiana na região retal
     28- Infecção amebiana no ceco
     29- Intoxicação por Pirimetamina
     30- Intoxicação por Quinina
     31- Leishimaniose cutânea pós-calazar
     32- Leishmaniose
     33- Leishmaniose cutânea
     34- Leishmaniose cutânea da pálpebra
     35- Leishmaniose cutânea do Novo Mundo
     36- Leishmaniose cutânea do Novo Mundo por L. mexicana amazonensis
     37- Leishmaniose cutânea do Novo Mundo por L. viannia
     38- Leishmaniose cutânea do Novo Mundo por L.mexicana mexicana
     39- Leishmaniose cutânea do Velho Mundo por L. donovani
     40- Leishmaniose cutânea do Velho Mundo por L. major
     41- Leishmaniose cutânea do Velho Mundo por L. tropica
     42- Leishmaniose cutânea do Velho Mundo por L.aetiopica
     43- Leishmaniose cutânea do Velho Mundo por L.tropica recorrente
     44- Leishmaniose cutâneo-mucosa
     45- Leishmaniose visceral
     46- Microsporidíase não-intestinal
     47- Microsporidíase por E.cuniculi
     48- Microsporidíase por E.hellum
     49- Microsporidiose
     50- Naegleríase
     51- Outras localizações de tricomoníase
     52- Sarcocistíase tipo entérica
     53- Sarcocistíase tipo muscular
     54- Toxoplasmose
     55- Toxoplasmose com comprometimento encefálico grave
     56- Toxoplasmose com hepatite
     57- Toxoplasmose com lesões renais glomerular
     58- Toxoplasmose com lesões renais túbulo-intersticiais
     59- Toxoplasmose com meningoencefalite
     60- Toxoplasmose com miosite
     61- Toxoplasmose congênita com hidrocefalia
     62- Tricomoníase
     63- Tricomoníase com vaginite aguda
448- PSIQUIATRIA: FUNÇÕES MENTAIS ./04- SISTEMA NERVOSO (Neurologia, Oftalmologia, Psiquiatria).
     1- AFETIVIDADE
     2- COMPORTAMENTO
     3- Linguagem
     4- MEMÓRIA
     5- PENSAMENTO
     6- USO DE PSICOTRÓPICOS
449- PSORÍASES ./CERATOSES INFLAMATÓRIAS. Erupção de placas avermelhadas cobertas de escamas brancas ou prateadas, por hiperprodução de células da pele com diminuição do tempo do clclo celular. Psoras (grego) = prurido + iase (grego) = doença. #Ptiríase.
     1- Leucoplasia bucal
     2- Psoríase
     3- Psoríase do couro cabeludo
     4- Psoríase eritrodérmica
     5- Psoríase gutata
     6- Psoríase inversa
     7- Psoríase linear
     8- Psoríase pustulosa generalizada
     9- Psoríase pustulosa linear
     10- Psoríase pustulosa palmar e plantar
     11- Psoríase vulgar
     12- Psoríase vulgar com alterações nas unhas
     13- Psoríase vulgar crônica estacionária
     14- Quelite de Baelz
450- RESISTÊNCIA À INSULINA ./RESISTÊNCIA HORMONAL.
     1- Diabetes mellitus tipo 2 por resistência hormonal à Insulina
     2- Insuficiência renal crônica com síndrome de resistência à insulina
     3- Lipodistrofia congénita de Berardinelli-Seip
     4- Lipodistrofia generalizada adquirida
     5- Síndrome de Donohue
     6- Síndrome de Rabson-Mendenhall
451- RESISTÊNCIA HORMONAL ./09- SISTEMA ENDÓCRINO E REPRODUTOR (Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Urologia).
     1- RESISTÊNCIA À INSULINA
452- Resistência periférica aos homômios tireoidianos ./Tireoide.
     1- Síndrome da resistência hormonal aos hormônios tireoidianos
453- RESPIRATÓRIO: AGENESIAS ./Respiratório_01: Disgenesia; Agenesia, Malformação e Neoplasia (oma). Agenesia = ausência de formação do órgão ou tecido.
     1- Agenesia do pulmão
     2- Agenesia dos brônquios
     3- Agenesia ou hipoplasia do nariz
454- RESPIRATÓRIO: INFLAMAÇÃO AGUDA ./Respiratório_00: Inflamação (ite), Infecção e Infestação.
     1- Bronquiolite obliterante aguda
     2- Bronquiolite obliterante aguda associada a doença do tecido conjuntivo ou transplante
     3- Bronquiolite obliterante aguda associada a lesões pulmonares localizadas
     4- Bronquiolite obliterante aguda difusa idiopática
     5- Bronquiolite obliterante aguda idiopática
     6- Bronquiolite obliterante aguda idiopática com pneumonia organizada
     7- Bronquiolite obliterante aguda por outros microorganismos especificados
     8- Bronquiolite obliterante aguda por vírus sincicial respiratório
     9- Bronquite aguda
     10- Bronquite e pneumonite por produtos químicos, gases, fumaças e vapores
     11- Gripe
     12- Laringite e traqueíte agudas
     13- Laringotraqueíte aguda
     14- Pansinusite aguda
     15- Resfriado comum
     16- Sinusite aguda
     17- Sinusite barotraumática
     18- Sinusite esfenoidal aguda
     19- Sinusite etmoidal aguda
     20- Sinusite frontal aguda
     21- Sinusite maxilar aguda
     22- Traqueíte aguda
455- RESPIRATÓRIO: INFLAMAÇÃO CRÔNICA ./Respiratório_00: Inflamação (ite), Infecção e Infestação.
     1- Beriliose crônica
     2- Bronquite crônica
     3- Bronquite crônica asmática obstrutiva
     4- Bronquite crônica mista, simples e mucopurulenta
     5- Bronquite crônica mucopurulenta
     6- Bronquite crônica obstrutiva
     7- Bronquite crônica simples
     8- Laringite e laringotraqueíte crônicas
     9- Laringotraqueíte crônica
     10- Pansinusite crônica
     11- Sinusite crônica
     12- Sinusite esfenoidal crônica
     13- Sinusite etmoidal crônica
     14- Sinusite frontal crônica
     15- Sinusite maxilar crônica
456- RESPIRATÓRIO: NEOPLASIAS ./Respiratório_01: Disgenesia; Agenesia, Malformação e Neoplasia (oma).
     1- Adenocarcinoma alveolar
     2- Adenocarcinoma bronquíolo-alveolar
     3- Adenoma brônquico
     4- Adenoma carcinoide brônquico
     5- Carcinoma das glândulas brônquicas
     6- Carcinoma epidermoide do pulmão
     7- Lesão invasiva do aparelho respiratório e dos órgãos intratorácicos
     8- Lesão invasiva dos brônquios e dos pulmões
     9- Neoplasia benigna da traquéia
     10- Neoplasia benigna dos pulmões e dos brônquios
     11- Neoplasia in situ da traquéia
     12- Neoplasia maligna da traquéia
     13- Neoplasia maligna dos pulmões e brônquios
     14- Neoplasia maligna dos pulmões e dos brônquios, apresentação precoce
     15- Neoplasia maligna dos pulmões e dos brônquios, apresentação tardia
     16- Tumor alveolar brônquio intravascular
457- Respiratório_00: Inflamação (ite), Infecção e Infestação ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia).
     1- RESPIRATÓRIO: INFLAMAÇÃO AGUDA
     2- RESPIRATÓRIO: INFLAMAÇÃO CRÔNICA
     3- Actinomicose pulmonar
     4- Asma
     5- Aspergilose pulmonar
     6- Blastomicose Norte-Americana com pneumonia
     7- Blastomicose Norte-Americana com pneumonia aguda
     8- Blastomicose Norte-Americana com pneumonia crônica
     9- Blastomicose Sul-Americana com pneumonia
     10- Broncopneumonia
     11- Bronquite
     12- Bronquite crônica enfisematosa
     13- Candidíase com pneumonia
     14- Carbúnculo pulmonar
     15- Coccidioidomicose com pneumonia
     16- Coccidioidomicose com pneumonia aguda
     17- Coccidioidomicose com pneumonia crônica
     18- Coqueluche
     19- Criptococose com pneumonia
     20- Distúrbios pulmonares intersticiais agudos, induzidos por droga
     21- Distúrbios pulmonares intersticiais crônicos induzidos por droga
     22- Doença dos legionários com pneumonia
     23- Doença pelo HIV com pneumonia por fungos Pneumocystis carinii
     24- Doença pelo HIV com pneumonia por fungos Pneumocystis carinii com mais de 3 meses
     25- Doença respiratória por aspiração e retenção de corpo estrano
     26- Edema pulmonar agudo por produtos químicos, gases, fumaças e vapores
     27- Esporotricose com pneumonia
     28- Histoplasmose com pneumonia
     29- Histoplasmose com pneumonia aguda
     30- Histoplasmose com pneumonia atípica
     31- Histoplasmose com pneumonia crônica
     32- Imunodeficiência com pneumonia
     33- Infecção das vias aéreas inferiores tipo aguda
     34- Infecção gonocócica com pneumonia
     35- Infecção respiratória aguda
     36- Mucormicose com pneumonia
     37- Nasofaringite crônica
     38- Nocardiose com pneumonia
     39- Pleurisia
     40- Pneumonia
     41- Pneumonia bacteriana
     42- Pneumonia com abscesso pulmonar
     43- Pneumonia com pleurisia
     44- Pneumonia congênita
     45- Pneumonia congênita por organismos
     46- Pneumonia congênita por vírus
     47- Pneumonia eosinofílica infecciosa crônica
     48- Pneumonia hipostática
     49- Pneumonia infecciosa
     50- Pneumonia intersticial
     51- Pneumonia intersticial por Pneumocystis carinii
     52- Pneumonia lobar
     53- Pneumonia necrotizante
     54- Pneumonia neonatal por aspiração
     55- Pneumonia por bactérias Estreptococo do grupo B
     56- Pneumonia por vírus do grupo adenovírus
     57- Pneumonia por vírus sincicial respiratório
     58- Pneumonite por aspiração
     59- Psitacose com pneumonia
     60- Reação de hipersensibilidade das vias aéreas superiores
     61- Rinite
     62- Rinite alérgica
     63- Rinite alérgica e vasomotora
     64- Rinite alérgica perene
     65- Rinite alérgica por pólen
     66- Rinite crônica
     67- Rinite vasomotora
     68- Rinite, nasofaringite e faringite crônicas
     69- Rinofaringite gangosa
     70- Rubéola com pneumonia
     71- Sífilis sintomática na laringe, traquéia
     72- Síndrome pulmonar intersticial difusa
     73- Sinusite
     74- Streptococcus pneumoniae, como cdcoc
     75- Toxoplasmose com pneumonia
     76- Traqueobronquite
     77- Tuberculose da laringe, traquéia e brônquios
     78- Tuberculose das vias respiratórias
     79- Tuberculose dos brônquios
     80- Tuberculose pulmonar
     81- Tuberculose pulmonar com pneumonia
     82- Tuberculose pulmonar primária
     83- Tularemia pulmonar
458- Respiratório_00: Intoxicação, Iatrogenia e Irradiação ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia).
     1- Asbestose
     2- Bronquiolite obliterante por inalação de produtos químicos
     3- Bronquiolite obliterante subaguda ou crônica por inalação de fumaça de cigarro
     4- Corrosão da laringe e traquéia
     5- Corrosão da laringe, traquéia e do pulmão
     6- Fibrose pulmonar crônica por inalção de produtos químicos, gases, fumaças e vapores
     7- Intoxicação aguda por inalação com Boro e seus compostos Diborano aguda
     8- Intoxicação aguda por inalação com Manganês e seus compostos aguda
     9- Intoxicação aguda por inalação de Ácido sulfídrico após a recuperação aguda
     10- Intoxicação aguda por inalação de Cádmio e seus compostos aguda
     11- Intoxicação aguda por inalação de compostos de Enxofre - Dióxido de enxofre - forma aguda
     12- Intoxicação aguda por inalação de Enxofre e seus compostos forma aguda
     13- Intoxicação aguda por inalação de Flúor e seus compostos - Fluoreto gasoso e ácido fluorídrico - aguda
     14- Intoxicação aguda por inalação de Fosgeno aguda
     15- Intoxicação aguda por inalação de gás cianídrico aguda
     16- Intoxicação aguda por inalação de Homólogos do benzeno aguda
     17- Intoxicação aguda por inalação de Neurodepressor - Tricloroetileno - aguda
     18- Intoxicação aguda por inalação de Níquel, Níquel-carbonil e seus compostos aguda
     19- Intoxicação aguda por inalação de talco com zinco em crianças aguda
     20- Intoxicação aguda por inalação de Telúrio e seus compostos aguda
     21- Intoxicação aguda por inalação de Terras raras e seus compostos aguda
     22- Intoxicação aguda por inalação de Tolueno aguda
     23- Intoxicação aguda por inalação de vapores metálicos aguda
     24- Intoxicação aguda por inalação de Xileno aguda
     25- Intoxicação aguda por inalação de Zinco e seus compostos - Estearato de zinco - por inalação aguda
     26- Intoxicação aguda por Terras raras e seus compostos - Lantânio - inalação de vapores de Terras raras aguda
     27- Intoxicação crônica por inalação com fenilmercúrio
     28- Intoxicação crônica por inalação de alumínio
     29- Intoxicação crônica por inalação de Cádmio e seus compostos
     30- Intoxicação crônica por inalação de Cobre e seus compostos
     31- Intoxicação crônica por inalação de Níquel-carbonil
     32- Intoxicação grave por inalação de maconha
     33- Intoxicação leve por inalação de maconha
     34- Intoxicação por ácido sulfídrico por inalação aguda grave
     35- Intoxicação por ácido sulfídrico por inalação aguda leve
     36- Intoxicação por Bissulfeto de carbono por inalação ou ingestão aguda grave por ingestão aguda
     37- Intoxicação por brometo de metila por inalação guda leve
     38- Intoxicação por dióxido de carbono por inalação de aguda grave
     39- Intoxicação por inalação de ácido ósmico
     40- Intoxicação por inalação de amoníaco
     41- Intoxicação por inalação de detergentes
     42- Intoxicação por inalação de fumaça
     43- Intoxicação por inalação de gás amônia
     44- Intoxicação por inalação de gás de Óxidos de nitrogênio
     45- Intoxicação por inalação de gás halogênio
     46- Intoxicação por inalação de Hidrogênio
     47- Intoxicação por inalação de Nitroderivados e aminoderivados do benzeno - Nitrobenzeno
     48- Intoxicação por inalação de outros gases, fumaças e vapores
     49- Intoxicação por inalação de Óxido nitroso
     50- Intoxicação por inalação de Pesticida - Tipocarbamatos e Ditiocarbamatos
     51- Intoxicação por inalação de pó de algodão
     52- Intoxicação por inalação de pó de talco
     53- Intoxicação por inalação de vapores de polímeros
     54- Intoxicação por inalação de vapores de zinco aguda
     55- Intoxicação por inalação ou contato do esrireno
     56- Intoxicação por inalação ou ingestão de sal de cianeto ou cianamida forma grave
     57- Intoxicação por inalação por Halotano
     58- Intoxicação por ingestão ou inalação de querosene
     59- Intoxicação por Organofosforados
     60- Intoxicação por tetracloreto de carbono por inalação aguda grave
     61- Intoxicação por Tetracloreto de carbono por inalação de vapores aguda
     62- Lesão das vias aéreas por inalação
     63- Lesão por esmagamento da laringe e da traquéia
     64- Pneumonia por aspiração ou inalação adquirida no hospital
     65- Pneumonite por radiação
     66- Siderose
     67- Traumatismo da traquéia torácica
     68- Traumatismo dos brônquios
     69- Uso de colchicina
459- Respiratório_01: Derrame, Empiema e Infiltração ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia).
     1- Derrame pleural
     2- Doença de Loffler
     3- Empiema pleural
     4- Hemotórax
     5- Pneumotórax
     6- Pneumotórax catamenial
     7- Pneumotórax de tensão
     8- Pneumotórax espontâneo
     9- Pneumotórax hipertensivo
     10- Pneumotórax originado no período perinatal
460- Respiratório_01: Disgenesia; Agenesia, Malformação e Neoplasia (oma) ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia).
     1- RESPIRATÓRIO: AGENESIAS
     2- RESPIRATÓRIO: NEOPLASIAS
     3- Anormalia congênita da cartilagem da traquéia
     4- Malformação congênita artério-venosa dos vasos pulmonares
     5- Malformação congênita da traquéia
     6- Malformação congênita do aparelho respiratório
     7- Malformações congênitas da laringe
     8- Malformações congênitas da traquéia e dos brônquios
     9- Malformações congênitas do diafragma
461- Respiratório_02: Displasia, Distrofia, Distopia e Degeneração (ose) ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia). Distopia (-ectopia), como na grqavidez ectópica, exceto Atopia = predisposição genética à alergia. Nem toda -ose é degeneração (dose, glicose).
462- Respiratório_04: Atresia, Estenose, Esclerose, Obstrução e Aderência ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia). Atresia = ausência do orgão ou orifício. Estenose = diminuição da luz (raio interno).
     1- Atresia congênita da artéria pulmonar
     2- Atresia congênita da artéria pulmonar com comunicação interventricular
     3- Atresia congênita da traquéia
     4- Atresia da nasofaringe
     5- Atresia das coanas
     6- Broncolitíase
     7- Calcificação dos brônquios
     8- Colapso traqueobrônquico
     9- Corpo estranho na faringe
     10- Corpo estranho na laringe
     11- Corpo estranho na narina
     12- Corpo estranho na traquéia
     13- Corpo estranho no brônquio
     14- Corpo estranho no seio nasal
     15- Corpo estranho no trato respiratório
     16- Doença pulmonar obstrutiva crônica
     17- Doença pulmonar obstrutiva crônica com exacerbação aguda
     18- Doença pulmonar obstrutiva crônica com infecção respiratória aguda trato respiratório inferior
     19- Doença pulmonar obstrutiva crônica do inchado azul
     20- Doença pulmonar obstrutiva crônica do soprador róseo
     21- Doença pulmonar obstrutiva crônica tardia
     22- Enfisema pulmonar centrolobular
     23- Enfisema pulmonar com transparência pulmonar unilateral
     24- Enfisema pulmonar funcional
     25- Enfisema pulmonar irregular
     26- Enfisema pulmonar obstrutivo
     27- Enfisema pulmonar panlobular por deficiência de alfa1-antitripsina
     28- Enfisema pulmonar por outras formas
     29- Enfisema pulmonar senil por alterações na caixa toráxica
     30- Estenose brônquica parcial
     31- Estenose congênita da traquéia
     32- Estenose congênita dos brônquios
     33- Estenose da laringe
     34- Estenose da traquéia
     35- Obstrução brônquica principal
     36- Obstrução central das vias aéreas
     37- Proteinose alveolar
463- Respiratório_05: Fístula, Fissura, Dilatação (ectasia) ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia).
     1- Dilatação congênita da traquéia
     2- Fístula brônquica
     3- Fístula de Unverricht
     4- Fístula do trato respiratório
     5- Fístula traqueo-esofágica
     6- Fístula traqueo-esofágica congênita
     7- Fístula traqueo-esofágica consequente à traqueostomia
     8- Traqueobroncomegalia
     9- Traqueocele congênita
464- Respiratório_06: Tumor não neoplásico; Hérnia, Cisto, Abscesso, Granuloma e Hamartoma (oma) ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia).
     1- Abscesso pulmonar
     2- Cisto broncogênico
     3- Cisto e mucocele do nariz e do seio paranasal
     4- Hérnia do forâmen de Morgagni
465- Respiratório_08: Traumatismo, Fratura, Ruptura, Queimadura, Geladura e Ulceração ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia). Traumatismo de trauma (gr) = ferida. Irradiação é a exposição à Radiação.
     1- Ferimento envolvendo a laringe e a traquéia
     2- Hemopneumotórax traumático
     3- Pneumotórax traumático
     4- Queimadura da laringe e traquéia
     5- Queimadura da laringe, traquéia e pulmão
     6- Queimadura do trato respiratório
     7- Queimadura e corrosão do trato respiratório
466- Respiratório_10: Hemodinâmica, Microcirculação e Hemorragia ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia).
     1- Hiperfluxo sanguíneo pulmonar com hipertensão arterial pulmonar
     2- Hipertensão arterial pulmonar primária
     3- Hipertensão arterial pulmonar secundária
     4- Hipertensão arterial pulmonar secundária por redução da área de secção transversal vascular
     5- Hiperviscosidade sanguínea com hipertensão arterial pulmonar
     6- Obstrução das veias pulmonares
     7- Persistência da circulação fetal
     8- Síndrome de asplenia
     9- Traumatismo de vasos sanguíneos pulmonares
     10- Tromboembolia pulmonar
467- Respiratório_11: Hematose (Ventilação, Difusão e Perfusão) ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia). Fluxo de ar através da membrana alvólo-capilar = Diferença de Pressão gasosa / Resistência da membrana alvéolo-capilar que depende da área de troca gasosa, do coeficiente de solubilidade do gás (o CO2 é 20x maior que o O2), espessura da membrana e do peso molecular do gás.
     1- Edema agudo de pulmão
     2- Insuficiência cardíaca congestiva esquerda com edema agudo de pulmão
468- Respiratório_12: Dismotilidade e Secreção ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia).
     1- Discinesia traqueobrônquica
     2- Distúrbios do diafragma
     3- Doença de Leeuwenhoek
     4- Fibrose cística pulmonar
469- Respiratório_13: Transporte de gases e Equilíbrio ácido-básico ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia).
     1- ACIDOSE RESPIRATÓRIA
     2- ALCALOSE RESPIRATÓRIA
     3- Hipóxia intra-uterina
470- Respiratório_15: Insuficiência e Asfixia ./06- SISTEMA RESPIRATÓRIO (Otorrinolaringologia e Pneumologia). Insuficiência respiratória; Falência respiratória; Depressão respiratória; Respiratory insufficiency. #Síndrome de desconforto respiratório recém-nascido.
     1- Apnéia de sono tipo central
     2- Apnéia de sono tipo mista
     3- Apnéia de sono tipo obstrutiva
     4- Apnéia do sono
     5- Apnéia por drogas hipnóticas
     6- Apnéia primária do sono do recém-nascido
     7- Asfixia ao nascer
     8- Asma com Insuficiência respiratória aguda
     9- Desconforto respiratório do recém-nascido
     10- Hipoventilação alveolar primária
     11- Insuficiência respiratória aguda
     12- Insuficiência respiratória aguda com lesão alveolar difusa e hemorragia alveolar
     13- Insuficiência respiratória aguda por cirurgia não torácica
     14- Insuficiência respiratória aguda por cirurgia torácica
     15- Insuficiência respiratória aguda por neuropatia
     16- Insuficiência respiratória crônica
     17- Insuficiência respiratória crônica com acidose
     18- Insuficiência respiratória crônica pós-cirúrgica
     19- Insuficiência respiratória do recém-nascido primária
     20- Insuficiência respiratória do recém-nascido secundária
     21- Insuficiência respiratória por drogas
     22- Insuficiência respiratória por trauma
     23- Obesidade extrema com hipoventilação alveolar primária
     24- Pancreatite aguda com Síndrome do desconforto respiratório agudo
     25- Síndrome da angústia respiratória
     26- Síndrome da angústia respiratória do adulto
     27- Síndrome da angústia respiratória do recém-nascido
     28- Síndrome do desconforto respiratório
     29- Taquipnéia transitória do recém-nascido
471- RIQUETTSIAS ./15- INFECÇÃO, INFESTAÇÃO.
     1- Febre maculosa
 &n